Por que abandonei “Trocada”? | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Leituras mais recentes – parte 1: thrillers e Meus 15 Anos  3 motivos para ver Descendentes 2, o novo filme do Disney Channel  Resenha: Civilizações – A Fonte: dois mundos, uma jornada, de Wallace Horta
Leituras de abril

Por que abandonei “Trocada”?

Amanda Hocking 15 de agosto de 2013 Aline T.K.M. 25 COMENTÁRIOS

Não fiz review, afinal nem li o livro inteiro. Mas gostaria de expor minha opinião (nada favorável) e de explicar o porquê de ter abandonado Trocada, de Amanda Hocking...




Título: Trocada (Trilogia Trylle, livro 1)
Título original: Switched
Autor(a): Amanda Hocking
Editora: Rocco – Jovens Leitores
Tradução: Priscila Catão
Edição: 2013
Ano da obra: 2012 (autopublicação em 2010)
Páginas: 326

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

25 COMENTÁRIOS

  1. O porquê de eu sentir calafrios com esses livros... Eles me parece tão genéricos. Esse tipo de capa, a fonte do título, essa sombrinha louca no título; sem contar que também não faço parte do público alvo dele. Isso explica porque não conheço Amanda Hocking...
    O livro poderia chamar-se "Abandonada". Se duvidar é o próximo da trilogia ou pior, já foi lançado. Haha
    Fiquei apaixonado pelas flores do teu background.
    Boa sorte na próxima leitura! Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Genéricos, isso mesmo. A gente pode ler vários desse tipo e parecem todos o mesmo, com apenas variações minúsculas. Eu fiquei conhecendo a autora através de outros blogs e sites, e realmente achei que fosse tipo "a revelação", sabe. Mas tudo bem, ando até me acostumando já com esse frisson literário "enganoso".
      Ah, curtiu as flores?! Eu adoro a combinação de cores delas com o fundo, tenho essa imagem há um tempão e resolvi usar na última mudança de layout. =) Beijo!

      Excluir
  2. Não sei o porquê mas antes mesmo de ler esse livro já senti que encontraria isso e, dessa forma, nem me interessei pela leitura. Acho que nos tempos atuais as coisas estão muito forçadas no meio literário; em algumas das resenhas que li diziam que o livro é basicamente introdutório e não explica nada, deixando apenas um gancho para as demais histórias - isso definitivamente me irrita. Para evitar abandonar os livros eu avalio muito se aquela leitura fará meu estilo, há casos e casos e até algumas surpresas desagradáveis como essa. Te entendo (rsrs) Abraços.

    De Frente com os Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Clóvis, sabe que se fosse só o fato de ser "introdutório" não seria lá um problema. Mas o negócio é mesmo fraquinho, digo, a escrita não convence, é basiquinha demais. Um enredo ruim já é algo ruim, mas uma escrita ruim é bem, bem, bem pior... Realmente fico decepcionadíssima em casos assim... =/
      Um beijo!

      Excluir
  3. Além de linda é fã de Almodóvar :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha obrigada! Posso dizer que depois de ter passado um fim de semana movida a chocolate e outras besteiras (me sentindo mega culpada!), seu elogio me fez bem! Valeu pela boa ação! =)

      Excluir
  4. Também tenho dificuldade para largar livro!
    Enrolo meses, mas tento terminar.
    Mas infelizmente, tem uns que testam nossa paciência/inteligência.

    Esse livro, eu chegaria até ele pela capa... é uma série, né?
    Eu acho que ainda não li nenhuma resenha dele.

    Parabéns pelo vídeo e pela sinceridade.

    bjs
    Nana - Obsession Valley

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Nana, é uma trilogia e realmente a capa é bem atraente. Mas o conteúdo.... Furada! Pelo menos foi o que achei...
      Beijo!

      Excluir
  5. Entendo sua situação. Faz uns meses que fui para o evento de lançamento de Trocada e, para ser sincera, a estória não me cativou. Parece cair muito na vala comum, tipo: "[coloque o nome da protagonista genérica aqui] é uma adolescente de 16/17 anos que nunca se encaixou na sociedade, até que ela conhece o misterioso e enigmático [coloque o nome do galã genérico aqui] e ele revela a verdade sobre ela ser uma [coloque o nome da criatura sobrenatural aqui] e ela descobre que está entre a vida e a morte numa batalha mortal envolvendo sua família."

    E por aí vai. Sinceramente, isso é ter preguiça de criar uma boa estória. Se todos resolvessem seguir uma forma pré-estabelecida para se escrever um livro, qualquer um o faria. Acredito que tem faltado MUITA criatividade no cenário literário atual, mas fazer o que, né? É o que vende...

    Abraço!
    Clara
    labsandtags.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Clara, concordo muito com o que você disse; é aquela velha receitinha que dá certo em termos comerciais... O que me deixou curiosa em um primeiro momento não foi nem a sinopse em si, ou pelo menos não só, mas todo o boom em torno da autora. Mas logo no início do livro meio que caiu a ficha que era mais um caso de muito barulho por nada. Uma pena.

      Excluir
  6. Oi,

    muito legal o seu vídeo, parabéns pela iniciativa e pelas explicações do porque você ter abandonado “Trocada”! Também custo a deixar um livro pela metade, mas estou começando a pensar se não é isso que devemos fazer quando não gostamos de um livro. Por que temos essa mania de nos obrigar a terminar uma leitura que se mostra tão sofrível? Estou nessa situação com Paperboy, eita livrinho ruim... Já tinha ouvido falar de “Trocada” e tenho vontade de ler, mas, como você, mais porque já vi muita gente falando bem do livro. O seu vídeo não me desanimou a lê-lo, mas também não aumentou minha vontade, que não é tão grande assim... Mas se surgir uma oportunidade, talvez eu leia o livro...

    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ana, poxa, jura que Paperboy é ruim??? Já li resenhas bem positivas dele. Tenho o livro na minha fila de leitura, mas acho que ainda vai levar um tempinho para que eu o leia.
      Ah, sim, acho bem positivo que as opiniões nos blogs não façam com que os leitores desanimem e/ou desistam da leitura; o legal é trocar ideias sobre os diferentes pontos de vista, de repente alinhar expectativas (isso eu curto, particularmente... ter uma ideia mais clara do que "devo esperar" de um livro, ainda que eu acabe por ter uma opinião diferente da que li).
      Beijo!

      Excluir
  7. Te entendo muito bem, não que eu tenha lido Amanda Hocking, passo longe dessas coisas "sobrenatural" que como você mesma disse tem uma fórmula pronta, não tem motivo de continuar um livro "por obrigação" esse é o pior erro que alguém pode cometer, para mesmo e que se dane.

    Apesar da capa ser bonita não vi muita graça quando li a sinopse. Achei isso aqui dela http://exame.abril.com.br/tecnologia/noticias/amanda-hocking-e-o-paulo-coelho-da-internet HAHAHAHA.

    Abs

    http://tediosoc.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, aí forçou demais hahahaha, "Paulo Coelho da internet" ninguém merece... Se bem que, bem ou mal, tem grana envolvida no negócio né, então... para pensar... =P

      Excluir
  8. Não tem nada mais difícil do que largar um livro, mas continuá-lo por obrigação também não rola.
    Achei legal sua atitude de fazer um vídeo explicando porque largou, parabéns.

    Estou seguindo seu blog para acompanhar as atualizações e sempre que puder fazer uma visita.
    Abraços

    http://reaprendendoaartedaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nesse caso seria abandonar ou empurrar com a barriga. No momento em que decidi deixar a leitura eu meio que pensei "se eu chegar ao fim, sei que o review vai ser péssimo, então...".
      Obrigada pela visita! ^^ Beijo!

      Excluir
  9. Ler um livro por obrigação é uma coisa ruim!
    Te entendo, acho que se autora não soube levar a história desde o começo não tem porque continuar a ler.
    Quando estou lendo um livro e percebo que pelo menos nas 100 primeiras páginas a coisa não anda, largo de mão mesmo.

    beijinhos.
    www.intheskyblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah é, 100 páginas ainda é muito. Se eu não curti a escrita logo no início, já me dá um desânimo. O enredo a gente leva né, de repente dá aquela animada, mas quando a coisa é com a escrita, aí é difícil... =/

      Excluir
  10. Eeeeeeeeeeei! Adorei o poster aí atrás :B

    Achei engraçado teu vídeo, porque a maioria apenas faz vídeo pra falar bem, mas você foi lá e PAAAMMM, aheueh. Achei ótimo, sério :P

    Beeijo ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Valeu, Raquel!! =) Num gosto de falar mal das coisas assim né, mas vamos combinar que a gente sempre acaba comentando com alguém sobre uma leitura ruim, não? Então por que não num vídeo?! =P

      Excluir
  11. Oi Aline,
    Então, quando vi esse livro sendo lançado pela Rocco, eu também não me interessei muito. Não é uma leitura que eu faria. E como sei do seu bom gosto, se você não gostou, então de fato o livro não deve valer a pena. Então, passo, hahahaha
    Beijos
    Ademar Júnior
    Cooltural

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha, é, Trocada realmente não bateu com o meu estado de espírito e não acho que algum dia bateria... Não me arrisco a dar segunda chance, sinceramente. ;-)

      Excluir
  12. Aline tipo eu já esperava critica do tipo afinal pra ser sincero tenho medo desses livros que são lançados hoje em dia esta uma coisa muito lamentavel na boa. Muito Teen e eu não tenho paciência mais com isso. Depois de Crepusculo e Jogos Vorazes sinceramente me causa medo mesmo. Ótima critica e seguirei seu Blog e obrigado. Ha me amarrei muito no poster do Almodóvar foda mesmo te recomendo do Almodóvar 2 filmes que pra mim é incrível A pele que habito e Tudo sobre minha mãe abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, não ando com muita paciência para livros nessa pegada. Não curti Crepúsculo (e falo com propriedade, pois li todos os livros da saga); Jogos Vorazes eu não li, mas sabe que até gostaria. Vi o primeiro filme recentemente e gostei - se bem que eu curto os filmes de Crepúsculo, então isso não tem muito a ver, né...
      Sobre Almodóvar, sou muito fã do cara! Esses dois filmes que você mencionou são mesmo muito bons. Um dos que mais gosto e recomendo é Fale com Ela. E gosto também dos mais antigos, tipo Carne Trêmula e Ata-me.

      Excluir
  13. Aline eu vi recentemente o filme do Almodóvar '' Fale com ela'' e '' Volver'' me apaixonei muito por eles e vi também um dos últimos filmes do Almodóvar '' Amantes Passageiros'' que foi para mim um dos piores filmes do Al. Tipo tenho um blog de cinema na verdade tem poucas coisas la depois se sentir se a vontade visite abraços e brigado pela resposta.
    http://cinemaepsicanaliserec.blogspot.com.br/2013_12_01_archive.html

    ResponderExcluir

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros