Livro Lab Livro Lab | Livros e muito mais experiências!
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Filme: Ilha dos Cachorros, de Wes Anderson  Resenha: Travessuras da Minha Menina Má | romance de formação  Resenha: Os Sentimentos das Sombras
Semana do Consumidor Amazon | Livros

‘Ilha dos Cachorros’: 10 motivos (lindos) para assistir ao filme

Animação 18 de julho de 2018 Aline T.K.M. Nenhum comentário

Filme ‘Ilha dos Cachorros’: 10 motivos (lindos) para assistir | Cinema

Podem falar o que quiserem, mas, para mim, este ano já tem o melhor filme de animação – inclusive, é um dos mais cativantes que já vi na vida.

Trata-se de Ilha dos Cachorros, animação dirigida por Wes Anderson e que estreia nesta quinta-feira, 19 de julho. Aliás, só para lembrá-los, Wes Anderson é o diretor de um dos filmes de que mais gosto, Moonrise Kingdom, sobre o qual falei um pouquinho aqui.

Em Ilha dos Cachorros, conhecemos um Japão 20 anos no futuro. Na cidade de Megasaki, é aprovada uma lei que obriga todos os cachorros a serem exilados para uma ilha repleta de lixo. Mas um garoto não se conforma de ter perdido seu cão de guarda, e tentará resgatá-lo a todo custo.

Filme ‘Uma Casa à Beira-Mar’: do diretor de ‘As Neves do Kilimanjaro’, longa fala sobre nostalgia e necessidade de transformação

Cinema francês 14 de julho de 2018 Aline T.K.M. Nenhum comentário

Filme Uma Casa à Beira-Mar: novo longa do diretor de As Neves do Kilimanjaro traz nostalgia e transformação a partir da dor | Cinema | Robert Guédiguian

Uma Casa à Beira-Mar, dirigido por Robert Guédiguian, acaba de estrear nos cinemas trazendo sensibilidade e um olhar esperançoso em trama sobre dilemas familiares, passagem do tempo e transformações. Se eu tivesse de resumir o longa em apenas duas palavras, estas certamente seriam: “permitir” e “permitir-se”.

Do diretor de As Neves do Kilimanjaro (filme bárbaro, que recomendo a todo mundo) e do gracioso O Fio de Ariane, entre tantos outros, Uma Casa à Beira-Mar traz a história de três irmãos que se reúnem em um vilarejo pitoresco perto de Marselha para cuidar do pai gravemente doente.

Angèle (Ariane Ascaride), uma atriz que vive em Paris, Joseph (Jean-Pierre Darroussin), que namora uma garota bem mais jovem, e Armand (Gérard Meylan), o único que permaneceu no vilarejo, precisam encarar suas dores e fraquezas, e decidir o que farão dali em diante com o pequeno restaurante da família, bem como com os ideais construídos pelo pai naquele canto do paraíso.

‘Travessuras da Minha Menina Má’: Otávio Bravo apresenta trilogia visceral, inspirada no livro de Vargas Llosa | Resenha

Chiado Editora 10 de julho de 2018 Aline T.K.M. Nenhum comentário

Resenha: Travessuras da Minha Menina Má, trilogia de Otávio Bravo | Livros

Já falei para vocês como eu adoro um bom romance de formação? Não? Então faço questão de deixar essa informação registrada aqui, antes de passar para o livro da vez. Ou melhor, os livros da vez.

A resenha de hoje é da trilogia Travessuras da Minha Menina Má, do autor Otávio Bravo. Inspirada na famosa obra de Mario Vargas Llosa (Travessuras da Menina Má), a narrativa aqui nos transporta pela trajetória de Victor, da juventude aos últimos anos da velhice. Uma vida pautada por mudanças, reviravoltas das mais radicais, viagens mundo afora e... pelo relacionamento torto com Maria Eduarda – a Duda, ou “menina má”.

Sofri junto com o protagonista, prendi a respiração em todas as viradas que acontecem na vida dele, morri de raiva da “menina má”, dei altos conselhos mentais para os personagens... Tudo isso nas pouco mais de 1.170 páginas, divididas em três volumes, dessa história que me fez companhia por um mês inteiro.

Filme ‘A Noite Devorou o Mundo’: 7 ótimos motivos para assistir à adaptação do livro de Martin Page

Adaptação de livro 3 de julho de 2018 Aline T.K.M. Nenhum comentário

Filme ‘A Noite Devorou o Mundo’: 7 ótimos motivos para conferir a adaptação do livro de Martin Page

Como fã incondicional e confessa do escritor francês Martin Page, não vou esconder que A Noite Devorou o Mundo foi um filme que aguardei com a ansiedade nas alturas.

A adaptação, dirigida por Dominique Rocher, fez parte da programação do Festival Varilux de Cinema Francês 2018 e estreia nos cinemas esta semana.

Depois de uma noite de festa num apartamento, Sam (Anders Danielsen Lie) acorda sozinho e percebe que, além dos sinais de um possível massacre, as ruas de Paris foram tomadas por zumbis. Agora, ele precisa pensar na própria sobrevivência. Mas será que Sam é mesmo o único sobrevivente?

Misto de drama psicológico e terror, A Noite Devorou o Mundo não é aquele filme de zumbis com o qual estamos acostumados. E isso é incrível. Confiram aí 7 ótimos motivos para ver o filme no cinema:

‘Os Sentimentos das Sombras’, de Bárbara Kristina: mulheres fortes e sororidade em universo medieval | Resenha

Bárbara Kristina 29 de junho de 2018 Aline T.K.M. Nenhum comentário

Livro ‘Os Sentimentos das Sombras’, de Bárbara Kristina: mulheres fortes e sororidade em universo medieval | Resenha

O universo medieval não é algo que aparece assim com tanta frequência nas minhas leituras; por isso comecei a ler esse livro meio no escuro, sem ter grande ideia do que iria encontrar – mesmo conhecendo a sinopse e tal. E, olha, me surpreendi.

O livro em questão é Os Sentimentos das Sombras, da autora Bárbara Kristina.

Aqui, acompanhamos a história de uma jovem guerreira que, além de lutar pela própria liberdade num meio em que meninas e mulheres são completamente submissas aos homens, ela ainda pretende concretizar um golpe que libertará todas as outras mulheres dos cinco reinos.

Só que alguns complicadores surgem para dar aquela sacudida nos planos dessa guerreira chamada Cíntia, incluindo arrasar corações num baile e ter visões misteriosas e perturbadoras...

3 filmes inspirados em Romeu e Julieta

Adaptação de livro 27 de junho de 2018 Aline T.K.M. Nenhum comentário

3 filmes inspirados em Romeu e Julieta

Se, assim como eu, você também acha que Romeu e Julieta é uma das histórias mais bonitas e românticas da vida inteira, este post é para você!

Vim aqui indicar 3 filmes inspirados nessa história de Shakespeare! Apesar do tema central em comum – o amor proibido –, os três filmes são de gêneros diferentes e prometem agradar aos gostos mais diversos. A única regra é curtir histórias de amor!

Um deles é uma releitura distópica que eu amo; o outro também é uma releitura, só que mais centrada na tecnologia e com abordagem bem contemporânea; já o terceiro é uma adaptação em moldes mais clássicos. Ah, a coisa boa é que dois desses filmes estão disponíveis na Netflix – e são perfeitos para assistir a dois!

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Editoras Parceiras