Resenha: Segunda Fundação (Trilogia da Fundação #3), de Isaac Asimov | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Resenha: Telegramas, do Lucão  Livros recebidos em março  Resultado do sorteio: Harry Potter e a Criança Amaldiçoada

Resenha: Segunda Fundação (Trilogia da Fundação #3), de Isaac Asimov

Aleph 28 de abril de 2017 Aline T.K.M. Nenhum comentário

Resenha de Segunda Fundação, terceiro livro da Trilogia da Fundação, de Isaac Asimov

Faz um tempão que eu estava devendo esta resenha por aqui, mas agora é a hora, vamos lá!

Com a leitura de Segunda Fundação, finalmente concluí a Trilogia da Fundação, do gênio Isaac Asimov, cujos primeiro e segundo volumes são Fundação e Fundação e Império, respectivamente.

Só para resgatar um pouquinho da história dos livros anteriores, tudo começa com uma previsão de Hari Seldon, segundo a qual o atual Império Galáctico entraria em decadência. Trinta mil anos de barbárie se seguiriam até que um novo império fosse constituído. No entanto, Hari Seldon elaborou um plano baseado na psico-história, que, se seguido à risca, reduziria o período de barbárie para mil anos, depois dos quais um novo período de glória se revelaria para a humanidade.

Parte fundamental desse plano foi a criação da Fundação, situada no planeta Terminus, onde um grupo acadêmico se encarregaria de desenvolver e compilar todo o conhecimento científico da humanidade.

No entanto, uma outra Fundação também estava sendo criada e mantida sob sigilo total – a Segunda Fundação. Ali seriam desenvolvidos os poderes da mente e é dali que sairiam os futuros líderes de um novo império...

O segundo livro da trilogia, Fundação e Império, traz o surgimento do Mulo, um mutante com incríveis poderes psíquicos que deseja destruir a Fundação e se tornar ele mesmo o senhor de um novo império. Só que, para atingir seu objetivo, ele também precisará enfrentar a Segunda Fundação – mas antes, precisa descobrir onde ela está localizada.

E aí chegamos em Segunda Fundação, o desfecho da trilogia. O livro é dividido em duas partes, com histórias distintas que se relacionam ao final. Na primeira, acompanhamos a continuação da busca e o confronto entre o Mulo e a Segunda Fundação.

A segunda – e melhor – parte acontece sessenta anos após a primeira. Aqui, temos o surgimento de uma nova protagonista: Arcádia Darell, uma garota de apenas 14 anos que vive na Fundação e que acaba se tornando a verdadeira heroína da trama.


Arcádia é curiosa e sagaz. Ao escutar uma conversa importante de seu pai com outros cientistas, decide embarcar clandestinamente em uma viagem para desvendar alguns mistérios relacionados à Segunda Fundação. Em paralelo, os conflitos entre a Fundação (Terminus) e o planeta Kalgan (antiga capital do domínio do Mulo) ficam mais tensos.

De novo, Asimov surpreende com seus conceitos geniais e as interpretações que eles suscitam, trazendo descobertas e reviravoltas capazes de deixar qualquer leitor pirado.

Além de trazer uma garota como protagonista, Segunda Fundação ainda mostra que o desenvolvimento psíquico e social, bem como a compreensão total do ser humano, é muito mais poderoso do que o conhecimento físico e tecnológico isoladamente.

Mantendo o ritmo ágil, os diálogos inteligentes e a escrita simples e acessível, o mestre da ficção científica conseguiu fechar muito bem a história da Fundação – um clássico incontestável do gênero.

E a gente até consegue identificar alguns possíveis ganchos para a extensão da trilogia, que originou uma série composta por outros quatro volumes sobre o universo da Fundação. Chamada de Série Fundação, ela foi iniciada por Asimov anos depois do término da trilogia principal. Já incluí essa continuação na minha wishlist – claro!

Ação, conflitos galácticos, viés político e social, disputas pelo poder e ciência. Nem preciso dizer que Segunda Fundação coroa a trilogia, trazendo um final honesto e inteligente.

Se você curte ficção científica ou quer começar a ler o gênero, e tem uma quedinha por esse universo espacial, a Trilogia da Fundação é leitura obrigatória – e duvido que um dia deixará de sê-lo. Por isso... leia, leia, leia!

LEIA PORQUE

Não só essa trilogia é referência na ficção científica, como Isaac Asimov é um ícone do gênero. Gostar de ficção científica e não ler a Trilogia da Fundação é algo como gostar de vampiros e não ler o Drácula do Bram Stoker, saca?

DA EXPERIÊNCIA

Pirei no desfecho da trilogia, sem dúvida! Mas o meu preferido dos três continua sendo o primeiro livro, Fundação.

FEZ PENSAR

Você precisa conhecer os outros dois livros da trilogia: Fundação e Fundação e Império. E, caso você ainda esteja na dúvida se lê o autor agora ou se deixa para depois, se liga nesses 5 motivos para ler Isaac Asimov. Mas, antes de desbravar essas outras páginas, deixa um comentariozinho aqui, vai!



Onde comprar o livro: Saraiva
Onde comprar o box da Trilogia da Fundação: Amazon

Título: Segunda Fundação
Título original: Secong Foundation
Autor(a): Isaac Asimov
Tradução: Marcelo Barbão
Editora: Aleph
Edição: 2009 – 8ª reimpressão (2014)
Ano da obra: 1953
Páginas: 240

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

Nenhum comentário

Segue lá no Instagram!

Parceiros