Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
5 coisas que eu achei sobre Os 13 Porquês | Tipos de bullies, apologia ao suicídio  Literatura pulp: Noite Escura, de Rodrigo Tavares  Leituras de fevereiro: li 7 livros!

8 livros que Luna Lovegood teria na estante

C. S. Lewis 14 de dezembro de 2016 Aline T.K.M. 2 COMENTÁRIOS

Atriz Evanna Lynch interpreta Luna Lovegood na saga Harry Potter

Não lembro se já cheguei a comentar aqui no blog, mas minha personagem mais queridinha da saga Harry Potter é a Luna Lovegood – nos filmes, é interpretada pela atriz Evanna Lynch, de quem sou tão fã quanto da personagem em si. Por gostar tanto assim da Luna, algumas vezes me coloco a pensar sobre quais livros essa personagem deliciosamente lunática leria.

Luna é muito sonhadora, nada cética, acredita no poder da fé e tem um lado místico interessante. Tem uma pureza de coração única e é uma amiga muito leal. Mas, apesar de suas qualidades, Luna não é exatamente amada por todos em Hogwarts, e isso se deve ao fato de a garota ser peculiar em todos os sentidos; ela tem um estilo excêntrico que ultrapassa sua personalidade, se fazendo ver em suas roupas e acessórios, em seus pensamentos fora da caixinha e também na absoluta honestidade em tudo o que ela diz. Apesar de ser considerada por muitos esquisita, ingênua e tola, Luna é bastante inteligente – não nos esqueçamos de que ela é da Corvinal, casa conhecida por reter as mentes mais brilhantes de Hogwarts.

Atriz Evanna Lynch interpreta Luna Lovegood na saga Harry Potter

O fato é que não dá para negar que Luna Lovegood é uma das personagens mais fantásticas de toda a saga. Desde sua primeira aparição, em A Ordem da Fênix, me identifiquei demais com aquele jeitinho meio fora de órbita dessa garota avoada, loirinha e dona de sonhadores olhos acinzentados.

Levando em consideração as características e valores da filha de Xenofílio Lovegood, dá para ter uns bons palpites sobre quais leituras a interessariam. Então, bora conferir a minha listinha com 8 livros que Luna Lovegood teria na estante?!

Diria que livros de fantasia têm tudo a ver com a personagem, já que Luna acredita em todo tipo de criaturas e, como a própria Rowling disse, é capaz de acreditar em 10 coisas impossíveis antes mesmo do café da manhã. Aliás, isso faz lembrar Alice (a de Tim Burton), que revela ao Chapeleiro Maluco pensar em seis coisas impossíveis antes do café da manhã.

Alice no País das Maravilhas

AS AVENTURAS DE ALICE NO PAÍS DAS MARAVILHAS & ATRAVÉS DO ESPELHO E O QUE ALICE ENCONTROU POR LÁ, de Lewis Carroll
VEJA A RESENHA | COMPRE O LIVRO

As Aventuras de Alice no País das Maravilhas conta a história das aventuras de Alice ao cair numa toca de coelho, que a leva a um lugar povoado por criaturas que misturam características humanas e fantásticas, como o Gato, o Chapeleiro e a Rainha de Copas – e que lhe apresentam enigmas.

Em sua continuação, Através do Espelho e o que Alice Encontrou por Lá, Alice tem de ultrapassar vários obstáculos – estruturados como etapas de um jogo de xadrez – para se tornar rainha. À medida que ela avança no tabuleiro, surgem outros tantos personagens enigmáticos.

As Crônicas de Nárnia

AS CRÔNICAS DE NÁRNIA, de C. S. Lewis
COMPRE O LIVRO

Viagens ao fim do mundo, criaturas fantásticas e batalhas épicas entre o bem e o mal - o que mais um leitor poderia querer de um livro?

Nos últimos cinquenta anos, As Crônicas de Nárnia transcenderam o gênero da fantasia para se tornar parte do cânone da literatura clássica. Uma obra-prima, atraindo o leitor para um mundo em que a magia encontra a realidade, resultando em um mundo ficcional que tem fascinado gerações.

Esta edição apresenta todos os sete livros integralmente, em um único volume.

Mas também consigo enxergá-la lendo um bom sci-fi e até mesmo um steampunk – futuros ou passados loucos, tecnologias que beiram o impossível, androides e essa coisa toda! Afinal, a visão de Luna é ampla e sem amarras, seu espírito é livre para conceber todo tipo de ideias e sua inteligência vai além do lugar-comum.

Neuromancer

NEUROMANCER, de William Gibson
COMPRE O LIVRO

Considerada a obra precursora do movimento cyberpunk e um clássico da ficção científica moderna, Neuromancer conta a história de Case, um cowboy do ciberespaço e hacker da matrix. Como punição por tentar enganar os patrões, seu sistema nervoso foi contaminado por uma toxina que o impede de entrar no mundo virtual. Agora, ele vaga pelos subúrbios de Tóquio, cometendo pequenos crimes para sobreviver, e acaba se envolvendo em uma jornada que mudará para sempre o mundo e a percepção da realidade.

Esta obra distópica, publicada em 1984, antevê vários aspectos fundamentais da sociedade atual e de sua relação com a tecnologia. Foi o primeiro livro a ganhar a chamada “tríplice coroa da ficção científica”: os prestigiados prêmios Hugo, Nebula e Philip K. Dick.

Eu, Robô

EU, ROBÔ, de Isaac Asimov
VEJA A RESENHA | COMPRE O LIVRO

Sensíveis, divertidos e instigantes, os contos de Eu, Robô são um marco na história da ficção científica, seja pela introdução das célebres Leis da Robótica, pelos personagens inesquecíveis ou por seu olhar completamente novo a respeito das máquinas. Vivam eles na Terra ou no espaço sideral; sejam domésticos ou especializados, submissos ou rebeldes, meramente mecânicos ou humanizados, os robôs de Asimov conquistaram a cabeça e a alma de gerações de escritores, cineastas e cientistas, sendo até hoje fonte de inspiração de tudo o que lemos e assistimos sobre essas criaturas mecânicas.

Verdadeiro marco na história da ficção científica, Eu, Robô reúne nove contos de Isaac Asimov sobre robôs, publicados entre 1940 e 1950.

ALMA?, de Gail Carriger – série O Protetorado da Sombrinha, livro 1
COMPRE O LIVRO

Alexia Tarabotti enfrenta uma série de atribulações sociais, quiproquós e saias justas (embora compridíssimas) em plena sociedade vitoriana. Em primeiro lugar, ela não tem alma. Em segundo, é solteirona e filha de italiano. Em terceiro, acaba sendo atacada sem a menor educação por um vampiro, o que foge a todas as regras de etiqueta. Pelo visto, tudo vai de mal a pior, pois a Srta. Tarabotti mata sem querer o vampiro – ocasião em que a Rainha Vitória envia o assustador Lorde Maccon (temperamental, bagunceiro, lindo de morrer e lobisomem) para investigar o ocorrido.

Com vampiros inesperados aparecendo e os esperados desaparecendo, todos parecem achar que a Srta. Tarabotti é a responsável. Será que ela conseguirá descobrir o que realmente está acontecendo na alta sociedade londrina? Será que seu dom de sem alma para anular poderes sobrenaturais acabará se revelando útil ou apenas constrangedor? No fim das contas, quem é o verdadeiro inimigo, e... será que vai ter torta de melado?

Por Luna ser muito humana e ter um coração tão verdadeiro, não pode ficar de fora algum título que fale com o emocional – mas sem sentimentalismos baratos, por favor! Além disso, o fato de a garota ser vista como “a esquisitona” a faz enxergar e aceitar o diferente de um jeito que nem todos são capazes de fazer.

Extraordinário

EXTRAORDINÁRIO, de R. J. Palacio
COMPRE O LIVRO

August Pullman, o Auggie, nasceu com uma síndrome genética cuja sequela é uma severa deformidade facial, que lhe impôs diversas cirurgias e complicações médicas. Por isso, ele nunca havia frequentado uma escola de verdade... até agora. Todo mundo sabe que é difícil ser um aluno novo, mais ainda quando se tem um rosto tão diferente. Prestes a começar o quinto ano em um colégio particular de Nova York, Auggie tem uma missão nada fácil pela frente: convencer os colegas de que, apesar da aparência incomum, ele é um menino igual a todos os outros.

Uma história repleta de amor e esperança, em que um grupo de pessoas luta para espalhar compaixão, aceitação e gentileza. Narrado da perspectiva de Auggie e também de seus familiares e amigos, com momentos comoventes e outros descontraídos, Extraordinário consegue captar o impacto que um menino pode causar na vida e no comportamento de todos, família, amigos e comunidade.

Eleanor & Park

ELEANOR & PARK, de Rainbow Rowell
COMPRE O LIVRO

Engraçado, triste, sarcástico, sincero e, acima de tudo, geek. Os personagens que dão título ao livro são dois jovens vizinhos de dezesseis anos. Park, descendente de coreanos e apaixonado por música e quadrinhos, não chega exatamente a ser popular, mas consegue não ser incomodado pelos colegas de escola. Eleanor, ruiva, sempre vestida com roupas estranhas e “grande” (ela pensa em si própria como gorda), é a filha mais velha de uma problemática família. Os dois se encontram no ônibus escolar todos os dias. Apesar de uma certa relutância no início, começam a conversar, enquanto dividem os quadrinhos de X-Men e Watchmen. E nem a tiração de sarro dos amigos e a desaprovação da família impede que Eleanor e Park se apaixonem, ao som de The Cure e Smiths.

Esta é uma história sobre o primeiro amor, sobre como ele é invariavelmente intenso e quase sempre fadado a quebrar corações. Um amor que faz você se sentir desesperado e esperançoso ao mesmo tempo.

Por último, já que o convencional não combina nadinha com a Luna, eu arriscaria um livro que mostre esse estilo alternativo e cheio de personalidade dela. Até porque, ela tem esse jeito único e doesn’t give a shit para as opiniões ferinas.

Man Repeller

MAN REPELLER, de Leandra Medine
COMPRE O LIVRO

Em seu primeiro livro, a badalada blogueira e queridinha do mundo fashion conta suas divertidas memórias. Com jeito insolente, uma franqueza desconcertante e fotos de seu arquivo pessoal, Leandra compartilha detalhes da noite em que perdeu a virgindade, quando esqueceu de tirar as meias soquetes brancas, e descreve o momento em que percebeu que a clutch Hermès vintage da sua avó, feita de pele de avestruz, poderia guardar muito mais do que a chave e o celular. Leandra é a prova de que não precisamos trair nosso estilo repelente nem mesmo ao procurar o vestido de noiva (que pode ser muito bem ser combinado com uma jaquetinha perfecto de organza).

Exibindo as opiniões originalíssimas de uma blogueira que ganhou milhões de fãs, este livro reúne experiências divertidas e meio bizarras, uma história amor superdoce e, acima de tudo, um lembrete para celebrarmos um mundo que é feito pelas mulheres e para as mulheres.

************

Ei, gostou da lista? Quais outros livros você acha que também têm tudo a ver com a Luna Lovegood? Conta aqui nos comentários!

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

2 COMENTÁRIOS

  1. Sim, livros de fantasia definiriam bem a personagem. De Nárnia a Neuromancer... hahaha excelente. Eu diria que deuses americanos do Neil Gaiman poderia entrar nessa lista.

    Abraços
    naciadelivros.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Rafael! Boa, não tinha pensado em Gaiman, mas concordo total com você! Ah, Luna é o máximo, né rsrsrs! Abs.

      Excluir

Me segue no Instagram!

Parceiros