Quote da quinzena #34: 1Q84 – Livro 3 | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Resenha e sorteio: Ajuste de Contas, de Wallery Giscar Desten  Filme: Um Tio Quase Perfeito  Livros recebidos em abril
Leituras de abril

Quote da quinzena #34: 1Q84 – Livro 3

Alfaguara 1 de julho de 2015 Aline T.K.M. 6 COMENTÁRIOS


Fechando a trilogia, hoje venho trazer quotes do terceiro volume de 1Q84, obra magistral do Haruki Murakami. Aliás, foi com essa trilogia que conheci o autor e passei a amar sua escrita e suas histórias, bem como a maneira como ele conduz os personagens.

Não sei se vocês se lembram, mas tive uma relação de amor e ódio com o desfecho da trilogia. Isso porque levei um certo tempo para digerir o fato de que a intenção era ficar com todos aqueles enigmas na cabeça, não ter respostas para exatamente tudo. Claro que pouco depois superei o trauma e até escolhi a trilogia como minha melhor leitura de 2013.

Assim como os dois volumes anteriores, 1Q84 - Livro 3 é muito bom, e vocês podem perceber pelos trechos que escolhi para esta quinzena:

Toda vez que o menino Tengo via aqueles sapatos completamente gastos e deformados, ele sentia muita pena. O sentimento de comiseração não era em relação ao pai, mas aos sapatos. Eles o faziam lembrar aqueles pobres animais de carga à beira da morte, após serem usados até não aguentarem mais.
Mas, pensando bem, o seu pai de hoje também não seria como um animal de carga à beira da morte? Não seria o mesmo que um sapato de couro gasto?

Tengo leu Macbeth nas aulas de inglês da faculdade, mas estranhamente lembrava-se do seguinte trecho:

By the pricking of my thumbs,
Something wicked this way comes,
Open, locks,
Whoever knocks.


Pinica meu polegar:
Algo mau está para chegar
Abre logo a fechadura
Pra quem bate e nos procura.

Sua enorme cabeça disforme, que lembrava o boneco da felicidade, tornou-se um excepcional receptáculo de informações importantes. Um receptáculo aparentemente feio, mas de grande utilidade. [...] Mas Ushikawa evitava mostrar publicamente seu dom. O conhecimento e a capacidade eram apenas ferramentas e, portanto, não cabia a ele usá-los para se gabar.

Mas o tempo rouba aos poucos a vida de todos. As pessoas não morrem porque chegou a hora. Elas morrem gradativamente a partir de dentro e, por fim, chega o dia do acerto de contas. Ninguém consegue escapar disso. Todos precisam pagar o preço das coisas recebidas.

A dor é um conceito que não se pode generalizar. O sofrimento de cada um possui características próprias. Se me permite parafrasear Tolstoi, toda a felicidade é igual, mas cada dor é dolorosa à sua própria maneira. Mas eu não iria tão longe a ponto de afirmar que é uma questão de gosto. Não acha?

“O certo talvez fosse não nos encontrarmos”, pensou Tengo, olhando para o teto. “Talvez fosse melhor ficarmos separados um do outro guardando, com carinho, o desejo de um dia nos reencontrarmos. Poderíamos viver para sempre com esse desejo em nossos corações. Um desejo a acalentar o âmago de nossos seres, mantendo acesa uma singela mas importante fonte de calor. Uma pequena chama que as palmas das mãos cuidadosamente protegem da ação do vento. Que, ao receber os ventos violentos da realidade, poderia facilmente se extinguir.”

Vinte anos eram muito tempo, mas, para um coração decidido, o tempo jamais será longo demais.

1Q84 – Livro 3, de Haruki Murakami

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

6 COMENTÁRIOS

  1. Eu adoro quotes
    alguns são bem tocantes e me fazem refletir
    esse primeiro é um deles
    eu amei

    Mil beijocas
    ⋙ ♥ Blog Livros com café

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Os livros dessa trilogia são todos cheios desses quotes "para refletir"; enquanto lia passava um tempão anotando as páginas com quotes que gostei. ^^ Se tiver a chance, leia os livros, são ótimos. Bjs.

      Excluir
  2. amei amei amei <3
    eu amo quotes! vc selecionou muito bem!
    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São mesmo especiais esses, né! Beijinhos!

      Excluir
  3. Oi Aline!
    Eu tenho que botar essa trilogia na lista de leitura! Já vi muita gente falando bem dela e esqueço sempre :~ Quando vi a primeira resenha, vi que não era nada do que eu imaginava do livro, a história chama muito a atenção! E o bom é saber que a trilogia acabou e não preciso esperar a continuação haha
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Luana, siiim, vá atrás e leia o quanto antes! Foi logo a partir do primeiro livro que já virei fã do Murakami; a trilogia é mesmo genial e, como eu disse, tive uma relação de amor e ódio com esse terceiro volume. Vale muito a pena, mas esteja preparada para não encontrar exatamente tudo o que você busca ao longo das leituras. =P Beijão!

      Excluir

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros