O amor em 7 livros | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Leituras de outubro: 4 ótimos livros (ou quase!)  Resenha da HQ: A Diferença Invisível, de Julie Dachez e Mademoiselle Caroline  Resenha: As Primeiras Quinze Vidas de Harry August
Leituras de abril

O amor em 7 livros

Alan Pauls 11 de junho de 2015 Aline T.K.M. 4 COMENTÁRIOS


Podem falar o que quiserem, mas uma coisa é certa: o amor ainda rende e sempre renderá boas histórias. Eu, particularmente, gosto de encontrar o amor nos livros. Não um amor gratuito, que está lá só para marcar presença (como já vi em um par de livros e não curti); gosto mesmo é do amor que desestabiliza, que pode ser estranho ou até mesmo doentio, ou simplesmente que pareça impossível.

Não é só na mesmice que residem as histórias de amor; aliás, é bem o contrário. Prova disso é a seleção que preparei, completamente em clima de Dia dos Namorados: 7 visões diferentes do amor em livros que gostei e que recomendo. Tem mistério, HQ, juvenil, livro fofo e história que cutuca e desconcerta... Vale a pena conferir!

1. Amor que não dá certo


Uma história leve que se torna pesada; assim é Bonsai, do chileno Alejandro Zambra. Em suas poucas páginas, adentramos a história de Julio e Emilia, uma história não muito convencional e de desfecho infeliz – revelado logo na primeira página –, onde a literatura tem importante papel. O amor, aqui, não era para ser; o casal é levado a rumos completamente diferentes. Minimalista e genial, este é um daqueles livros que dificilmente o leitor esquecerá.
Bonsai, de Alejandro Zambra. [Resenha aqui]

2. Amo o meu melhor amigo, e agora?!


Sabe aquela história de amor cheia de contratempos, com a qual o destino parece nunca querer colaborar? É o que encontramos em Simplesmente Acontece, da Cecelia Ahern. Além de melhores amigos desde sempre, Rosie e Alex se amam e levam um tempo para reconhecer esse amor. Enquanto isso, a vida lhes prega inúmeras peças e mal-entendidos, separando-os e unindo-os a outras pessoas. Mas será que eles vão perceber esses tantos erros a tempo? Livro apaixonante, e o mais legal: ele é todinho escrito em forma de cartas.
Simplesmente Acontece, de Cecelia Ahern. [Resenha aqui]

3. À primeira vista: a descoberta do amor


Clémentine ainda é adolescente quando se descobre interessada por garotas. E é aí que, atravessando a rua num dia qualquer, ela pousa os olhos em Emma, dona de uns cabelos azuis que lhe ocupam toda a visão. Pronto: este é o início de uma história movimentada, onde o desejo e os problemas falam superalto, e o amor é de uma intensidade linda. Graphic novel que inspirou o filme de Abdellatif Kechiche, Azul é a cor mais quente é um livro sobre descobertas e o amadurecer, sobre o amor verdadeiro livre de preconceitos.
Azul é a cor mais quente, de Julie Maroh. [Resenha aqui]

4. Amor proibido e temperado com assassinato


No verão de 1975, o escritor Harry Quebert tem um romance com Nola Kellergan, uma adolescente de quinze anos, pouco antes do desaparecimento da garota. Mais de trinta anos depois, o cadáver de Nola é descoberto enterrado no jardim da casa de Harry. Marcus Goldman, também escritor e amigo de Harry, se propõe a investigar o caso para provar a inocência do velho amigo e mestre; é aí que o leitor é levado a conhecer com mais detalhes a história deste romance proibido, além de se deparar com fantasmas do passado dos habitantes da cidadezinha em que tudo se desenrola... Em meio ao mistério sobre o que teria realmente acontecido a Nola, conhecemos as dores de um amor não aceito pelos demais; o sentimento é tamanho que, após tanto tempo, a imagem da garota continua viva dentro de Harry, acompanhada de um sofrimento atroz.
A verdade sobre o caso Harry Quebert, de Joël Dicker. [Resenha aqui]

5. Amor trágico


Toda a doçura do amor, como se dentro de uma bolha colorida a flutuar, nos é trazida no belo A Espuma dos Dias. Em um mundo de despreocupação, Colin e Chloé se conhecem e vivem um grande amor, o mais puro e genuíno que há. Mas a felicidade é efêmera e a tragédia não tarda a dar as caras: Chloé adoece – um nenúfar começa a crescer em seu pulmão – e a vida do casal é profundamente alterada. Livro que inspirou o filme homônimo com a linda da Audrey Tautou, A Espuma dos Dias traz um amor generoso em uma história cheia de cor e dotada de elementos surrealistas.
A Espuma dos Dias, de Boris Vian. [Resenha aqui]

6. Ah, o primeiro amor!


Marco César conhece Clarice na escola e, assim como a adolescência, o primeiro amor floresce nele. As descobertas são intensas e acontecem em ritmo desacelerado: cada passo é sonhado, desejado, saboreado. O jovem protagonista também conhece outra Clarice, a Lispector, cujas palavras se encontram aqui e ali ao longo da narrativa. Lis no Peito é poético, cheio do encanto do primeiro amor, mas também com suas decepções e tristezas. Um livro que merece ser lido.
Lis no Peito: um livro que pede perdão, de Jorge Miguel Marinho. [Resenha aqui]

7. Amor obsessivo


Rímini sai de uma relação marcada pela obsessão doentia da parte de Sofía. Ele vive outras experiências, se envolve com outras mulheres, mas a problemática ex não desaparece por completo de sua vida. Mulher que ama demais, Sofía é capaz de ir às últimas consequências para ter consigo o objeto de sua obsessão. Intenso, visceral e salpicado de arte, O Passado é um dos livros da minha lista de “a reler urgentemente”. Ah, ele inspirou o filme homônimo de Hector Babenco, com Gael García Bernal no papel principal.
O Passado, de Alan Pauls. [Saiba mais no Skoob]

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

4 COMENTÁRIOS

  1. Olá, adorei os livros! Eu amo amor nas histórias também, principalmente em um livro de guerra, e lá meio que quase improvável nasce o amor (Awwwwn) eu super adoro!
    Beijos,
    Belo Post.

    www.meusdespropositos.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também gosto muito porque essas coisas são mais ou menos como a vida real, né... às vezes, quando menos se espera, nasce algo diferente. <3
      Beijinhos!

      Excluir
  2. Oi, Aline! Eu amo livros com amor na trama! Se não tiver, acho que nem leio. rsrs

    E tem de todo tipo, né? Para todos os gostos.

    Eu curti demais as dicas, porque alguns eu nem conhecia. "A Espuma dos Dias", por exemplo me chamou muito atenção. Vou marcar no Skoob para não esquecer. Fora que tem adaptação cinematográfica com aquela atriz francesa talentosíssima. <3

    "Bonsai" eu já ouvi falar, mas não tinha sido fisgada ainda. Fui agora. Quero ler!

    "A Verdade sobre o Caso Harry Quebert" já tá na listinha, porque curto um mistério e "Simplesmente Acontece" eu tenho quer ler porque é da Cecelia, né. Eu amo as histórias que ela escreve! :D

    Bjs ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh, olha, leia Bonsai! Confere lá a resenha que eu postei, você vai ver que esse livro é diferente, vale a pena.
      A Espuma dos Dias é único. Vale ler e assistir ao filme. <3
      Ah, também amo as histórias da Cecelia! Ainda pretendo ler todos os livros dela...! Beijo!

      Excluir

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros