A Livraria 24 Horas do Mr. Penumbra [Robin Sloan] | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Filme: Um Tio Quase Perfeito  Livros recebidos em abril  Resenha + Sorteio: Quer que eu desenhe? (vol.2)
Leituras de abril

A Livraria 24 Horas do Mr. Penumbra [Robin Sloan]

Literatura norte-americana 15 de julho de 2013 Aline T.K.M. 23 COMENTÁRIOS


Desempregado, o web-designer Clay Jannon acabou arranjando trabalho em uma livraria comandada pelo excêntrico Mr. Penumbra. Lugar peculiar, que recebe a visita de apenas um pequeno grupo de clientes – e todos se dirigem às prateleiras cujos livros Clay não tem permissão para ler.
Com a ajuda de Kat Potente, que trabalha no Google (e que deposita na empresa o sentido de sua vida), do amigo de infância Neel, e também da tecnologia, Clay Jannon tentará desvendar o enigma que ronda os livros antigos da livraria e o grupo de clientes que os lê.


Basicamente, uma divertida aventurinha nerd. O pessoal familiarizado com jogos de RPG, que baixa aplicativos para absolutamente tudo, e que curte Ninja Fruit e sagas de dragões e feiticeiros, provavelmente se sentirá em casa com essa leitura. E quem sabe até se identifique com um ou outro personagem. Para quem não é muito ligado nisso tudo – incluo-me neste grupo – o livro ainda é divertido. Em ambos os casos, é bom evitar expectativas altíssimas; o livro cumpre o papel de leitura gostosa e descompromissada, e só.

O texto flui com naturalidade, quase como assistir a um episódio de alguma série ou a um filme estilo sessão da tarde. Como um amigo próximo, o narrador – que é também o protagonista – trata de sempre incluir o leitor em seus pensamentos e ações. Tal artifício deu à leitura – a meu ver – certa propriedade antitédio.

A trama bastante simples, onde a tecnologia (e seus dispositivos) ocupa papel quase central, em determinados momentos se parece a algum tipo de “ode ao Google”. A empresa é idolatrada tal qual um templo cujo deus jaz em sarcófagos conhecidos por Big Box – conjunto de containeres que são como HDs gigantescas, e que contêm uma cópia atualizada de todo o conteúdo que está na internet.
Em paralelo, deparamo-nos com uma mensagem apaixonada sobre livros e seus adoradores, numa tentativa de aceitação e de coexistência pacífica com a tecnologia.

Mas o autor escorrega feio em alguns aspectos. Pior que a personalidade oca da insossa Kat Potente, é a facilidade com que as soluções se desenrolam – de forma quase "mágica", inclusive. Se por um lado o dinamismo da leitura é preservado, por outro, o leitor é privado de compartilhar do papel de investigador, ficando reduzido a mero espectador dos fatos e ouvinte do narrador personagem. Faltou sustância ao mistério da trama.

Em suma, A Livraria 24 Horas do Mr. Penumbra distrai, sim, mas não chega a ser a maravilha prometida nos dizeres da quarta capa.

LEIA PORQUE...
As inúmeras possibilidades tecnológicas na história tornam o enredo curioso.

DA EXPERIÊNCIA...
A narrativa é ágil e o livro é daqueles que se lê rapidamente. Foi legal, mas longe de ser memorável.

FEZ PENSAR EM...
Do alto da minha ignorância tecnológica, durante a leitura fiquei me perguntando se todos aqueles “milagrinhos” da tecnologia e do Google eram mesmo reais. Mas e aí, são reais? Tudo indica que sim – confesso que não tive paciência para checar tudo.

Título: A Livraria 24 Horas do Mr. Penumbra
Título original: Mr. Penumbra’s 24-Hour Bookstore
Autor(a): Robin Sloan
Editora: Novo Conceito
Edição: 2013
Ano da obra: 2012
Páginas: 288

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

23 COMENTÁRIOS

  1. Ainda não tinha lido uma resenha desse livro, gostei ;)
    Bjs
    eternamente-princesa.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Aline, sério: amei sua resenha!
    gostei mto do livro e estou louca pra lê-lo, gosto de leituras simples e que me divirtam.
    espero que possamos interagir mais ^^

    beijos beijos e uma boa semana ;*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada! =)
      Então, a leitura é mesmo bem simples e distrai, mas não é um livro daqueles que eu recomendaria, honestamente falando...
      Um bjão e boa semana para você também.

      Excluir
  3. Nossa, eu não sabia que o livro era assim.. adorei!
    A capa é tão instigante, assim como o título.. vou ler em breve.. assim que conseguir comprá-lo rs.
    Beijos
    http://girlfreakbooks.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  4. Aline não conhecia seu blog. Achei super fofo.
    Sobre o livro, eu vi a sinopse e não me encantei por ele. Acho que tomei a decisão certa.
    Um beijo e aproveita pra visitar meu blog

    Baiana Literal
    http://tharcilalima.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Aline!

    Eu ADOREI esse livro, concordo contigo que as soluções acontecem feito mágica, eu gostei de Kat Potente queria ter uma namorada igual HAHAHAH, só não entrou para os favoritos pelo final, aquela coisa do Codex Vitae foi mais pra encher linguiça.
    Me diverti demais, principalmente pelas referências, nunca parei tanto uma leitura p pesquisar as coisas no google, até o Hadoop fui ver se existia! No geral achei isso tudo que tá na capa mesmo kkkkkkkk.

    Abs :D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ai Amanto, não consegui gostar da Kat Potente.... Tudo o que ela falava e pensava era Google, pelamordedeus!!! Mas é verdade que bate uma p* curiosidade com relação a todas as coisas tecnológicas, só tive aquela preguiça básica de pesquisar tudo hahaha.
      Bjão!

      Excluir
  7. Ah, eu terminei de ler o livro esse final de semana... e... no final das contas eu esperava outra coisa...
    Fui tão ávida por um livro diferente que nem me incomodei tanto com o fato de ser mera espectadora... porque o que eu queria não era o que encontrei.
    E realmente o Google é o personagem com maior destaque O.o hahahaha

    Beijos,
    Nanie

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nem fala, até me perguntei em determinado momento se o livro não teria sido "encomendado" pelo Google hahaha. Brincadeira, mas que o Google é tipo o "mundo perfeito" no livro, isso é...

      Excluir
  8. Eu me decepcionei bastante com a história. Principalmente pelos pontos que você comentou; a personalidade de alguns personagem e a facilidade com que tudo se resolve. Nada chega a ser realmente um mistério e um desafio, tudo é rapidamente solucionado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, Gabi, isso me desagradou, o fato dos personagens serem tão rasos, tão pouco trabalhados. Mas também é porque eu me identifico mais com leituras em que há um foco importante nos personagens.

      Excluir
  9. Olá Aline, tudo bem?!
    Pretendo colocar a resenha desse livro em breve lá no blog, mas ao contrário de ti, não gostei da história! Fiquei com mta vontade quando a Novo Conceito divulgou e logo que ele chegou comecei a ler e livro simplesmente não me prendeu... achei o suspense fraco, com personagens um tanto superficiais... enfim, me decepcionou esse livro, esperava outra coisa!
    Bjos
    Débora

    www.introducingyouabook.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Débora! Assim, achei o livro divertidinho, mas não foi tudo aquilo que eu esperava. Aliás, nem sabia direito o que esperar porque a sinopse não chega a dar uma pista exata do que vamos encontrar com a leitura. Mas sim, achei o livro bem fraquinho, fato. Bjo!

      Excluir
  10. Eu me interessei por este livro pelo título enigmático: eu não sabia o que pensar, mas achei a capa tão acolhedora, do tipo de leitura que te deixa quentinha debaixo das cobertas. Em parte, faz sentido, já que o livro é uma boa distração - mas nada muito complexo. Espero ler em breve. Às vezes também fico pensando em algumas coisas na leitura, mas nem vou pesquisar depois (a menos que seja algo muito pertubador, que não sai da minha cabeça rs).

    Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Eu me interessei por este livro pelo título enigmático: eu não sabia o que pensar, mas achei a capa tão acolhedora, do tipo de leitura que te deixa quentinha debaixo das cobertas. Em parte, faz sentido, já que o livro é uma boa distração - mas nada muito complexo. Espero ler em breve. Às vezes também fico pensando em algumas coisas na leitura, mas nem vou pesquisar depois (a menos que seja algo muito pertubador, que não sai da minha cabeça rs).

    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Que bom que tu gostou do livro! Ele tem umas coisas que não curti muito, mas no geral foi uma leitura gostosa.. Tem mistérios, o que gosto muito!!!!

    Beijinhos ♥
    www.intheskyblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  13. Eu também me interessei pelo livro por causa da capa e titulo, quando vi livraria pensei "sou eu" kkkkkkkk.

    Li algumas resenhas negativas, mas no geral falam que o livro é só bom. Como são poucas pgs, devo ler logo também.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É mediano, legalzinho, mas fica ali na média. Melhor não esperar tanto dele assim, e encarar como uma leitura leve e curiosa. Beijinho!

      Excluir
  14. Eu curti o livro e sempre falo p/ o povo q ele é legal, puxa umas coisas diferentes mas não achem q vai ser algo do outro mundo. É algo q td mundo começa a achar qdo o livro é bem falado.
    Curti as coisas do Google, mas tbm fiquei me perguntando se é td isso mesmo...rs

    Andy_Mon Petit Poison

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É exatamente isso, o livro é legalzinho, mas nada que vá mudar a vida de alguém. Bem na média...
      Um beijão, Andy!

      Excluir
  15. Aline, esse deve ser um daqueles livros que atraem os fanáticos por livros, tanto pelo nome quando pela capa. Só a mim pelo menos já chama atenção. Bem marketing mesmo, bem como se parece o enredo. Vejo muita gente falando que não gostou ou não se surpreendeu com esse livro. confesso que não tenho curiosidade nenhuma em ler - até por que me considero um tanto por fora dessas avançadas tiradas tecnológicas - mas gostei da resenha :) Um abraço!

    De Frente com os Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Clóvis, de fato, esse livro brilha aos olhos dos bookaholics, e ele até diverte, mas não surpreende mesmo. Eu sou bem por fora quando o assunto é tecnologia hahaha, mas achei essa parte bem curiosa no livro, foi o que manteve o ritmo da história, na minha opinião.

      Excluir

Segue @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros