A trama do casamento [Jeffrey Eugenides] | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Resenha: Sopa de Lágrimas, de Gilbert Hernandez  3 hábitos musicais de hoje e da minha adolescência  My Little Pony – O Filme: 4 motivos para assistir
Leituras de abril

A trama do casamento [Jeffrey Eugenides]

Anos 80 23 de novembro de 2012 Aline T.K.M. 4 COMENTÁRIOS

Início dos anos 80. Madeleine Hanna adora ler, está prestes a se graduar em Letras e sua monografia trata de romances de casamento estilo Jane Austen. Ironicamente, ela vive uma espécie de triângulo amoroso, dividindo-se entre um cara cheio de problemas e outro cheio de dúvidas (que é, ainda por cima, seu grande amigo). Mitchell Grammaticus imerge em questões existenciais. Leonard Bankhead luta com o mundo e, principalmente, consigo mesmo. Um retrato de uma geração desiludida e plena de incertezas no mundo pós-moderno.

Uma leitura que pode ser encarada através de múltiplos ângulos. O deslocamento dos romances de casamento, do amor romântico, para a contemporaneidade através do triângulo Mitchell-Madeleine-Leonard é um atrativo da trama. As diferenças são claras, mas, ao mesmo tempo, há mais semelhanças do que imaginamos. O amor devoto e idealizado da parte de Mitchell, o problemático e racional Leonard, Madeleine como a mocinha dividida (e não só no amor, aliás).

As aulas de semiótica frequentadas por Madeleine e Leonard Bankhead enriquecem o próprio tema do livro. Porém, no decorrer da história, essa parte toda centrada na trama de casamento acaba ficando dispersa, tornando-se coadjuvante. (Mais ou menos como se a narrativa fosse recheada de extensos parênteses.) Contudo, o livro não deixa de ser delicioso em momento algum.

Um olhar atento aos três personagens-chave revela jovens recém-formados com uma intensa busca em comum: a busca por si próprio, por uma identidade. Como parte essencial de tal busca, Maddy, Leonard e Mitchell testam seus limites. Até onde é possível – ou plausível – ir em nome do que se acredita? A superproteção parental, o amor platônico, a psicose maníaco-depressiva (a qual Leonard chama “a Doença”), as incertezas quanto ao papel da religião na própria vida... Os obstáculos enfrentados se mostram fundamentais na trajetória dos personagens.

LEIA PORQUE...
Cada personagem é trabalhado com maestria – especialmente Leonard Bankhead. Os questionamentos pessoais e profissionais do trio de personagens causam por vezes a sensação de nos encararmos no espelho.
Além de tudo, Jeffrey Eugenides é o autor do aclamado As virgens suicidas (que, aliás, morro de vontade de ler por ter gostado tanto da adaptação por Sofia Coppola).

DA EXPERIÊNCIA...
A trama do casamento foi uma leitura gostosa e que, ao mesmo tempo, fez pensar. Além de me dar uma enorme vontade de ler mais livros do autor – a narrativa do Eugenides me encantou. Mesmo a empolgação nas descrições mais aprofundadas da semiótica e das leveduras (isso mesmo, leveduras, biologia) me agradaram.

FEZ PENSAR EM...
Bandas oitentistas. A volta do Lollo, o chocolate fofinho da Nestlé (sério, tão nostálgico!). Como é bom explorar lugares desconhecidos – a mochilagem do Mitchell é bem legal!

Título: A trama do casamento
Título original: The marriage plot
Autor(a): Jeffrey Eugenides
Editora: Companhia das Letras
Edição: 2012
Ano da obra: 2011
Páginas: 440

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

4 COMENTÁRIOS

  1. Adoro bandas da década de 80, os som é perfeito e se o livro as faz lembrar deve ser muito bom mesmo.
    Achei interessante o livro tratar de um assunto tão sério como o casamento através de jovens.

    Já estou te seguindo também, bjos!

    Livro Nas Mãos
    http://livronasmaos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Não conhecia este livro.. parece ser um livro bem bacana :)
    Parabéns pela resenha!
    Beijo
    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Foi pra minha lista de desejados.
    Parece o tipo de livro que me agrada. Adoro triângulos amoroso na literatura e no cinema. Questionamentos sobre o amor me agradam.

    Beijos,

    Carissa
    http://artearoundtheworld.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Adorei! Não conhecia, vou colocar na minha listinha para uma futura aquisição!

    Beijo

    ResponderExcluir

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros