Morra, Amor: pesado e visceral, livro da argentina Ariana Harwicz traz maternidade longe de idealizações | Resenha | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Live: Após o Anoitecer  Resenha: Rinha de Galos  Resenha: Polina
Semana do Consumidor Amazon | Livros

Morra, Amor: pesado e visceral, livro da argentina Ariana Harwicz traz maternidade longe de idealizações | Resenha

Ariana Harwicz 10 de janeiro de 2021 Aline T.K.M. Nenhum comentário

Morra, Amor: pesado e visceral, livro da argentina Ariana Harwicz traz maternidade longe de idealizações | Resenha

É possível não amar o próprio filho?

A pergunta acima martela na cabeça do leitor o tempo todo durante a leitura de Morra, Amor. O livro de Ariana Harwicz mergulha na mente de uma mulher que experimenta sentimentos como desespero, arrependimento, repulsa, solidão – todos eles voltados ao marido e ao filho, ainda um bebê.

Pesado no conteúdo e peculiar na forma, Morra, Amor pode não ser um livro para todo mundo. Mas, para aqueles que curtem leituras cruéis e longe de idealizações, eu digo: se joguem e estejam preparados para o tranco!


ASSISTA NO YOUTUBE | SE INSCREVA NO CANAL


Em tempo: a Editora Instante lançou há uns meses o segundo volume da trilogia da paixão, da Ariana Harwicz, chamado A Débil Mental (já na minha fila de leitura!).

Lembrando que os livros da trilogia (iniciada por Morra, Amor) são avulsos e podem ser lidos de forma independente. Fazem parte dessa trilogia por estarem conectados por um mesmo tema: a relação entre mães e filhos.


Livro Morra, Amor


Onde comprar: Amazon

Título: Morra, Amor
Título original: Mátate, Amor
Autor(a): Ariana Harwicz
Tradução: Francesca Angiolillo
Editora: Instante
Edição: 2019
Ano da obra: 2012
Páginas: 144

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 11 anos e se dedicar a este projeto é uma das coisas que mais ama fazer, além de estar em contato com os mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por cinema, viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

Nenhum comentário

Parceiros