‘Cemitério Maldito’: nova adaptação do livro de Stephen King une bons sustos e introspecção, e entrega o que promete | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Resenha: Duplo Eu  Resenha: Confissões do Crematório, de Caitlin Doughty  Resenha: O Cemitério, de Stephen King
Semana do Consumidor Amazon | Livros

‘Cemitério Maldito’: nova adaptação do livro de Stephen King une bons sustos e introspecção, e entrega o que promete

Adaptação 7 de maio de 2019 Aline T.K.M. Nenhum comentário

Filme Cemitério Maldito: nova adaptação do livro de Stephen King une bons sustos e introspecção, e entrega o que promete | Cinema

Se você, assim como eu, foi criança nos anos 90, provavelmente deve ter curtido – ou ficado aterrorizado – com o filme Cemitério Maldito, de 1989, nas sessões da tarde da vida.

Pois bem, 2019 é o ano do livro homônimo de Stephen King ganhar uma nova adaptação. Cemitério Maldito (Pet Sematary) só não tem Ramones, embora a música icônica ainda faça parte da trilha sonora, agora interpretada pela banda Starcrawler. A direção é de Kevin Kölsch e Dennis Widmyer, e o filme estreia esta semana no cinema.

Filme Cemitério Maldito: nova adaptação do livro de Stephen King une bons sustos e introspecção, e entrega o que promete | Cinema

O dr. Louis Creed (Jason Clarke) se muda com a esposa Rachel (Amy Seimetz) e os dois filhos para o Maine. Ellie (Jeté Laurence), a filha mais velha, descobre um curioso cemitério de animais de estimação nas cercanias de sua nova casa, e é lá que conhece o vizinho solitário, Jud Crandall. Mas, perto dali, um misterioso cemitério indígena guarda segredos terríveis.

Quando uma tragédia abala a família Creed, Louis e Jud acabam por mexer com algo que trará as consequências mais perversas.

Filme Cemitério Maldito: nova adaptação do livro de Stephen King une bons sustos e introspecção, e entrega o que promete | Cinema

Com narrativa bem construída, o filme não aposta apenas nos bons sustos, mas também se preocupa com o aspecto introspectivo e psicológico, com os medos e dramas pessoais dos personagens, o que dá corpo e sustenta o significado das sequências de maior tensão.

A discussão sobre a morte e o fato do casal se dividir em crenças diferentes é um ponto bastante interessante, bem como, e principalmente, as dúvidas sobre como abordar o tema com a filha mais velha, Ellie, interpretada pela ótima Jeté Laurence. Tudo isso traz a necessidade exagerada da mãe de proteger uma criança que já não é pequena do rumo inevitável da vida. E, claro, traz também a questão da inocência, que é perdida no decorrer dos acontecimentos; e é o pai, mais cético, quem tem dificuldade de aceitar que a garotinha Ellie já não é mais a mesma após a tragédia que recai sobre a família.

Filme Cemitério Maldito: nova adaptação do livro de Stephen King une bons sustos e introspecção, e entrega o que promete | Cinema

Cemitério Maldito não deixa nada a desejar, inclusive quanto à mudança determinante em relação ao filme de 1989. Se o mergulho no drama envolvendo a família fosse mais profundo, seria muito bem-vindo, mas de forma alguma dá para reclamar do que o longa entrega ao espectador.

Filme Cemitério Maldito: nova adaptação do livro de Stephen King une bons sustos e introspecção, e entrega o que promete | Cinema

Concluindo o filme com um irresistível tom bem-humorado, o desfecho é toda uma atração e não poderia ser mais justo. Ou seja, para quem curte um bom terror, nutre sentimentos nostálgicos quanto ao primeiro filme (mas não naquele grau de apegação nível hard), e é fã da literatura do mestre Stephen King, Cemitério Maldito é uma boa pedida, sim!

TRAILER E INFOS




Cemitério Maldito (Pet Sematary) – 101 min.
EUA | 2019
Direção: Kevin Kölsch e Dennis Widmyer
Roteiro: Jeff Buhler, Matt Greenberg, baseado no livro de Stephen King
Elenco: Jason Clarke, Amy Seimetz, John Lithgow, Jeté Laurence, Lucas Lavoie, Hugo Lavoie, Alyssa Brooke Levine, Naomi Frenette, Obssa Ahmed, Maria Herrera, Frank Schorpion

Estreia: 9 de maio

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 9 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

Nenhum comentário

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Editoras Parceiras