4 motivos para ver O Jantar, filme do livro de Herman Koch | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Livros recebidos em setembro  Resenha: O Grande Dia, de Blásquez Figueroa  Leituras de setembro
Leituras de abril

4 motivos para ver O Jantar, filme do livro de Herman Koch

Adaptação 7 de setembro de 2017 Aline T.K.M. Nenhum comentário

Cinema: 4 motivos para ver O Jantar, filme do livro de Herman Koch

Sabe aquele filme que você vai ver com uma expectativa imensa e com um medo horrendo de se decepcionar? Foi este o meu estado de espírito ao entrar na sala do cinema para assistir a O Jantar, de Oren Moverman – a adaptação do best-seller homônimo de Herman Koch.

O filme estreia hoje e traz a disputa entre dois casais durante um jantar em um restaurante sofisticado.

Cinema: 4 motivos para ver O Jantar, filme do livro de Herman Koch

Stan Lohman (Richard Gere) é um candidato a governador bastante popular. Quando ele convida a esposa Katelyn (Rebecca Hall), o irmão mais novo Paul (Steve Coogan) e sua esposa Claire (Laura Linney) para um jantar em um elegante restaurante, uma noite regada a tensão e conflitos se anuncia.

Problemático, obcecado e ressentido com o irmão desde criança, Paul é sarcástico e se mostra sempre disposto a atacar os demais. No entanto, todos parecem saber mais do que aparentam, e tentam a todo custo evitar o assunto principal da noite.

Na realidade, este jantar é só um pretexto para que os dois casais possam conversar sobre seus filhos. Adolescentes, os garotos são amigos e se envolveram em um incidente bastante delicado. Conforme a noite – e os pratos – vai passando, os ânimos esquentam, os relacionamentos se fragilizam e a real natureza de cada uma dessas pessoas vai sendo revelada.

Cinema: 4 motivos para ver O Jantar, filme do livro de Herman Koch

O Jantar é um filme incrivelmente tenso! Ainda não sabe se tá a fim de assistir? Confere só esses 4 motivos para ir ao cinema neste feriadão:

1. FOI INSPIRADO NO LIVRO DO HERMAN KOCH

O Jantar foi inspirado no livro homônimo do holandês Herman Koch. Cara, o livro é um thriller psicológico bem perturbador, e aqui vai uma boa notícia: o filme é tão soco no estômago quanto o livro!

Não conhece o livro? Olha a resenha dele aqui – e resista se puder!

2. É A SEGUNDA ADAPTAÇÃO DO LIVRO

Este, na verdade, é o segundo filme do livro. O primeiro é o holandês Het Diner (em português, O Jantar), dirigido por Menno Meyjes e lançado em 2013. Eu, particularmente, achei o filme holandês mais frio, digamos assim; gostei mais. Mas o filme americano também é muito, muito bom – senão eu não estaria aqui escrevendo motivos para assisti-lo. Enfim, esta história é tão boa que foi adaptada duas vezes.

Além disso, a trama é daquelas cheias de reviravoltas, que faz a gente sentir raiva dos personagens – não tem um que se salva ali! – e que dá pano para muitas reflexões.

3. TRILHA SONORA VARIADA E ABUNDANTE

Eclética, a trilha sonora inclui Bob Dylan, Antony and the Johnsons, Philip Glass, Firewater, Nico, White Magic, Leonard Cohen e Savages.

4. PARA QUEM CURTIU “DEUS DA CARNIFICINA”

O Jantar tem uma vibe à la Deus da Carnificina. Ou seja, se você curtiu o filme do Polanski, com certeza vai curtir este aqui. Pessoas levadas ao seu limite, fronteira entre o certo e o errado bem enevoada, egocentrismo e as verdades grotescas que as pessoas escondem entre quatro paredes; enfim, é disso que a gente gosta, beibeee!

TRAILER E FICHA TÉCNICA


Dois casais se encontram em um elegante restaurante para um jantar. Enquanto a comida vai e vem, eles começam a conversar, passando por banalidades da vida até assuntos mais complicados. A discussão chega ao seu limite quando falam sobre seus filhos adolescentes, dois rapazes que estão envolvidos em uma complicada investigação policial.



O Jantar (The Dinner) – 120 min.
EUA – 2017
Direção: Oren Moverman
Roteiro: Oren Moverman, baseado no livro de Herman Koch
Elenco: Richard Gere, Steve Coogan, Laura Linney, Rebecca Hall, Adepero Oduye, Charlie Plummer, Seamus Davey-Fitzpatrick, Chloë Sevigny

Estreia: 7 de setembro

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

Nenhum comentário

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros