Por que você vai amar As Duas Irenes, filme que estreia esta semana nos cinemas | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Livros recebidos em setembro  Resenha: O Grande Dia, de Blásquez Figueroa  Leituras de setembro
Leituras de abril

Por que você vai amar As Duas Irenes, filme que estreia esta semana nos cinemas

Adolescência 11 de setembro de 2017 Aline T.K.M. 2 COMENTÁRIOS

Filmes | Por que você vai amar As Duas Irenes, que estreia esta semana nos cinemas

Amo ir ao cinema conferir alguma produção nacional – quase sempre saio surpreendida e tocada pelo filme. Desta última vez não foi diferente. As Duas Irenes, o primeiro longa de Fabio Meira, que estreia nesta quinta-feira (14), me conquistou pela delicadeza e pelo tom, situado em algum lugar entre a doçura infantil e as tempestades da juventude.

Ambientado em uma cidadezinha interiorana de décadas passadas, o filme conta a história de Irene (Priscila Bittencourt), uma menina que 13 anos que descobre que o pai (Marco Ricca) tem outra família e uma outra filha da mesma idade, também chamada Irene (Isabela Torres).

Filmes | Por que você vai amar As Duas Irenes, que estreia esta semana nos cinemas

A garota, tomada pelos sentimentos mais diversos e ainda pouco compreendidos, começa a se aproximar dessa outra Irene – sua meia-irmã – sem, no entanto, lhe revelar a verdade. Tão diferentes uma da outra, elas acabam desenvolvendo uma bonita relação de amizade e cumplicidade, enquanto vivem as descobertas do início da adolescência.

Se você é um cinéfilo ou cinéfila de alma mais sensível, que se delicia com os menores detalhes, com silêncios, com olhares curiosos e com segredos, tem tudo para gostar deste filme. Separei logo abaixo alguns tópicos bem bacanas para mostrar – e te convencer de vez – por que você vai amar As Duas Irenes!

Filmes | Por que você vai amar As Duas Irenes, que estreia esta semana nos cinemas

A trama toda se desenrola a partir do olhar e das experiências da Irene da família principal, como num romance de formação. Filha do meio – ela tem mais duas irmãs – e na porta de entrada da adolescência, ela parece deslocada no mundo e dentro da própria casa.

Ao descobrir a outra Irene – e a vida dupla do pai –, ela experimenta sentimentos variados da maneira mais pura e bruta que um ser humano ainda em formação pode vivenciar. Raiva, inveja, ciúme, incompreensão. Irene passa por tudo isso e ainda tem de lidar com as questões próprias da idade.

Entretanto, encontra na outra Irene uma grande companheira, alguém que irá ajudá-la a sair do casulo, a abrir-se para o mundo e a encontrar a própria identidade. O desfecho desta história é perfeito e acontece quase como uma brincadeira, fazendo jus ao olhar maroto, mas já consciente, das duas meninas.

Filmes | Por que você vai amar As Duas Irenes, que estreia esta semana nos cinemas

A história do filme foi inspirada na própria família do diretor e roteirista, Fabio Meira. Aos 13 anos, em uma brincadeira inocente – o jogo do anel, que os personagens fazem na cena do aniversário do Tonico, o pai das garotas –, ele descobriu que o avô tinha outros filhos fora do casamento e que tinha duas filhas com o mesmo nome.

Anos depois, já adulto, ele decidiu fazer um filme sobre o que poderia ter acontecido caso sua tia tivesse tido interesse em conhecer a outra menina, sua meia-irmã que levava o mesmo nome que ela. Além disso, Meira diz que muito da construção dos personagens da casa principal foi baseada em seus avós e tias, e que a Irene da família principal tem muito de sua tia e também de si mesmo.

Filmes | Por que você vai amar As Duas Irenes, que estreia esta semana nos cinemas

A temática do filme até poderia abrigar um drama familiar mais carregado, mas a leveza foi uma escolha superacertada aqui. A descoberta e o sentimento de traição causam confusão na cabeça de uma garota tão nova? Sim. Mas, apesar de tudo, o que predomina é o frescor da amizade e das experiências juvenis entre as meninas. É, acima de tudo, uma história sobre descobertas e amadurecimento, sobre cumplicidade e sobre encontrar a própria identidade.

Filmes | Por que você vai amar As Duas Irenes, que estreia esta semana nos cinemas

A história se passa em uma cidadezinha do interior, em um tempo não exatamente explicitado, mas que dá dicas por meio das vestimentas e da trilha sonora. Essa “inexatidão” amplia os horizontes da história, que retrata uma situação recorrente na América Latina por conta do machismo ainda tão entranhado na sociedade.

Por outro lado, o que eu quero dizer com isso é que, por uma hora e meia, mergulhamos num mundo sem celulares e tecnologias, onde as meninas usam saias rodadas e cantarolam “Banho de Lua”, e os adolescentes se divertem nadando no rio ou pegando um cinema – o único do local, onde um buraco no muro faz as vezes de bilheteria – para trocar beijos com as garotas e garotos de que estão a fim. Dá aquela nostalgia esquisita de um algo, uma época, que não vivemos, sabe?

Filmes | Por que você vai amar As Duas Irenes, que estreia esta semana nos cinemas

Todas as personagens infantojuvenis de destaque são garotas e isso diz muito sobre a atmosfera do longa. Meninas carregam um universo vasto dentro de si, são fortes e duronas, mas também trazem uma delicadeza ímpar no olhar, na maneira de conceber o mundo. São desde sempre pequenas mulheres, em todos os sentidos.

TRAILER E FICHA TÉCNICA


Irene, 13 anos, descobre que o pai tem uma segunda família e outra filha de sua mesma idade, também chamada Irene. Sem que ninguém saiba, ela se arrisca para conhecer a menina e acaba descobrindo uma Irene completamente diferente dela.



As Duas Irenes – 89 min.
Brasil – 2017
Direção: Fabio Meira
Roteiro: Fabio Meira
Elenco: Priscila Bittencourt, Isabela Torres, Marco Ricca, Susana Ribeiro, Inês Peixoto, Teuda Bara, Maju Souza, Ana Reston

Estreia: 14 de setembro

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

2 COMENTÁRIOS

  1. Ótima resenha, estou morrendo de curiosidade! Lindo Blog. Parabéns! =) Já vou sentar, tomar um café e ficar por aqui.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie, que bacana ter sua visita por aqui e saber que você gostou do blog! <3 Olha, esse filme é de uma delicadeza sem igual, se puder assista! Um beijão!

      Excluir

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros