Resenha: Todo Mundo Vê Formigas, de A.S. King | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Resenha: Sopa de Lágrimas, de Gilbert Hernandez  3 hábitos musicais de hoje e da minha adolescência  My Little Pony – O Filme: 4 motivos para assistir
Leituras de abril

Resenha: Todo Mundo Vê Formigas, de A.S. King

A.S. King 9 de agosto de 2017 Aline T.K.M. Nenhum comentário

Resenha do livro Todo Mundo Vê Formigas, de A.S. King

Um adolescente de 15 anos que é vítima de bullying desde a infância; pais que fingem nada estar acontecendo e que vivem imersos em outras atividades para não ter de confrontar os próprios problemas; uma ferida ainda não cicatrizada na família. Isso tudo soa familiar? Pois bem, esta é uma história comum, que pode estar acontecendo logo ali ao lado, ou até mesmo com você.

Estou falando do livro Todo Mundo Vê Formigas, um YA que é impossível não amar. Eu disse lá em cima que esta é uma história comum, e é verdade. Só que a maneira como a autora A.S. King resolveu contá-la, definitivamente, não tem nada de comum. Na verdade, eu diria que ela foi bem genial.

Em primeira pessoa, Lucky Linderman divide seus problemas com o leitor – acredite, não são poucos. Começando pelo fato de ele estar com 15 anos, e esta é uma idade ingrata e nada fácil. Além disso, desde os 7 anos ele sofre nas mãos de Nader McMillan, o valentão da sua escola, que o persegue até hoje.

Seus pais são um caso à parte. O pai é um chef de cozinha e tudo o que ele faz, pensa, fala e respira tem a ver com comida e com o restaurante onde trabalha – e onde passa a maior parte do tempo. Ele faz de tudo para evitar encarar os problemas de frente. É como uma tartaruga que, na primeira oportunidade, se esconde dentro do casco.

Sua mãe parece ser mais atenta às coisas, mas também não enfrenta os seus conflitos pessoais e conjugais. Ao invés disso, prefere passar horas e mais horas nadando – um hobby que se tornou necessidade vital. Ela é como uma lula, passa o dia todo na água.

E Lucky... Bom, Lucky vê formigas. Elas estão lá o tempo todo, como um alívio cômico, mas também como a representação de seus problemas. E todo mundo tem problemas, ninguém está livre deles. De fato, todo mundo vê formigas.

Os pais de Lucky sabem que ele é vítima de bullying, mas preferem ignorar o assunto, como se o simples fato de não falar sobre ele tivesse o efeito de diminuí-lo ou, ao menos, não constranger o filho. Diante da passividade de seus pais e por se sentir de mãos atadas, Lucky apenas tenta evitar estar no mesmo ambiente que Nader. Nem sempre isso dá certo.

No entanto, tem um momento do dia em que Lucky pode colocar para fora tudo o que tem guardado dentro de si, canalizar as suas preocupações e suas energias em uma verdadeira aventura. E este momento é durante a noite, em seus sonhos diários, nos quais se embrenha pela selva para resgatar o avô da prisão no Vietnã. Apesar de nunca ter sucesso nessa empreitada, ali Lucky é forte, é corajoso e enfrenta as coisas. E tem diálogos inspiradores com o avô. Nessas horas, a trama adquire ares meio fantásticos que, inclusive, chegam a ultrapassar os sonhos!

Essa história com o avô é, na verdade, decorrente de um trauma em sua família. O avô desapareceu durante a Guerra do Vietnã. Seu corpo nunca foi encontrado, mas ele também nunca retornou. Sua avó vivia para as campanhas em busca do marido, enquanto as autoridades queriam dá-lo por morto. Já o pai de Lucky nunca o conheceu, e viveu com essa lacuna a vida toda.

Todo Mundo Vê Formigas é incrível por trazer questões reais e bastante sérias, e tratá-las com frescor, de um jeito mais leve, mas sem diminuir suas dimensões. É um livro que fala sobre a adolescência, sobre amadurecer e enfrentar os próprios problemas, sobre família.

Em um mundo que o deixa encurralado e dentro de uma casa onde cada um parece se fechar em seu mundo particular, Lucky acaba percorrendo toda uma trajetória até perceber que ele próprio é o verdadeiro dono de sua vida. Cabe a ele enfrentar os próprios problemas e medos, e, assim, libertar a si mesmo.

Claro que ele não vai fazer tudo isso sozinho. Sua jornada inclui uma viagem não muito desejada, descobertas um pouco duras, e traz também novos amigos que farão toda a diferença e com quem ele aprenderá muito. Amigas, na verdade. Dentre elas, uma garota que também vive numa espécie de inferno particular – é aprisionada pela beleza e pelo trabalho como modelo, imposto por sua mãe. Ela e as amigas se dedicam às escondidas para ensaiar e apresentar a peça Os Monólogos da Vagina – praticamente, um manifesto girl power.

Com delicadeza, personalidade e humor, Todo Mundo Vê Formigas é aquele livro que eu recomendaria para todo mundo, todo mundo mesmo. A.S. King conduz a trama e o protagonista de um jeito que faz com que a gente se identifique – não importa se você tem 30 anos ou 15, a história vai dialogar com você em algum momento.

E o melhor: o livro nos leva a olhar os problemas sob um ângulo diferente. Afinal de contas, não dá para passar a vida toda fugindo deles. As formigas estão aí, você pode ignorá-las e não fazer nada. Ou você pode assumir que elas existem e buscar uma maneira para que elas não te afetem, superá-las. A escolha é unicamente sua.

LEIA PORQUE

O livro é recheado de elementos que vão agradar diversos tipos de leitores e aborda assuntos importantes de um jeito nada convencional. Traz metáforas divertidas enquanto faz refletir. Se você gosta de literatura YA, não pode deixar de ler!

DA EXPERIÊNCIA

Foi meu primeiro contato com a autora A.S. King e amei a leveza da escrita dela, a trama espirituosa, os personagens marcantes. Tudo! Com certeza, os demais livros dela já estão na minha fila de leitura.

FEZ PENSAR

Bullying é um tema sério e nem sempre os adolescentes conseguem reunir a força necessária para superá-lo e dar um basta na situação. Nem sempre as vítimas têm alguém em quem se apoiar – um amigo, um familiar com quem desabafar. Às vezes, as consequências podem ser drásticas, como no livro e na série Os 13 Porquês. AQUI, aponto uma lista de livros para quem curtiu a série, e que também podem ser bacanas para quem curtiu Todo Mundo Vê Formigas.


Capa do livro Todo Mundo Vê Formigas

Onde comprar: Amazon

Título: Todo Mundo Vê Formigas
Título original: Everybody Sees the Ants
Autor(a): A.S. King
Tradução: Marcelo Salles
Editora: Gutenberg
Edição: 2016
Ano da obra: 2011
Páginas: 240

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

Nenhum comentário

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros