Livro + filme: Billy Elliot | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Filme: Um Tio Quase Perfeito  Livros recebidos em abril  Resenha + Sorteio: Quer que eu desenhe? (vol.2)
Leituras de abril

Livro + filme: Billy Elliot

Ballet 30 de julho de 2015 Aline T.K.M. 7 COMENTÁRIOS


É hora de falar sobre um filme que eu amo e que inspirou um livro que eu ainda não li – mas tenho quase certeza de que eu iria amar. Falo de Billy Elliot! E é isso mesmo, vocês não leram errado, foi o filme que originou o livro e não o contrário, como é mais comum acontecer.

Bem... é verdade que tenho dois pés atrás com relação a livro baseado em filme, mas preciso desapegar dessa ideia, que só existe por causa de um trauma literário ocorrido na primeira e única vez que li um livro inspirado em filme, que foi Branca de Neve e o Caçador (ô livrinho estranho esse...).

No caso de Billy Elliot penso que seria diferente. O livro é baseado no roteiro original de Lee Hall e, pelo que andei lendo por aí, no geral mantém-se fiel ao filme de Stephen Daldry. Uma coisa interessante é que, no livro, Melvin Burgess também mergulha de cabeça nos outros personagens, possibilitando que o leitor compreenda seus pensamentos, sentimentos e o que os motiva.

Sobre o filme, nem preciso falar nada, né?!?! Quem assistiu tem que concordar comigo que é apaixonante! Um garoto de 11 anos que, em meados da década de 80, se apaixona pelo ballet clássico e resolve se dedicar ao desenvolvimento do seu talento, contrariando pai e irmão. Ao mesmo tempo a época é difícil, há conflitos e revolução envolvendo os trabalhadores das minas de carvão da cidade. A história também virou um musical de sucesso, com músicas de Elton John, que este ano revelou ter planos para um novo filme, desta vez uma adaptação do espetáculo Billy Elliot the Musical.



Para mim, pessoalmente, o filme é muito especial porque fala sobre ballet. Já fiz ballet e desde os meus catorze anos pratico dança (já passei por várias modalidades). O ballet clássico, depois de fazer alguns anos, parar, voltar, parar e voltar de novo, acabei deixando de lado. Amo e acho lindo, e talvez no futuro é bem provável que eu volte a fazer por hobby. Mas optei por deixar há um tempo porque era doloroso para mim ter essa vontade imensa de me formar no ballet e seguir essa área e, ao mesmo tempo, me desmotivar por muitos motivos, como o fato de ter começado mais tarde e ter desistido tantas vezes (o que acaba limitando o corpo, de certa forma), e não ter tempo integral para me dedicar a isso como a gente costuma ter quando é criança/adolescente. E aí, no fim, a dança em geral virou um hobby mesmo, faço porque gosto e não vivo sem. #momentodesabafo

Quebrando tabus e falando de sonhos e obstáculos, Billy Elliot é uma história que todo mundo deveria conhecer, seja em filme ou em livro. Se for nos dois, melhor ainda!

LIVRO: Billy Elliot, de Melvin Burgess (baseado no roteiro original de Lee Hall), WMF Martins Fontes.


SINOPSE: Billy Elliot mora em uma pequena cidade no norte da Inglaterra cujo principal meio de sustento das famílias são as minas de carvão. O pai do garoto quer que ele siga seus passos e aprenda a lutar boxe, mas Billy tem outros planos.

Fascinado pelo ballet, ele descobre um talento nato para a dança e, incentivado às escondidas por uma professora do lugar, Billy está determinado a caminhar para um futuro diferente daquele que o pai espera para ele.
FILME: Billy Elliot (dirigido por Stephen Daldry, Reino Unido, 2000)
Trailer original, não encontrei legendado. =/


Quem aí já viu o filme e ama de paixão? Se alguém já leu o livro, me contei mais sobre, se é mesmo tão bom quanto parece!

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

7 COMENTÁRIOS

  1. Agora fiquei com vontade de ler o livro. Acho esse filme incrível!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sou apaixonada por esse filme e um dia gostaria de assistir ao musical. O livro continua ali na wishlist hehehe.

      Excluir
  2. Olá! Me chamo Suellen e escrevo no blog Um Simples Prazer. Final do ano passado eu tinha que ter finalizado um Book Tour, porém, tive problemas e deixei um pouco de lado. Agora pretendo terminá-lo pois tenho mais coisas do blog para organizar. Preciso de 6 blogueiros para participar e até agora tenho duas confirmadas. Abaixo deixei o link do post que fiz e se você se interessar, por favor, falar nos comentários com os dados pedidos para que eu possa entrar em contato.

    http://umsimplesprazer.blogspot.com.br/2014/11/book-tour-grito-paulo-guerra.html

    Aguardo seu retorno. *-*

    ResponderExcluir
  3. Oi querida,
    Eu adoro esse filme. Lembro que assisti uma duas ou três vezes e é sempre maravilhoso. Muito tocante e delicado.
    Ainda não li o livro, mas fiquei bem curioso quando soube. Eu não tenho problema com livros baseados em filmes, já li alguns bons, mas sobre "Branca de neve e o caçador" eu também não tive uma experiência muito boa.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse filme é lindo, muito delicado mesmo. Não saberia muito o que esperar do livro, sabe, mas li na internet que é bem fiel ao roteiro do filme, tirando alguns acontecimentos mais para o desfecho, e que as alterações foram bem positivas para o livro. Enfim, também fiquei curiosa! Eu amo muito essa história e também tenho uma vontade imensa de um dia assistir ao musical em Londres - quando tive a chance de ver um musical lá acabei optando por Wicked, que eu tinha mais vontade ainda. Beijos.

      Excluir
  4. Em q ano começou a guerra no filme

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na verdade o filme se passa durante a greve dos mineiros, em 1984/1985, segundo minha rápida googlada. ;-)

      Excluir

Segue @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros