Os Lemmings e Outros [Fabián Casas] | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Resenha: Sopa de Lágrimas, de Gilbert Hernandez  3 hábitos musicais de hoje e da minha adolescência  My Little Pony – O Filme: 4 motivos para assistir
Leituras de abril

Os Lemmings e Outros [Fabián Casas]

Carlito Azevedo 10 de fevereiro de 2014 Aline T.K.M. 5 COMENTÁRIOS

Imagem por jglsongs

Narrado em primeira pessoa, Os Lemmings e Outros brinca com a memória ao apresentar algo semelhante a contos autobiográficos. Digo semelhante porque, ainda que o próprio narrador confesse – não sem deboche, diga-se de passagem – que “tudo o que se vai narrar aqui é absolutamente verídico”, a atmosfera de cada uma das narrativas permanece numa meia nebulosidade. Algum lugar entre a ficção e a vida real; e é aí que reside a alma do livro.

Conhecemos um protagonista que é o mesmo, ainda que seu nome se altere entre os contos, e vemos repetidamente seus amigos de infância. Isso enquanto imergimos na sórdida constatação da passagem do tempo no bairro argentino de Boedo, entre o fim dos anos 70 e o início dos 80.

Como que saídos de lendas, esses jovens amigos se faziam crer invencíveis – e não só quando se reuniam, ainda moleques, para jogar conversa fora e curtir um barato com Talasa, o xarope para os brônquios que um deles precisava tomar. Enfim, não a invencibilidade literal, mas aquela que vive no seio de todo grupo, que de certa forma une seus integrantes para além do tempo e da distância.

O passar do tempo se revela também através da evocação de algumas figuras importantes - e algo peculiares - ao longo da vida do narrador. Patricia Alejandra, a menina bonita do colégio; os namorados da mãe; Máximo Disfrute, o amigo mais "fodástico"; Asterix, o porteiro; os jogadores do CASLA...

Se a abertura traz uma citação de Schopenhauer, por outro lado, as referências à cultura pop são numerosas e se fazem notar. De Darth Vader a Xuxa, passando por Paulo Coelho, tampouco falta a pitada de jocosidade ao se falar de alta e baixa literatura. No conto Casa com dez pinheiros temos Pablo Conejo, “um mexicano que escreve livros de autoajuda que vendem como coca-cola”, cuja literatura é rotulada “de merda” pelo personagem de um culto escritor (chamado Grande Escritor) que, apesar de tal opinião, faz questão de ler o mais recente livro do cara.

O mundo é a história contada por um idiota, feita de som e fúria, escreveu Shakespeare. Mas não, melhor Chespirito. Não Shakespeare, Chespirito.

Ao fim das modestas 160 páginas – incluindo apêndices e posfácio –, nos colocamos na posição de testemunhas silenciosas. Do escoamento da vida, é certo, mas também do movimento cíclico que traz a infância de volta a um senhor de setenta e cinco anos de idade. Ou, ainda, da certeza de que ela, a infância, nunca o abandonara em absoluto.

Os Lemmings e Outros faz parte da coleção OTRA LÍNGUA, lançada em 2013 pela Editora Rocco e que traz autores que compartilham a mesma língua: o espanhol latino-americano. A coleção é organizada por Joca Reiners Terron.

LEIA PORQUE...
O ato de recordar e contar histórias aparece aqui de maneira diferenciada; os contos se costuram ao mesmo tempo em que possuem fronteiras delimitadas. Um livro de memórias que foge um pouco do habitual.

DA EXPERIÊNCIA...
Gostei da personalidade dos contos e da combinação de suas características. Destaque para as boas tiradas e para as referências à cultura pop. Recomendo sem hesitar.

FEZ PENSAR EM...
Led Zeppelin; mágicos; super-heróis. E algumas pequenas tranqueiras das quais se gosta quando se é criança (e mesmo depois).

Título: Os Lemmings e Outros
Título original: Los Lemmings y Otros
Autor(a): Fabián Casas
Tradução: Jorge Wolff
Posfácio: Carlito Azevedo
Editora: Rocco (coleção Otra Língua)
Edição: 2013
Ano da obra: 2005
Páginas: 160
Onde comprar: Submarino | Americanas.com | Livraria Cultura

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

5 COMENTÁRIOS

  1. Achei a capa mega bonita! Ainda não conhecia o livro, mas me pareceu ser ,mega interessante, preciso le-lo, haha.
    Beijocas!
    Fique com Deus!
    http://hey-mygod.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Oi Aline, a resenha foi maravilhosamente bem escrita, mas acho que o livro em si não me traz tanta curiosidade, mesmo depois de tantos elogios. Talvez pelo fato de serem contos, que eu gosto de ler soltos, não unidos em uma obra.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Julia. Obrigada, fico bem feliz que tenha gostado da resenha. =)
      Olha, eu gosto muito de contos, sejam avulsos ou unidos em um livro. Este livro vai por um caminho mais diferenciado, uma vez que os contos todos estão relacionados de alguma maneira (às vezes não muito explícita). Mas alguns contos do livro podem ser perfeitamente lidos de forma avulsa, sem prejuízos no entendimento nem nada.

      Excluir
  3. Deve-me entender, é um livro de contos? Acho tão interessante livros de contos. Por isso gosto tanto de Caio Fernando Abreu!
    Vou procurar ler Os Lemmings e outros ;)

    Beijinhos
    www.intheskyblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim sim, são contos - adoro! Ai, ainda não li o Morangos Mofados (o único que tenho do Caio Fernando Abreu, por enquanto), mas pretendo ler em breve. Pena que os livros dele sejam sempre meio caros...

      Excluir

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros