Livro + Filme: Não me abandone jamais | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Leituras de outubro: 4 ótimos livros (ou quase!)  Resenha da HQ: A Diferença Invisível, de Julie Dachez e Mademoiselle Caroline  Resenha: As Primeiras Quinze Vidas de Harry August
Leituras de abril

Livro + Filme: Não me abandone jamais

Companhia das Letras 2 de dezembro de 2013 Aline T.K.M. 13 COMENTÁRIOS

Um filme triste, e também muito bonito.
A temática esbarra na ficção científica, embora o foco da trama seja completamente o lado humano, o drama dos personagens causado pela condição à qual são submetidos desde o momento em que nasceram. Uma história de amor e do que significa ser humano.

O filme é imperdível; será que o livro também é?

LIVRO: Não me abandone jamais, de Kazuo Ishiguro, Companhia das Letras.
SINOPSE: Kathy H. tem 31 anos e está prestes a encerrar sua carreira de "cuidadora". Enquanto isso, ela relembra o tempo que passou em Hailsham, um internato inglês que dá grande ênfase às atividades artísticas e conta, entre várias outras amenidades, com bosques, um lago povoado de marrecos, uma horta e gramados impecavelmente aparados.

No entanto esse internato idílico esconde uma terrível verdade: todos os "alunos" de Hailsham são clones, produzidos com a única finalidade de servir de peças de reposição. Assim que atingirem a idade adulta, e depois de cumprido um período como cuidadores, todos terão o mesmo destino - doar seus órgãos até "concluir".

Embora à primeira vista pareça pertencer ao terreno da ficção científica, o livro de Ishiguro lança mão desses "doadores", em tudo e por tudo idênticos a nós, para falar da existência. Pela voz ingênua e contida de Kathy, somos conduzidos até o terreno pantanoso da solidão e da desilusão onde, vez por outra, nos sentimos prestes a atolar.

FILME: Não me abandone jamais (Never let me go, dirigido por Mark Romanek, EUA/Reino Unido, 2011.)

www.youtube.com/v/CWEJzvBPULE

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

13 COMENTÁRIOS

  1. Oi eu ainda não li este livro nem vi o filme, mas achei a premissa muito interessante.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Olá Aline,

    Nossa, esse livro é uma novidade pra mim. Eu assisti o filme e gostei muito. Acho que o livro deve ser tão bom quanto.

    Beijos :D

    ResponderExcluir
  3. Gostei do filme, apesar de ser completamente avessa à esse tipo de temática e a qualquer coisa sobrenatural ou de ficção científica, até que a mensagem por trás da história e o desenvolvimento da mesma conseguiram me convencer. Tenho muito interesse em ler o livro, como (quase) sempre deve ser ainda melhor que o filme. ;D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O que me distancia um pouco dos filmes de ficção científica é que a maioria, pelo menos os mais "comerciais", digamos, traz várias sequências de ação (lutinhas e afins) que me deixam com sono. Agora "Não me abandone jamais" tem um foco totalmente humano, e foi justamente isso o que me encantou no filme. Aliás, fui vê-lo no cinema e nem fui com a intenção de "ver uma ficção científica", nem sabia que a temática era essa. Como não conhecia a história, eles seguram esse "mistério" por um bom tempo no filme.

      Excluir
  4. Eu tenho esse filme no meu pc tem uns 6 meses, mas sempre enrolo para ver. Vamos ver se nas férias eu consigo!! Ia morrer sem saber que ele era uma adaptação. o.O

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, Denise, assista já ao filme! É lindo, muito triste e muito humano. Daqueles que você não volta à vida real tão logo depois de vê-lo.

      Excluir
  5. Aline,

    Não sabia que tinha uma adaptação desse livro. E, embora eu não o tenha lido, é um livro muito bem recomendado. Aliás, Kazuo Ishiguro é um autor muito elogiado.

    Abraços
    Juan - sempre-lendo.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, sabe que eu nem sei muito a respeito do autor, li mais agora ao montar o post. Já vi o filme, sabia do livro, mas nunca li nada do Ishiguro e não tinha ideia do quanto ele é aclamado. Além deste, fiquei curiosa para ler também "Os resíduos do dia", que lhe rendeu o Man Booker Prize.

      Excluir
    2. Pois é, estou com esse livro para ler, comprei já faz um tempo. Espero ter a chance de lê-lo em breve.

      Excluir
  6. Ainda não li o livro, mas vou adicionar a minha lista, porque o filme é maravilhoso, esbarra mesmo na ficção científica, mas a temática em si é muito forte e mostra o lado egoísta do ser humano. Eu achei um filme sobretudo de reflexão e limite da ciência.

    beijos

    http://livrorosashock.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Nossa que sinistro O_O
    Parece ser super interessante, não conhecia nem o filme nem o livro. Acho que vou assistir esse final de semana *O*

    Beijos, Paula
    http://www.interacaoliteraria.com/

    ResponderExcluir
  8. Chorei muito assistindo ao filme rs e só depois fui saber que ele era uma adaptação, desde então vivo tentando comprar o livro, mas ele sempre está com um preço elevado demais haha um dia comprarei ;)

    Beijos,
    Jhey
    www.passaporteliterario.com

    ResponderExcluir
  9. Oi Aline,
    Sou louco pra ler alguma coisa do Kazuo Ishiguro, isso pelo fato de ele ser considerado um dos melhores escritores japoneses, ao lado de nomes como o Haruki Murakami.
    Não sabia que havia um filme baseado nesse livro dele. Vou tentar conferir ambos, livro e filme.
    Adorei a dica.
    Beijos
    Cooltural

    ResponderExcluir

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros