Vídeo-review: Asco [Horacio Castellanos Moya] | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Leituras de outubro: 4 ótimos livros (ou quase!)  Resenha da HQ: A Diferença Invisível, de Julie Dachez e Mademoiselle Caroline  Resenha: As Primeiras Quinze Vidas de Harry August
Leituras de abril

Vídeo-review: Asco [Horacio Castellanos Moya]

Adriana Lunardi 27 de novembro de 2013 Aline T.K.M. 5 COMENTÁRIOS

Vim aqui falar de Asco, do premiado escritor salvadorenho (nasceu em Honduras e mudou-se para El Salvador ainda criança) Horacio Castellanos Moya.

Asco faz parte da coleção OTRA LÍNGUA, lançada este ano pela Editora Rocco e que traz autores que compartilham a mesma língua: o espanhol latino-americano.

Nas palavras de Joca Reiners Terron, organizador da coleção, “mestres das vanguardas, narradores consagrados e novas vozes da atualidade se encontram aqui para revelar o que diz essa língua do lado de lá da fronteira, estranha irmã de nossa própria fala”.

Crítica despudorada, humor e ofensa, tudo junto e misturado. Por causa deste livrinho enxuto e controverso, Castellanos Moya foi até ameaçado de morte. Confiram...




Música (abertura e encerramento): Mosquito – Yeah Yeah Yeahs


Título: Asco – Thomas Bernhard em San Salvador
Título original: El Asco – Thomas Bernhard en San Salvador
Autor(a): Horacio Castellanos Moya
Tradução: Antônio Xerxenesky
Posfácio: Adriana Lunardi
Editora: Rocco (coleção Otra Língua)
Edição: 2013
Ano da obra: 1997
Páginas: 112

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

5 COMENTÁRIOS

  1. Esse não é exatamente meu tipo favorito do livro, mas é como dizem, é sempre bacana nos arriscarmos. Agora eu preciso ler um livro que causou tanta polêmica que o autor foi até ameaçado de morte, preciso!

    memorias-de-leitura.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Gabriela, então, o livro é muito bom mesmo, mas como eu disse, ele é inteiramente um diálogo, uma conversa em que são ditas as impressões (cruéis, preconceituosas) a respeito de uma cidade e de um país. Foram essas impressões do personagem que deixaram o autor em maus lençóis, que o fez ser ameaçado. Eu gostei muito do livro, mas realmente tem um conteúdo que não é aceito facilmente, ainda mais, imagino, pelos habitantes do país em questão (El Salvador), e pela Am. Latina em geral...

      Excluir
  2. Eu não conheço essa coleção Outra Língua da Rocco, na verdade estou sabendo dela agora, acho que me passou despercebido nas outras resenhas suas, desculpe. Para um livro tão pequeno, eu nunca imaginaria que ele tivesse tanta profundidade, aliais, isso as vezes acontece muito, da gente imaginar que um livro pequeno vai deixar a desejar. Também não é o meu estilo de leitura, mas se tiver a oportunidade de lê-lo, darei uma chance.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  3. Oi Aline,
    Soube da existência dessa coleção através do Livro Lab. Desde o início fiquei bem interessado. Gostei a proposta de Asco, embora eu não goste muito desse tipo de estrutura, como você ressaltou. Acho que seria um dos únicos pontos negativos.
    As críticas me parecem pertinentes.
    Beijos
    ​​​​​ ​​​​​​Cooltural

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu percebi que essa coleção não atraiu muitos blogueiros, quase não a vi pelos blogs literários. Mas olha, estou curtindo demais, as críticas são ferozes e as narrativas são muito diretas, igual foi com Deixa Comigo, da mesma coleção e que resenhei há um tempinho. Beijo!

      Excluir

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros