60 contos diminutos [Marilia Pirillo] | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Resenha: Sopa de Lágrimas, de Gilbert Hernandez  3 hábitos musicais de hoje e da minha adolescência  My Little Pony – O Filme: 4 motivos para assistir
Leituras de abril

60 contos diminutos [Marilia Pirillo]

A Fantástica Coleção de Experiências 11 de novembro de 2013 Aline T.K.M. 16 COMENTÁRIOS

Com cara de caderno ou diário, o livro traz 60 microcontos que falam diretamente com a galerinha mais nova – os pré-adolescentes e adolescentes, mais especificamente. Dá para ler em um só fôlego, como se pensados justamente para acompanhar a pressa de viver que a gente tem (ou tinha) nessa época da vida.

Enganado está quem pensa que as narrativas ficam no lugar-comum, no cantinho aconchegante do conhecido. Os textos cutucam, removem o leitor de sua zona de conforto; alguns se atrevem e chegam perto de desestabilizá-lo por um breve momento – seja por tocar em temas tidos como mais delicados, ou por falar de maneira diferenciada de algum assunto largamente abordado. Contudo, a sutileza e o “dito nas entrelinhas” são características presentes, que conferem certa maturidade aos contos e os inserem perfeitamente tanto no universo do leitor que está entrando na adolescência quanto no do adolescente mais velho.

O humor é outro artifício que dá as caras com frequência por aqui. Aliás, alguns textos são de uma comicidade não óbvia, engraçados inesperadamente. A via do humor é tomada com criatividade mesmo ao falar do diferente, do que é natural para uns e estranho para outros. Exemplo disso é o conto de número 10, “Figura em preto e branco”, sobre um garoto pálido de cabelos escuros e que só usava preto. Nunca sorria: era traído por seus dentes, amarelos.

Divertido, irreverente e rapidinho de ler, 60 contos diminutos surpreende pela singularidade.

LEIA PORQUE...
O livro traz diversas e divertidas maneiras de olharmos o universo dos jovens. Bárbaro para quem está vivenciando hoje cada uma das situações abordadas – e que certamente se encontrará nas páginas. Também excelente para quem guarda boas lembranças de anos que ficaram lá atrás (impossível não se lembrar daquele ser "esquisito" com pensamentos estranhos que era você – e eu, e todo mundo – na adolescência).
DA EXPERIÊNCIA...
Uma leitura que, apesar de direcionada aos mais novos, marcou pelo frescor e pelo jogo de cintura na abordagem dos temas. Gostei do uso do implícito que, muitas vezes, vale mais que o escancarado.
Esta leitura foi parte do projeto A Fantástica Coleção de Experiências, do qual falei há pouco.

FEZ PENSAR EM...
Na época em que eu colocava um CD das Spice Girls para tocar, e lia a Coleção Vaga-lume enquanto devorava um pacote de Passatempo recheado. Ou quando, um pouco mais tarde, alcançava meu ápice quando tocava I’ll fly with you na balada.

Título: 60 contos diminutos
Autor(a): Marilia Pirillo
Editora: Gaivota
Edição: 2012
Ano da obra: 2012
Páginas: 64

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

16 COMENTÁRIOS

  1. Oi Aline,
    Adorei a resenha, me fez lembrar um livro que eu li de microcontos, Cem Toques Cravados, com um proposta bem parecida com essa.
    Eu adoro isso que você faz no final de cada resenha (Leia Porque...; Da Experiência...; e Faz Pensar Em...). O seu "faz pensar em..." me fez pensar no mesmo, rsrsrs... e mais ainda, me fez pensar em fazer o mesmo daqui a pouco, hahahaha... Com outras músicas, outro livro, mas com o Passatempo.
    Beijos
    Cooltural

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, não conheço esse livro Cem Toques Cravados, mas acho interessante essa ideia de microcontos, fica dinâmico.
      E obrigada! Legal que você gosta desses tópicos do final das resenhas, eu realmente fiz como uma forma de responder em poucas linhas o que achei do livro. Ainda preciso aperfeiçoar porque costumo às vezes divagar também nesses tópicos hahaha.
      =) Passatempo é alegria hahahah. Beijão.

      Excluir
  2. Parecem ser o tipo de histórias que nos levam à reviver certos acontecimentos. Gosto de histórias aparentemente simples que nos fazem refletir sobre nossas vidas, sobre coisas do cotidianos que muitas vezes nos passam despercebidas. Tem cara de ser uma leitura agradável. Eita, faz tempo que não como biscoito passatempo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa, Thyeri, faz tempo que eu não como Passatempo também... =/
      Esse livro é legal, diferente, para a galerinha mais nova.

      Excluir
  3. Olá Aline, gostei da dica! Gosto de ver algo nas entrelinhas. Não conhecia mas espero poder encontrar ele por ai
    um abraço!
    Pandora
    http://pansmind.blogspot.com.br
    http://www.punkystore.com.br

    ResponderExcluir
  4. 60 contos em apenas 64 páginas?
    bota diminutos nisso então hahahaha
    mas como qualidade é o que importa, e não quantidade, então tudo bem.

    ps: ouvindo arcade fire e gostando!
    (pena que se show for na mesma hora que soundgarden vou preferir ver a clássica banda grunge)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Siim, são bem diminutos! Às vezes há mais de um conto por página. Por isso achei bem interessante, diferenciado.
      Tô precisando organizar meu iPod, mas Arcade Fire já tá lá; também baixei o último do Arctic Monkeys, não sei se você curte.

      Excluir
  5. Oi Aline!!!
    Achei sua forma de resenhar o livro super bacana, nos levando a colocar o livro na wishlist literária, hehehe!
    Quais minicontos te conquistou mais?? Eu quase não leio conto ou minicontos mas dependendo da abordagem eu invisto, rs.

    Beijinhos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jeh, olha, gostei de vários, mas achei especialmente divertido o "Figura em preto e branco" e também gostei de "Remorso".
      É um livro divertido, para ler rapidinho. No entanto, é mais para o pessoal pré-adolescente, mas vale a pena dar uma olhadinha nele quando você tiver a chance!

      Excluir
  6. Oi, gostei da premissa do livro e do fato de ser uma leitura rápida.

    Bjus.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  7. Adorei a dica! Adoro livros que nos mostram a vida sobre vários pontos de vista... Quero ler, já anotei!

    Bjs, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  8. Sei lá, mas eu acho que um adolescente com esse livro não vai nem conseguir abrir, vai ficar olhando pra capa hipnotizado. Não é agoniante? Parece que vão se mexer... rsrsrs

    Beijos,
    www.livrosqueinspiram.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  9. BISCOITO PASSATEMPO :)

    Adorei a resenha! Ainda não li o livro, mas parece que você conseguiu registrar bem tudo que eu senti quando o peguei e passei por algumas páginas para ficar só vendo as ilustrações (acho que era uma das coisas que mais fazia na infância, haha)

    Beijo*
    www.quermedar.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Legal, né, adorei essa cara que ele tem de caderno, cheio de rasuras, rabiscos, desenhos. =)
      Passatempo recheadooo... Para partir no meio, comer primeiro o recheio e depois as "tampas" hahaa.

      Excluir
  10. Vi este livro na feira do livro da minha cidade. Achei o nome dele divertido. Mas não comprei achando que seria uma coisa meio banal, sei lá.
    Bom saber que é diferente e bom!

    Beijinhos.
    www.intheskyblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é legal sim, Helana. Não é o tipo de livro que vai te marcar para sempre hehe, mas é engraçado, fofo, divertido.

      Excluir

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros