O Substituto [David Nicholls] | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Fala Sério, Mãe! – Larissa Manoela e elenco falam sobre o filme  Leituras de outubro: 4 ótimos livros (ou quase!)  Resenha da HQ: A Diferença Invisível, de Julie Dachez e Mademoiselle Caroline
Leituras de abril

O Substituto [David Nicholls]

Comédia dramática 30 de setembro de 2013 Aline T.K.M. 10 COMENTÁRIOS


Stephen C. McQueen (nenhuma relação com o Stephen McQueen famoso, infelizmente) mora em uma quitinete que ele insiste em chamar de estúdio no mais afastado subúrbio de Londres e tem um talento especial para a falta de sorte. E é o ator substituto de Josh Harper, que interpreta Lorde Byron na peça "Louco, mau e perigoso de se conhecer". No entanto, os sentimentos por Nora, a esposa de Josh, colocarão em conflito as escolhas de Stephen, e podem pôr em risco a grande chance de sua carreira.

Como já esperado, encontramos outro dos protagonistas de Nicholls, um cara de boa índole porém fracassado em quase todos os sentidos da palavra.

De maneira simples e ágil, acompanhamos as derrotas profissionais, familiares e amorosas de Stephen C. McQueen, um ator que só consegue papéis duvidosos e que é o substituto do queridinho da mídia Josh Harper em uma peça sobre a vida de Lorde Byron. Só que Josh nunca fica doente, nunca mesmo, assim que Stephen ainda não teve oportunidade de subir ao palco no papel principal.

Repleta de passagens engraçadas protagonizadas por personagens dotados de certa esquisitice, a trama diverte. Compararia-a facilmente com um daqueles filmes de comédia dramática que a gente encontra por aí, com um protagonista desajeitado e bonzinho.

Aliás, Stephen é exatamente isso, um bonzinho desajeitado, meio esquisito (não “esquisito-cool”, mas apenas “esquisito-esquisito”) e mestre em passar por situações que causam extrema vergonha alheia no leitor. Só não supera o Brian de Resposta Certa, do mesmo autor – nunca senti tanta vergonha alheia como com as peripécias do Brian.

Claro que Stephen irá se apaixonar sem ser correspondido! Esse tipo de coisa é regra em histórias como esta. Os clichês, apesar de presentes, não assumem forma negativa em momento algum. Nicholls trouxe, de novo, situações inusitadas que – sei que é estranho dizer – são e, ao mesmo tempo, não são clichês. Ou clichês um pouco menos óbvios. Ou ainda, clichês bem utilizados.

Um sujeito que parece aguardar eternamente seu deslanchar, sua grande chance. Um mero substituto do protagonista de uma peça, que nessa mesma peça interpreta uma figura fantasmagórica em malha preta e máscara com apenas alguns segundos de palco; que é sempre o Morto, o Cadáver ou a Vítima; que atua na pele de um esquilo falante em vídeos infantis que tenta a todo custo esconder. Um cara que já não é tão jovem, com uma filha de sete anos e um divórcio que ainda não conseguiu superar; que se apaixona justamente por Nora, a mulher de seu rival, o 12º Homem mais Sexy do Mundo...

Stephen poderia ser apenas um protagonista loser e irritante. Mas não; apesar da falta de traquejo do personagem e do tom hilário da trama, Stephen acaba por surpreender e faz com que O Substituto traga uma mensagem válida e um “algo a se pensar” além das risadas. No fim das contas, até que ponto se pode ir em nome da carreira dos sonhos?

LEIA PORQUE...
Os personagens e situações criados por David Nicholls garantem boas risadas, sua escrita é ágil, com bastante diálogo e tiradas interessantes.

DA EXPERIÊNCIA...
Por que perder tempo com leituras leves e ruinzinhas, se a gente pode optar por leituras leves e legais? Pois é, O Substituto é uma dessas leituras leves e boas, um livro espirituoso e nada vazio.

FEZ PENSAR EM...
Livrar-se de algo jogando no Tâmisa! O alívio de vê-lo ir embora com a correnteza, com o vento. Uma sensação que eu gostaria de provar um dia, e que fosse tão libertadora quanto o foi no livro.

Título: O Substituto
Título original: The Understudy
Autor(a): David Nicholls
Editora: Intrínseca
Edição: 2013
Ano da obra: 2005
Páginas: 320

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

10 COMENTÁRIOS

  1. Eu gostei bastante de "Resposta Certa" e estou bem animada para ler O Substituto. Gosto bastante da narrativa do autor, os diálogos são muito bem escritos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Gabi, é isso mesmo o que você disse: os diálogos do Nicholls são bem escritos, têm umas tiradas interessantes. Não costumo ser fã de diálogos (sou uma pessoa mais das descrições haha), mas os diálogos que ele coloca nos livros são ótimos, conseguem refletir muito bem o personagem em questão.

      Excluir
  2. Me preparando para pegar um livro do David após 'Um Dia' que, não canso de dizer, é um favoritíssimo para mim. Muitas pessoas falam mal tanto deste quanto de 'Resposta Certa' mas darei uma oportunidade e espero encontrar coisas boas mesmo sendo leves e despropositais. Beijo, Aline.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tendo lido os três livros, eu realmente acho que Um Dia é diferente dos outros dois. E não recomendo EM HIPÓTESE ALGUMA comparar os livros. Resposta Certa e O Substituto são livros muito bons, mas mais centrados no humor e, mesmo assim, num humor diferente do que encontramos em Um Dia. Se você gostou da narrativa do autor, leia sim os demais livros. =)

      Excluir
  3. Eu ganhei do meu noivo esses dias e não vejo a hora de ler.
    Sua resenha está pra lá de perfeita, sem palavras!! Linda, envolvente e me fez querer parar de ler o que estou lendo agora para mergulhar nesta leitura leve e interessante como você descreveu.
    Adorei!

    Bjkas

    Lelê Tapias
    http://topensandoemler.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Por que mesmo eu vim ler sua resenha? Minha lista de leitura acabou de aumentar! D=
    Apesar de ter lido "Um dia", não me senti com muita vontade de ler os outros livros do autor, e agora, depois de ler a sua resenha (tão, tão bem escrita que dá vontade de te abraçar!), quero sair correndo daqui para catar "O Substituto" e, de quebra, também "Resposta certa".
    Amei, amei a proposta do livro.
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh, que elogio saber que você curtiu a resenha, Gabi!!!! Ainda mais porque você escreve/se expressa tão bem! =) O livro é legal mesmo, divertido, assim como Resposta Certa! Um beijão.

      Excluir
  5. Eu estou loouca por esse livro.
    Eu adoro o David Nicholls, Um Dia é um dos meus livros favoritos.
    Adoro a forma como ele escreve e foge do óbvio. Apesar das críticas, eu adorei A Resposta e estou ansiosa para ler esse também.
    Um beijo!
    www.fulanaleitora.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Kezia, se você curtiu Resposta Certa, com certeza irá se divertir com O Substituto! Adoro a escrita do autor e a forma como ele nos mostra esses protagonistas "loserzinhos" dele hahaha.

      Excluir
  6. Só li um livro do autor, mas pretendo ler outros quando puder. Gostei bastante da narrativa dele e aposto que esse não é diferente. Já está na listinha. Beijo

    ResponderExcluir

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros