5 motivos para ler Alessandro D’Avenia | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Resenha: Sopa de Lágrimas, de Gilbert Hernandez  3 hábitos musicais de hoje e da minha adolescência  My Little Pony – O Filme: 4 motivos para assistir
Leituras de abril

5 motivos para ler Alessandro D’Avenia

5 motivos para ler 13 de setembro de 2013 Aline T.K.M. 14 COMENTÁRIOS


Quantos de vocês não se emocionaram com Branca como o leite, vermelha como o sangue?

Alessandro D’Avenia nasceu no dia 2 de maio de 1977, em Palermo, Itália. É graduado em Literatura Grega e possui doutorado em Antropologia da Antiguidade; no entanto, foi nas salas de aula repletas de jovens que ele encontrou sua verdadeira vocação. A enorme paixão pelo ensino e a preocupação em contribuir para o crescimento pessoal dos alunos são características do “prof” Alessandro.

Mas a necessidade de contar histórias sempre esteve com ele. Resolveu aventurar-se na área e dessa aventura nasceram seus dois livros – até o momento – e uma grande identificação e admiração por parte dos leitores mundo afora.
E o mais legal: até onde sei, Alessandro continua dando aula para jovens em um liceu, em Milão.

5 motivos para ler Alessandro D'Avenia:

Poster do filme "Branca como o leite,
vermelha como o sangue"
1. Seu primeiro livro, o best-seller Branca como o leite, vermelha como o sangue, virou filme. Adaptado pelo próprio D’Avenia e dirigido por Giacomo Campiotti, o longa homônimo estreou em 2013 nos cinemas italianos. Um detalhe curioso é que o casting do elenco juvenil foi aberto ao público, qualquer pessoa podia participar enviando um teste de vídeo pela internet.

2. Alessandro é um leitor eclético; diz ler de tudo, desde quadrinhos até Dostoiévski.

3. Então, em determinado momento, D’Avenia decidiu fazer uma pós-graduação em Produção de Roteiros; escolheu esse caminho como uma espécie de atalho para aprender a técnica de contar histórias. Como roteirista, escreveu alguns episódios de uma série da Disney, e também ganhou um prêmio pelo roteiro de uma comédia para o cinema.

4. O escritor mantém o blog Prof 2.0, onde publica (em italiano, instantaneamente traduzível se acessado pelo Google Chrome...) desde artigos relacionados à vida na sala de aula, até dicas de livros, filmes, e o que mais interessar. Segundo D’Avenia, o nome do blog sugere a utilização criativa da web através de um laboratório de ideias onde todos são professores e alunos ao mesmo tempo.

5. Não se deixe enganar pela simplicidade do enredo e da narrativa de Alessandro D’Avenia; reflexões e ideias um tanto filosóficas se encontram incutidas em passagens aparentemente ordinárias. Seu texto jovem e fluido provoca reviravoltas internas no leitor e sabe como tocá-lo; seus livros falam de adolescentes e da própria adolescência, sem jamais restringir a faixa etária de quem os lê – desde os novinhos até os já adultos.

PRINCIPAIS OBRAS:
Branca como o leite, vermelha como o sangue (2011)
Coisas que ninguém sabe (2013)

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

14 COMENTÁRIOS

  1. Oi Aline

    Bem eu não sabia coisa alguma do autor, só ouvi falar muito bem desse título mais famoso dele. Ele parece uma pessoa fascinante já tendo feito tanto nessa idade - no meio acadêmico e fora, espero conseguir chegar lá. O item 2 é muito legal, gosto de pensar que sou assim também. Vou comprar o livro dele para ver qual é.

    Bjus

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Né! Ele é novo, tem um percurso interessante na área acadêmica, e tem uma visão de educação digna de admiração. Vale a pena comprar o livro sim, a história é daquelas que marcam. =)

      Excluir
  2. Não conhecia o escritor, mas fiquei muito curiosa. Só de ser um leitor eclético já dá para confiar nos livros dele. Quero ler...

    Abraços, Isabela.
    www.universodosleitores.com

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho o Branca como leite, vermelha como sangue e ele era uma das minhas metas desse ano, mas infelizmente não vai rolar. Não sabia que tinha filme e vou procurar pra ver. Depois que ler claro.

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Denise, ah, se você tem o livro, lê sim (é uma leitura tão rapidinha). É um livro fofo, e o filme eu também estou louca para ver, mas por enquanto só na Itália...

      Excluir
  4. Eu já queria muito ler os livros do autor antes de saber desses cinco motivos, então agora é uma questão de necessidade, hehe. Não sabia que "Branca Como Leite, Vermelha Como Sangue" havia sido adaptado pro cinema, então assim que eu conseguir ler, verei o filme. Faz tempo que quero ler esse livro e quero ainda mais depois que ele lançou "Coisas Que Ninguém Sabe" pelo qual me interessei tanto ou mais. É um autor que certamente está na minha lista dos quais devo conhecer. Adorei o post. ;D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também me interessei por Coisas que Ninguém Sabe, e se for tão especial quanto Branca como o leite, certamente irei gostar! O filme, bom, resta torcer para que venha para o Brasil, né. ^^

      Excluir
  5. Não conhecia o autor e achava q o livro dele era uma coisa completamente diferente, mas adorei essa bio e fui atrás do livro e amei, já coloquei na lista.

    Andy_Mon Petit Poison

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andynha, o livro é a coisa mais linda, jovem sem ser "infantobobo" ou afetado demais. Vale a pena!

      Excluir
  6. Sinceramente, esse livro nunca me chamou a atenção. Acho que porque nunca procurei ir além e pesquisar sobre ele (como faço com alguns), mas depois desse seu post, com certeza darei uma segunda chance e quem sabe, acabo me surpreendendo positivamente!

    Bjos,
    Isa
    http://www.passaporteliterario.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isa, eu não sabia muito sobre o livro na época em que li, só conhecia o enredo por cima, e não me canso de dizer que foi uma surpresa das mais especiais. O livro é MUITO especial!

      Excluir
  7. Não conhecia,
    Mas gostei da dica e vou procurar saber mais
    Esse livro parece ser realmente muito bom

    Beijos
    @pocketlibro
    http://pocketlibro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. Branca como o leite, vermelha como o sangue virou FILME? Pelo amor, nem sabia disso, hahaha

    Eu tenho esse livro na versão dele em português de Portugal - Quando comprei paguei 3 ou 5 euros nele :)- desde então quero muito lê-lo, mas falta-me tempo para me entregar a história.

    Legal o autor manter um blog, vou lá dar uma olhadinha.

    Beijos

    Pah, Livros & Fuxicos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poie é, mulher, virou filme sim ahahah, mas não chegou ao Brasil (e torço muito para que chegue um dia). Nossa, você pagou mesmo baratinho; já paguei centavos por livros na Europa, mas sempre clássicos, nunca vi títulos recentes a um preço tão baixo! Mas olha, lê sim o livro, é rapidinho e o enredo e personagens são encantadores.

      Excluir

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros