5 motivos para ler Daniel Galera | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Filme: Um Tio Quase Perfeito  Livros recebidos em abril  Resenha + Sorteio: Quer que eu desenhe? (vol.2)
Leituras de abril

5 motivos para ler Daniel Galera

5 motivos para ler 11 de abril de 2013 Aline T.K.M. 9 COMENTÁRIOS

Daniel Galera nasceu no dia 13 de julho de 1979. Cresceu em Porto Alegre, onde voltou a morar após ter vivido em São Paulo (onde nasceu) e Garopaba. Com romances e contos publicados, o autor também tem um livro de quadrinhos e participou de algumas antologias.

Formado em Publicidade, já escreveu em um fanzine e fundou uma editora independente com dois colegas, a já extinta Livros do Mal, através da qual publicou seus dois primeiros livros.

Ainda no campo da literatura, Daniel Galera também atua como tradutor (especialmente das novas gerações), tendo traduzido autores como David Foster Wallace e Irvine Welsh (ambos com co-tradução de Daniel Pellizzari), além de quadrinhos de Robert Crumb. Em 2005, exerceu o cargo de coordenador do Livro e da Literatura na Secretaria Municipal de Cultura da Prefeitura de Porto Alegre.

Deem só uma olhadinha em cinco dos inúmeros motivos para ler o escritor:

1. O nome de Galera figurou na lista dos 20 melhores jovens escritores brasileiros na revista Granta em 2012, que indicou os escritores que moldarão a literatura brasileira. A revista britânica, que é uma das mais respeitadas mundialmente e a mais célebre no meio literário, publicou o texto intitulado “Apneia” (ou “Apnoea”, em inglês). Nele, um pai anuncia ao filho seu suicídio iminente – trata-se do primeiro capítulo de Barba ensopada de sangue, quarto livro do autor e um dos lançamentos mais esperados de 2012.

A publicação de um capítulo na Granta foi uma das razões – óbvio – da imensa expectativa em torno do lançamento; porém, outro fator relevante foi que antes de sair no Brasil, os direitos de publicação do livro já haviam sido vendidos para cinco países. O livro também recebeu elogios e blurbs assinados por nomes importantes – os escritores Gonçalo M. Tavares e Ricardo Piglia, por exemplo.

Barba ensopada de sangue traz bastante do próprio autor – a ambientação em Garopaba (onde ele viveu por um tempo), a paixão pela natação –, ainda que enredo e personagens sejam em sua maioria fictícios. Segundo Galera, seu maior interesse no livro “era investigar como uma vida prosaica e anônima pode se converter em mito ou lenda numa pequena comunidade”.

2. O escritor foi um dos pioneiros no que diz respeito à literatura na internet. Entre 1997 e 2001, Daniel já usava a rede para publicar textos em portais e fanzines eletrônicos. Foi colunista fixo do e-zine CardosOnline, que também revelou a gaúcha Clarah Averbuck e o amazonense Daniel Pellizzari.

Capa de Cachalot, edição francesa de
Cachalote
3. Daniel Galera é considerado um dos jovens autores brasileiros mais bem posicionados no mercado estrangeiro. Os direitos de sua obra foram vendidos para países como Inglaterra, EUA, França, Portugal, Argentina, Romênia e Holanda. Também seu livro Cachalote, um álbum em quadrinhos com o desenhista Rafael Coutinho, foi para o exterior; com o título de Cachalot, saiu na França pela editora Cambourakis em uma edição que o próprio autor chamou de “belíssima”.

O autor não se destaca apenas como um jovem talento. Sua escrita, dotada de temáticas e estilo próprios, mostra que ele veio para continuar em carreira ainda mais vasta.

4. Em 2008, o livro Cordilheira foi o vencedor na categoria “romance” do Prêmio Literário Machado de Assis da Fundação Biblioteca Nacional, e foi terceiro lugar na mesma categoria do Prêmio Jabuti. Ambientado em Buenos Aires, o livro fez parte do projeto Amores Expressos da Companhia das Letras, em que diversos escritores brasileiros visitaram capitais estrangeiras para escrever títulos de ficção.

5. O incrível Barba ensopada de sangue ganhará adaptação para o cinema, sob a direção de Karim Aïnouz (diretor de O Céu de Suely).

Não será a primeira adaptação de Galera; seu livro Até o dia em que o cão morreu também teve adaptação, chamada Cão Sem Dono, dirigida por Beto Brant e Renato Ciasca, e cujo roteiro contou com a participação do próprio Daniel Galera e do escritor Marçal Aquino (aquele do Eu receberia as piores notícias dos seus lindos lábios).

O livro de contos Dentes guardados também foi adaptado, desta vez para o teatro, por Mário Bortolotto em 2002.

PRINCIPAIS OBRAS:
Dentes guardados (2001) - contos
Até o dia em que o cão morreu (2003)
Mãos de cavalo (2006)
Cordilheira (2008)
Cachalote (2010) - quadrinhos
Barba ensopada de sangue (2012)

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

9 COMENTÁRIOS

  1. De fato, Daniel Galera é um dos jovens autores mais talentosos da atualidade. Além de ter uma prosa consciente e com um bom ritmo, ele trata com bastante profundidade questões que são bastante espinhosas. Recomendo!

    Nerito
    http://www.oguardiaodehistorias.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Barba Ensopada de Sangue foi o único livro que li dele, mas com certeza pretendo ler os outros. Gostei tanto da narrativa dele que sinto orgulho de vê-lo representar a nova geração de autores brasileiros. =) Bjo!

      Excluir
  2. Acredita que eu achava que esse cara esrevia infanto-juvenil!? hahaha Acho que criei esse conceito por causa do nome dele, não passa seriedade e tal rsrs
    Chega de falar bobagem... Fiquei realmente interessado pelo 'Barba Ensopada de Sangue', me lembro de tê-lo visto na livraria (em tudo quanto é livraria na verdade), mas ainda não entendi uma coisa, é uma trilogia? (sinto que essa pergunta foi idiota), é pq sempre vejo três capas diferentes do mesmo, uma de cada cor, ainda não entendi o funcionamento rs.
    Ótimo post, beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sério?? O Marçal Aquino sim escreveu livros juvenis, talvez você tenha feito alguma conexão inconsciente entre eles... hehehe.
      Ah, então, Barba Ensopada de Sangue não é trilogia, é livro único. As 3 capas são opções de cores diferentes para o mesmo livro (ideia que eu achei bem legal, por sinal). Mas, se você tiver oportunidade, sugiro que o leia, o livro é mesmo bastante original. Beijão!

      Excluir
  3. Adoro seu blog e isto se deve principalmente por você ter um gosto muuuuito interessante e instigante na literatura, sempre nos apresentando livros e autores diferentes do que se vê no dia a dia dos blogs!!!!

    Adorei a dica e v ou procurar algo dele para ler!

    Vanessa - Blog do Balaio
    http://balaiodelivros.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Van, fico tão feliz em saber que você curte o blog!!! =) Justamente pelo meu gosto, eu sinto que não tenho tantas visitas e a mesma aceitação que outros blogs literários. Então quando leio algum comentário como o seu, fico toda boba de alegria! =P
      Procure ler sim algo do Galera, vale muito a pena!
      Bjoka!

      Excluir
  4. Tem alguns títulos muito interessantes dele que quero ler! Adorei os 5 motivos! <3

    Um beijão,
    Pronome Interrogativo.
    www.pronomeinterrogativo.com

    ResponderExcluir
  5. Meninë... olha que louco.
    Eu já passei os olhos em dois livros dele e nunca me lembrava o nome do autor para procurar saber mais e daí tu me vem e faz um post sobre.
    Até salvei nos favoritos, porque quero dar uma "olhadinha" e ver se curto as obras dele ♥

    ótima dica.. Passei pra frete.

    Beijos no coração
    www.intheskyblog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Helana!! Lê sim o autor; só li Barba Ensopada de Sangue, por enquanto, mas gostei tanto que pretendo ler os demais livros. Falando do Barba Ensopada, é um livro e tanto, introspectivo na medida que eu gosto. Bjoka, flor!

      Excluir

Segue @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros