5 motivos para ler Gabriel García Márquez | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Leituras de outubro: 4 ótimos livros (ou quase!)  Resenha da HQ: A Diferença Invisível, de Julie Dachez e Mademoiselle Caroline  Resenha: As Primeiras Quinze Vidas de Harry August
Leituras de abril

5 motivos para ler Gabriel García Márquez

5 motivos para ler 14 de fevereiro de 2012 Aline T.K.M. 13 COMENTÁRIOS

O autor escolhido para este “5 motivos” é ninguém menos que Gabriel García Márquez, ou simplesmente Gabo! Meu autor preferido, poderia transformar o post de 5 para 1000 motivos, mas calma!, não farei isso. =P

Gabriel García Márquez (1928-2014) nasceu em Aracataca, Colômbia. Jornalista, editor, ativista político e militante de causas sociais, Gabo iniciou sua carreira literária com a publicação de contos. Seu maior sucesso, Cem Anos de Solidão, já foi traduzido em 35 idiomas e teve venda calculada em mais de 30 milhões de exemplares.

1. García Márquez foi o criador do realismo mágico na literatura latino-americana. Aqui, grosso modo, o irreal e o absurdo nos são apresentados como algo comum e até mesmo corriqueiro, mas que nem por isso deixa de abordar grandes temas sociais. O realismo mágico – ou realismo fantástico – desenvolveu-se na América Latina de tal forma que possui relação estreita com a ideia de identidade na literatura latino-americana.

2. Em 1982 (há exatos 30 anos), o autor recebeu o Prêmio Nobel de Literatura pelo conjunto de sua obra. Recebeu também o Prêmio Esso de Literatura Colombiana, foi declarado “Doutor Honoris Causa” pela Universidade de Colúmbia (Nova Iorque), além de ter recebido a condecoração “Légion d’Honneur” do governo francês, entre outros prêmios.

3. Ele escreveu Cem Anos de Solidão, e este já seria um motivo mais que suficiente. A obra é de 1967 e é considerada um marco na literatura latino-americana, tendo sido pioneira no estilo que ficou conhecido como realismo mágico. O enredo narra a história da família Buendía durante gerações, em uma aldeia fictícia chamada Macondo. Aliás, em 2012 celebra-se o 45º aniversário da publicação da obra.

4. Algumas de suas obras foram – muito bem – adaptadas para o cinema, tais como Do Amor e Outros Demônios (dirigido por Hida Hidalgo, 2009) e O Amor nos Tempos do Cólera (dirigido por Mike Newell, 2007), este último conta com a participação de Fernanda Montenegro.

5. García Márquez confessa que foi bastante inspirado e influenciado, no início de sua carreira, pela obra A Metamorfose, de Franz Kafka.

PRINCIPAIS OBRAS:
Ninguém Escreve ao Coronel (1961)
Cem Anos de Solidão (1967)
Crônica de uma Morte Anunciada (1981)
O Amor nos Tempos do Cólera (1985)
Do Amor e Outros Demônios (1994)
Memória de Minhas Putas Tristes (2004)
Viver para Contar (2002) – primeiro volume de sua autobiografia

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

13 COMENTÁRIOS

  1. sempre ouvi falar muito, mas muito bem dele. nunca li, mas como tem alguns livros dele aqui em casa, em breve darei uma chance. só o fato de ser nobel da literatura e ativista político já me atrai pelas obras dele :D

    ResponderExcluir
  2. Uma vergonha que eu ainda não tenha lido nada do autor!
    Preciso corrigir isso!
    Não sabia dos dois primeiros motivos, muito bom o post!!
    Beijão!

    ResponderExcluir
  3. 6º motivo: O cara é foda e não tem discussão. asuauhsahusuahu

    adoro Memórias de Minhas Putas Tristes e Cem anos de solidão '-', tenho muita vontade de ler Crônica de uma morte anunciada.
    adorei o post '-'
    sensacional.
    beijos

    Amy Macchiato

    ResponderExcluir
  4. Nossa que bacana, adorei o seu post, super dinâmico. Confesso que tenho muita vontade de ler livros desse autor, sempre vi criticas muito positivas sobre ele, principalmente em relação a Cem anos de solidão.

    Beijos&beijos
    Book is life

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia esse autor, mas agora me interessei! Vi sua animação quanto a ele, e quero me sentir assim do mesmo jeito! Hahahhaa. Legal saber que ele teve inspirações em Frank Kafka.

    Beijos!
    http://livrosnacabeca.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Eu ja li as cronicas dele, pra minha aula de espanhol e confesso que todos deveriam mesmo ler pelo menos um livro dele. Ele tem várias poesias extremamente belas tbm.

    Beijokas! :*

    Raphaela
    Equalize da Leitura { http://equalizedaleitura.blogspot.com }
    @EqualizeLeitura

    ResponderExcluir
  7. JULGO QUE SIM,PELO MENOS UM LIVRO;PORQUE A SEGUIR TORNA-SE IMPOSSIVEL RESISTIR AOS OUTROS.

    ResponderExcluir
  8. Tenho um problema com Cem Anos de Solidão. Já tentei lê-lo mil vezes e nunca consegui terminar. E não é por não estar acostumada a narrativas mais densas, é que, pra mim, realmente 'não rolou'. Mas reconheço a importância do autor.
    Gostei de saber que ele se inspirou em Kafka - que adoro.
    Parabéns pelo post! Adorei o blog, passarei aqui mais vezes!
    Beijos

    Gleice
    @MPessoais
    www.murmuriospessoais.com

    ResponderExcluir
  9. Já peguei vários livros para ler dele, mas não li nenhum.
    Não tem um motivos específico, é que sempre passo outra coisa na frente e fica por isso mesmo.
    Adorei o post.

    Beijos
    Leitora Incomum

    ResponderExcluir
  10. Gabito é maravilhoso...adoro sua escrita...ele é demais!!


    Me encanta !!!

    Beijos

    http://amazoniaumcaminhoparaosonho.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  11. Também sou dessas que ja ouviu falar dele, mas nunca leu. Nem esses filmes que foram adaptados do obra dele eu me lembro de ter assistido. Quando surgir a oportunidade vou para e dar uma olhada melhor.

    Bjus, @dnisin
    http://diamanteliterario.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  12. Maravilhoso! Esplêndido... meu autor preferido...estou comprando aos poucos todos os livros dele! Uma pena ele não poder escrever mais devido à idade avançada e à doença! =(
    Ele é um fofo! Sou apaixonada por ele!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ele é um fofo mesmo, e imagina, fiquei tão triste quando soube da doença dele. Caras que escrevem assim, que têm esse dom, não deveriam nunca sofrer de tais males. Ainda quero ter todos os seus livros também.

      Excluir

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros