O Mundo de Vidro [Maurício Gomyde] | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
3 motivos para ver Descendentes 2, o novo filme do Disney Channel  Resenha: Civilizações – A Fonte: dois mundos, uma jornada, de Wallace Horta  Making of O Reino Gelado – Fogo e Gelo: com Larissa Manoela, João Guilherme, João Côrtes e Lipe Volpato
Leituras de abril

O Mundo de Vidro [Maurício Gomyde]

Literatura brasileira 4 de setembro de 2011 Aline T.K.M. 8 COMENTÁRIOS

Até onde pode ir a paixão de uma pessoa por outra? Como, quando e por que começa?
Até que ponto pode-se cometer alguma loucura para fazer parte da vida de alguém?
Quais as consequências da paixão avassaladora incompreendida? E quando não se admite a óbvia paixão por outra pessoa?


Em O Mundo de Vidro, Maurício Gomyde conta a história de duas pessoas, Ele e Ela. Ele é um cara tímido e sem muita experiência no amor, que a conhece por acaso e logo se vê tomado por uma paixão inexplicável e incontrolável. Linda e inteligente (e arrasada pelo término de um relacionamento), Ela tem inúmeros pretendentes que tentam tê-la a todo custo. E é neste cenário que Ele fará de tudo (ou quase) para conquistá-la.

Primeiramente, confesso que no início não botei muita fé. Até cheguei a achar as pitadas de humor um pouco irritantes, às vezes. Mas foi só uma impressão precipitada e equivocada; a cada capítulo, O Mundo de Vidro certamente ganhou minha simpatia.

Os personagens centrais, Ele e Ela, são bem reais, podem ser qualquer um ou todos nós. No começo, Ele me irritava consideravelmente. Achava-o realmente estranho, e queria mesmo dar uns tapas nele a cada vez que soltava o tal de “Er... Aham... Cof... Cof...” antes de cada frase falada. Porém, ao longo da história, já não o via mais como um ser tão estranho e comecei a me divertir com os acontecimentos em torno dele. Acho legal destacar os “personagens de estimação”: Ela com um basset chamado Paul Macartney, tarado por grudar nas pernas alheias; Ele com uma papagaia chamada Horácio (mas é fêmea mesmo!) que não era nada convencional em suas falas.

Uma característica que merece atenção é que, embora narrado em terceira pessoa, o livro parece mostrar tudo em um ponto de vista mais masculino. A meu ver, é um aspecto bastante positivo e confere um tipo de humor e comentários que, talvez, não rolassem se a perspectiva dos fatos pendesse para o lado feminino.

A leitura é super leve e o livro é do tipo que a gente devora rapidamente, dada a curiosidade para saber o desfecho. É divertido e tem algumas doses de romantismo e frases bonitas, conforme a leitura avança.

Em O Mundo de Vidro, basicamente, vemos o processo da conquista e percebemos a maneira em que tantas vezes o ser humano complica o que não deveria ser complicado. Trata-se de uma leitura que, para mim, valeu a pena; certamente a recomendaria aos que tenham interesse em temas acerca de relacionamentos com um toque descontraído.

(Ah, para quem ficou curioso do porquê do título – eu, pelo menos, estava bem curiosa antes da leitura –, ele é revelado ao longo do livro e de uma forma bastante bela!)

Título/Título original: O Mundo de Vidro
Autor(a): Maurício Gomyde
Editora: Porto 71
Edição: 3ª - 2011
Ano da obra: 2011

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

8 COMENTÁRIOS

  1. logo logo leio este livro... parece ser legal, mas pra mim nao parece ter naada de tão assim sabe... vamos ver o q acho

    bjs

    ResponderExcluir
  2. Oi Aline!
    Sem dúvidas o título me deixou bastante curiosa. E por ser uma visão descontraída sobre relacionamentos, acho que vou gostar.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  3. Eu já li e simplesmente AMEI O Mundo de Vidro, e o Mauricio Gomyde é um fofo!
    Muito bom!
    Adorei a resenha.

    Beijos

    Dani
    http://chabiscoitoseumlivro.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Fiquei curiosa pra ler esse livro! Não tinha lido nenhuma resenha sobre ele, então a sua me deixou realmente curiosa!
    Bjs, Emmy
    Literary World

    ResponderExcluir
  5. Esse livro é realmente muito bom! Adorei como o M.Gomyde colocou os personagens nessa história... Perfeito! rs'
    Adorei a resenha! Parabéns! :3


    Beijinhos, :*
    www.primeiro-livro.com

    ResponderExcluir
  6. VejaBlog
    Seleção dos Melhores Blogs/Sites do Brasil!
    http://www.vejablog.com.br

    Parabéns pelo seu Blog!!!
    - Escrevendo Loucamente -

    Você está fazendo parte da maior e melhor
    seleção de Blogs/Sites do País!!!
    - Só Sites e Blogs Premiados -
    Selecionado pela nossa equipe, você está agora entre
    os melhores e mais prestigiados Blogs/Sites do Brasil!

    O seu link encontra-se no item: Blog

    http://www.vejablog.com.br/blog

    - Os links encontram-se rigorosamente
    em ordem alfabética -

    Pegue nosso selo em:
    http://www.vejablog.com.br/selo

    Um forte abraço,
    Dário Dutra

    http://www.vejablog.com.br
    ....................................................................

    ResponderExcluir
  7. Já estou quase terminando esse livro e concordo com você quando diz que no começo não botou muita fé no livro. Eu também não, mas agora já estou gostando bastante e querendo saber logo como que termina!

    Beijosss

    Hunters Culture

    ResponderExcluir

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros