‘Minotauro’, de Benjamin Tammuz: amor obsessivo e destinos que se entrelaçam | Resenha | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Resenha: Canção de Ninar, de Leïla Slimani  Resenha: Recortes de uma Paixão  Como ler mais?
Semana do Consumidor Amazon | Livros

‘Minotauro’, de Benjamin Tammuz: amor obsessivo e destinos que se entrelaçam | Resenha

Benjamin Tammuz 9 de setembro de 2018 Aline T.K.M. 2 comentários

Resenha: Minotauro, de Benjamin Tammuz, editora Rádio Londres

Naquele dia, ele completava 41 anos e, ao despencar no primeiro assento livre, fechou os olhos e mergulhou em reflexões obscuras sobre o sentido de seu aniversário. O ônibus parou no ponto seguinte, despertando-o do cochilo, e ele ficou observando enquanto duas jovens se sentavam nos assentos vagos à sua frente. A garota da esquerda tinha cabelo da cor de cobre – um cobre-escuro, com reflexo dourado. [...] Então, ele aguardou o momento em que ela voltasse o perfil para a amiga e, quando isso aconteceu e ele viu os traços do rosto da garota, sua boca se abriu como se ele estivesse prestes a soltar um grito, que, contudo, ficou reprimido. Ou será que o grito escapou de sua boca? De qualquer forma, os passageiros não reagiram.


Minotauro, de Benjamin Tammuz, é aquele livro pelo qual nutri uma ansiedade imensa até finalmente tê-lo em mãos. E que surpresa linda - e cruel - foi a leitura!

Ao contar a história desse agente secreto que se apaixona perdida e obsessivamente por uma garota com metade da sua idade, o autor nos carrega através dos cantos obscuros da vida e da mente do protagonista. Mas não só isso. Também nos apresenta uma e outra vida que são inevitavelmente tocadas e têm seus rumos influenciados por essa obsessão.

Convido vocês a descobrir aqui no vídeo um pouquinho mais dessa história deliciosa, cáustica e impecavelmente escrita...


ASSISTA NO YOUTUBE | SE INSCREVA NO CANAL



Livro Minotauro, de Benjamin Tammuz

Onde comprar: Amazon

Título: Minotauro
Título original: Minotaur
Autor(a): Benjamin Tammuz
Tradução: Nancy Rozenchan
Editora: Rádio Londres
Edição: 2017 (2ª)
Ano da obra: 1980
Páginas: 192

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 8 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

2 comentários

  1. Não tem coisa melhor do que quando um livro corresponde as nossas expectativas, senti daqui teu entusiasmo e essa premissa é super interessante, lembrou um pouco Lolita o fato dele ser mais velho mas só isso mesmo. E ainda vira thriller... parece ideal pra mim também.

    Abs

    http://tediosoc.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É, por um momento, pela diferença de idade e pela questão obsessiva eu até pensei um pouco em Lolita, mas esse aqui fica em outro lugar. O melhor é que, quando você pensa que já sacou qual é a do livro, ele vai lá e se transforma, pega um rumo diferente. Amei o final, mas tenho a impressão de que pode irritar alguns leitores.

      Excluir

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Editoras Parceiras