A Lista [Cecelia Ahern] #resenha | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Resenha: Sopa de Lágrimas, de Gilbert Hernandez  3 hábitos musicais de hoje e da minha adolescência  My Little Pony – O Filme: 4 motivos para assistir
Leituras de abril

A Lista [Cecelia Ahern] #resenha

Cecelia Ahern 8 de setembro de 2015 Aline T.K.M. 8 COMENTÁRIOS


Não é segredo aqui no blog que, dentre os autores best-sellers, Cecelia Ahern está entre os meus nomes favoritos. Seja pelos personagens tão humanos ou pelas tramas bem desenhadinhas e que geralmente abordam o amor – não necessariamente o amor homem-mulher –, abrir um livro da autora é sempre um momento feliz. Com A Lista, lançamento recente da Novo Conceito, não foi diferente.

Kitty Logan é uma jornalista nos seus trinta e pouquinhos anos que, por causa de um grande erro que cometeu, se vê envolvida em um escândalo. Com isso, sua carreira parece vir por água abaixo e até sua vida pessoal é amplamente afetada. Como se não bastasse, sua melhor amiga, chefe e mentora, Constance, está morrendo. Antes de partir, porém, Constance deixa para Kitty um projeto, algo que pode representar uma grande reviravolta em sua vida e carreira.

Trata-se da última matéria que Constance gostaria de ter escrito e, para concebê-la, Kitty herda apenas uma lista de cem nomes. Quem são essas pessoas? O que elas têm em comum? Para escrever o que pode ser a matéria mais importante de sua vida e um tributo a Constance, Kitty precisa ir atrás de cada uma dessas pessoas, ouvir suas histórias e encontrar nelas alguma conexão, algo de que será feita a matéria que deverá escrever – tudo isso em um prazo insano. O que ela não espera é que esse projeto a fará conhecer pessoas extraordinárias, donas de histórias que sem dúvida merecem ser contadas.

Gostosíssimo de ler, o livro vai descortinando as histórias dessas pessoas que a protagonista encontra, cujos nomes estão grafados na lista de Constance. Esses – a princípio – estranhos são gente de todo tipo: homens, mulheres, idosos, jovens, irlandeses ou imigrantes; suas trajetórias até poderiam ser consideradas banais por alguns, no entanto Kitty não tarda a perceber que em todas elas existe uma centelha muito especial, responsável por tornar única cada uma dessas vidas.

Foram vários os sentimentos experimentados aqui, mas a empatia e a crença em um objetivo foram os que mais se destacaram para mim. A protagonista realmente se envolve com cada uma das pessoas e histórias que passa a conhecer, Kitty se doa e acaba recebendo muito em troca. Inclusive, tudo isso a ajuda a reunir forças para lidar com os inúmeros problemas resultantes do escândalo em que esteve envolvida – a jornalista teve sua privacidade invadida, a entrada de seu apartamento é constantemente vandalizada e, além disso, ela é literalmente usada por conhecidos para obter informações sobre esse escândalo.

Claro que nessa história não podia faltar uma coisa: o amor! Kitty tem uma espécie de paixonite por seu grande amigo Steve. Esta historinha entre os dois se desenrola em paralelo com a trama central e, mesmo não sendo o foco, é impossível não torcer pelos dois.

Com prosa deliciosa e ágil, A Lista é um daqueles livros que deixam o coração quentinho, sabe? A trama é repleta de bons sentimentos, traz uma importante mensagem de redenção e resgata um pouco aquela coisa da “luz no fim do túnel”; perante um problemaço, existe uma maneira de dar a volta por cima e ainda aprender muito com isso. É o que acontece com Kitty, pois não só lhe é dada a chance para se recuperar do tombo, mas ela também aprende muito sobre o ser humano e sobre si mesma nessa jornada.

Otimista por excelência, A Lista mostra ao leitor que mesmo nas vidas “mais comuns” existe muito de especial, que cada indivíduo faz diferença em seu entorno. Todo mundo tem uma história que merece ser contada e sortudo é aquele que se detém para ouvi-la.

LEIA PORQUE...
A história é bonita e a escrita da autora é supergostosa, daquelas que a gente lê rapidinho, rapidinho. Não tem como não se identificar – nem que seja um pouquinho – com a Kitty e torcer muito para que dê tudo certo para ela!

DA EXPERIÊNCIA...
Gosto muito dos livros da Cecelia Ahern por vários motivos, e também porque sempre são os livros ideais para intercalar leituras mais densas. As experiências de leitura, inclusive com A Lista, são sempre muito boas, leves e temperadas com uma mensagem positiva.

FEZ PENSAR EM...
Simplesmente Acontece, também da Cecelia Ahern – meu preferido da autora até agora. Nele, a protagonista também passa por poucas e boas, e enfrenta várias provações para conquistar o que deseja.

QUANTO VALE?

Título: A Lista
Título original: One hundred names
Autor(a): Cecelia Ahern
Tradução: Amanda Moura
Editora: Novo Conceito
Edição: 2015
Ano da obra: 2014
Páginas: 384
Onde comprar: Extra | Casas Bahia | Fnac | Livraria Cultura | Amazon (edição Kindle)

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

8 COMENTÁRIOS

  1. Oi, Aline! :)
    Enquanto lia a resenha, eu lembrei de uma conversa que tive com uma amiga alguns meses atrás. Ela disse que a vida de todo mundo tem algo de especial e que merece ser contado. Eu gosto muito dos livros da Ahern também, você sabe.
    Já tentei conseguir esse título em um sorteio, mas não consegui. O jeito é comprar, porque cancelei a parceria com a NC. :(

    O meu preferido da autora é "P.S: Eu Te Amo". <3

    Bjs ;)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, esse livro é uma graça! Eu gosto muito da Cecelia porque ela conta histórias tão cheias de um fator humano, são bonitas sem serem piegas, e as protagonistas são sempre especiais. Meu preferido era P.S.: Eu te amo, mas depois que li Simplesmente Acontece, não pude deixar de me apaixonar pela história e pelos personagens; os dois livros são muito queridos para mim. ^^ Beijos!

      Excluir
  2. Oi, Aline!
    Já tinha me interessado pela sinopse do livro, mas agora fiquei com mais vontade de ler! Acho que esses romances sempre fazem um bem imenso pra gente e deixam qualquer dia melhor. Com certeza vou comprar!

    Beijos,
    Camila | www.lendoporai.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Camila! Ah, se você curte romances deste tipo e gosta da autora, certamente deve ler A Lista. É um livro superfofinho, com uma história leve e otimista, recomendo! Beijooo.

      Excluir
  3. Oi, Aline!
    Me apaixonei pela escrita da Cecelia justamente em Simplesmente Acontece, acho incrível livros que ensinam lições pra gente. Adorei sua resenha, me deu muita vontade de ler mais um livro dessa autora linda :) Beijos:*

    http://fasesdealice.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Carol! Sim! Simplesmente Acontece é um dos livros mais fofos e apaixonantes que já li, e com certeza a escrita da autora é um dos grandes motivos do livro ser tudo o que é. Ah, recomendo que você leia também P.S. Eu Te Amo, é a coisa mais linda - tanto quanto o filme! Beijos!

      Excluir
  4. Esse livro parece ser realmente muito gostoso de ler, daquele que te faz experienciar as múltiplas histórias contadas como se fossem suas. Ainda não conheço nada dessa autora, talvez esteja na hora de ir atrás.
    Beeijo

    www.allthingsblue.coom.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Evy, ahhh sim, esse livro é superfofo, delicinha de ler. Acho que ele é bacana para começar a ler a autora, mas eu definitivamente recomendaria P.S. Eu Te Amo ou Simplesmente Acontece, que foram os meus preferidos dela até agora. ^^ Se você curte histórias fofas, com amor, mas sem muita melosidade nem breguice, essa é a mulher! Leia!!! Beijo!

      Excluir

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros