O Presente [Cecelia Ahern] | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Leituras de outubro: 4 ótimos livros (ou quase!)  Resenha da HQ: A Diferença Invisível, de Julie Dachez e Mademoiselle Caroline  Resenha: As Primeiras Quinze Vidas de Harry August
Leituras de abril

O Presente [Cecelia Ahern]

Cecelia Ahern 3 de fevereiro de 2014 Aline T.K.M. 16 COMENTÁRIOS

The Famine Memorial (Dublin, Irlanda), que pode ser vista do alto do escritório de Lou Suffern, segundo o livro.
Do escultor irlandês Rowan Gillespie, as estátuas representam a Grande Fome que acometeu a Irlanda entre 1845 1849 e matou mais de um milhão de pessoas, além de fazer imigrar outro milhão.

A prosa fluida e sem grandes complicações da irlandesa Cecelia Ahern ganha novamente o leitor com O Presente, cuja mensagem assume caráter universal. Ou seja, serve para todo mundo – consideradas as devidas proporções.

Lou Suffern é um cara ocupado, que corre contra o tempo por opção. Com uma vida bem confortável, é casado e tem duas crianças pequenas. Mas é o típico caso do sujeito que não sabe aproveitar a vida que tem: seus olhos, pensamento e ação estão voltados unicamente para o trabalho, numa louca ambição de chegar cada vez mais próximo ao topo – sabe-se lá do quê. Não tem tempo (e nem quer, na verdade) para a família e seu talento em decepcionar (à mulher, aos pais, aos irmãos...) é proporcional às conquistas profissionais.

Ao oferecer um café e um emprego a Gabe, um morador de rua que passa os dias sentado próximo ao trabalho de Lou, ele acredita presentear um necessitado ao mesmo tempo em que tira proveito da situação. Afinal, Gabe será útil para observar o que acontece no escritório fora das vistas de Lou. Mas Lou ignora ser ele próprio quem receberá um valioso presente e um importante aprendizado.

Nesse ínterim, sente-se extremamente incomodado com a presença do morador de rua: Gabe é competente, ágil (parece sempre estar em dois lugares ao mesmo tempo) e vive dando sinais de que sabe mais do que deveria.

Uma trama repleta de clichês, mas que tem o mérito de não se apoiar completamente neles. Eis aí o grande trunfo da autora. Comovente na medida certa, Ahern acerta a mão ao apresentar uma história que aquece o coração do leitor sem transbordar de sentimentalismo. É simples e não traz novidades, porém consegue fazer com que o leitor olhe para si mesmo e repense suas atitudes e prioridades, tal como faz o protagonista da trama.

Embora não surpreenda e esteja longe de ser inesquecível, O Presente é o tipo de livro que sempre há alguém a quem recomendar. Pessoas que, em maior ou menor grau, tenham algo de Lou Suffern – coisa assustadoramente comum nestes tempos pós-modernos.

LEIA PORQUE...
O livro traz uma mensagem válida e é tocante sem exagerar na dose.

DA EXPERIÊNCIA...
Leitura fácil e agradável. É o segundo livro que leio da autora (o primeiro foi P.S. Eu Te Amo), mas vejo que essa qualidade de trabalhar bem o drama sem cruzar a fronteira do melodrama (no sentido pejorativo da coisa) parece ser algo sempre presente em seus livros.

FEZ PENSAR EM...
Dublin. O cenário do romance – rio Liffey, Grafton Street, St. Stephen’s Green – me traz boas lembranças do ano em que morei nessa cidade quase sempre nublada. E é justamente o aspecto que eu mais gosto nos livros da Cecelia.

Título: O Presente
Título original: The Gift
Autor(a): Cecelia Ahern
Tradução: Ivar Panazollo Júnior
Editora: Novo Conceito
Edição: 2013
Ano da obra: 2010
Páginas: 320

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

16 COMENTÁRIOS

  1. Só li um livro dela, "O livro do amanhã", e acabei não gostando tanto assim... resultado: acabei não indo atrás de nenhum outro livro dela. Mas sou meio sucker por clichês bem trabalhados!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, várias pessoas não curtiram O Livro do Amanhã, mesmo quem gostou dos demais livros da Cecelia. Eu gostei mais do P.S. Eu Te Amo, mas O Presente também é um bom livro.

      Excluir
  2. Não li este livro ainda, mas tenho lido ótimas resenhas. Espero ler em breve.

    Beijos.

    http://livrosleituraseafins.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Boooa!! Tava precisando de um livro que me trouxesse uma lição de vida, mas sem ser esses livros de auto-ajuda rs
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ahhh, aí sim, indico completamente. Ele tem aquela coisa forte de lição de moral (confesso que às vezes isso me incomoda), mas é um bom livro. A escrita da autora contribui e muito para que o livro não caia na mesmice.

      Excluir
  4. Só da autora PS.Eu te amo e gostei, mas não me interessei pelo O Presente apesar das criticas positivas não senti atraída pelo livro, a colunista do blog, a Aline leu e gostou :) Otima resenha!
    Beijos
    Brubs
    http://contodeumlivro.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também só tinha lido P.S. Eu Te Amo, e gostei muito. Também já tinha um carinho especial pelo filme, né. Enfim, adoro essa história. Já O Presente é um bom livro, mas na minha opinião não chega a ser tão bom quanto P.S.

      Excluir
  5. Oi Aline, tudo bem?
    Eu estou com esse livro pra ler a dias (meses já), mas ainda não tive a oportunidade. Mas a cada nova resenha a vontade só aumenta. Espero conseguir ler em breve.
    Abraços,
    Amanda Almeida
    Você é o que lê

    ResponderExcluir
  6. Desde o Natal estou enrolando para começar a ler "O Presente",
    Sua resenha me deu bons motivos para eu me apressar e iniciar a leitura logo, rs!
    Beijos, Bru
    www.sobrelivroseetc.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahah também enrolei pacas para começar a ler o livro... Mas uma vez que o peguei, foi rapidinho. =)

      Excluir
  7. Eu to enrolando para ler esse livro, mas farei isso em breve. Eu tava na cabeça que ele teria um conteúdo natalino muito forte, só que pelo que entendi, as mensagens independem disso. Vou dar uma chance. kkkkkkkkk

    Bjs, @dnisin
    www.seja-cult.com

    ResponderExcluir
  8. Meu Deus, eu não sei o que deu em mim de nunca ter passado por aqui, mas hoje resolvi retribuir comentários do LiteRata e lá estava o link. Logo, aqui estou eu. Fiquei apaixonada pela sua escrita e pela forma como escreveu sua resenha, ela é simples e objetiva e apesar de não ser muito de ler resenhas, mesmo sendo uma blogueira literária, já sei onde procurar por elas quando precisar. Li este livro e assim como outros livros da autora ele me emocionou bastante, e me ensinou algumas coisinhas sobre a vida. Cecelia é uma das minhas autoras favoritas e sempre que algo novo surge eu não espero muito para tê-lo em mãos. Continue com essa clareza ao falar sobre suas impressões ah e o blog está maravilhoso!

    http://blogliterata.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Ju, poxa, obrigada pelo comentário! Fico feliz quando alguém realmente gosta das resenhas e fiquei supercontente de saber que você curtiu o blog. =) Também gosto da Cecelia, mas só li este e P.S. Eu Te Amo (gostei bem mais de P.S.). Mesmo que eu não tenha achado mil maravilhas de O Presente, pretendo ler sim os demais livros dela. Beijão!

      Excluir
  9. oiii acabei esse livro essa semana, sempre quis ler algo da cecelia e este estava na banca, achei sem gracinha, mas ao menos conseguir termina-lo. Adorei sua resenha e sua forma simples e direta de escrever.

    bjinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pois é, ele é bem sem sal se comparado a P.S. Eu Te Amo, por exemplo. Mas a escrita da autora é muito fluida e isso faz toda a diferença. Se fosse só pela história em si, não sei se teria me agradado.
      Fico feliz que tenha gostado da resenha! ^^

      Excluir
  10. Oiee ^^
    Até agora só li um livro da autora, e gostei muito. Não sei por que, mas não sinto curiosidade de conhecer melhor esse livro, talvez pela sinopse dele, que não me encantou, ou pela capa. Talvez eu o leia um dia...
    MilkMilks
    DM
    http://shakedepalavras.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros