Que tal sair para... LER?! | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Resenha: Sopa de Lágrimas, de Gilbert Hernandez  3 hábitos musicais de hoje e da minha adolescência  My Little Pony – O Filme: 4 motivos para assistir
Leituras de abril

Que tal sair para... LER?!

À la française 19 de janeiro de 2012 Aline T.K.M. 16 COMENTÁRIOS

Hoje resolvi falar de um hábito que tenho alimentado cada vez mais: sair para ler. Pode parecer bizarro para alguns, mas acreditem, tem dias em que não há nada melhor que sentar em um café e passar longos momentos na companhia de um bom livro e um expresso bem amarguinho (ou um cappuccino, ou um chá, ou um chocolat viennois...). E posso garantir que um livro – ainda que, sinto muito, não vá encarar seus olhos e dizer algo meigo ou sexy – é uma companhia e tanto. Gosto particularmente daqueles cafés com ambiente mais aconchegante e intimista, poltronas em cantinhos estratégicos. Estes são os melhores, você se larga numa poltrona e as horas passam sem que você perceba.

Chocolat viennois =)

Tão comum hoje em dia são as livrarias que possuem seu próprio café (ou às vezes até um bistrozinho) que, teoricamente, são um convite para folhear livros e revistas à venda no estabelecimento enquanto toma um café e belisca alguma coisa. Digo teoricamente porque, apesar de até frequentar esses lugares, eu nunca levo os livros da loja para dar uma olhada básica enquanto estou na cafeteria – não sei bem por quê... medo de sujar os livros, talvez – e também nunca prestei atenção para ver se alguém de fato o faz.

Agora, uma coisa genial que existe aqui na França é o que se chama café-lecture (ou café-leitura). Cafés (que servem também alguns pratos, além de vinhos e outras bebidinhas) que possuem estantes recheadas de livros e outras publicações para deleite do frequentador. Não há venda de livros, eles estão disponíveis apenas para consulta no próprio local. Infelizmente, esses estabelecimentos não são tão numerosos porque dependem da ajuda de associações e coisas do tipo – os próprios locais são parte de associações –, e ainda da doação facultativa anual de valor simbólico da parte de quem frequenta.

Le Remue-Méninges, na cidade de Saint-Étienne

Les Augustes, em Clermont-Ferrand
Pertíssimo de onde estou morando há um desses simpáticos cafés, o Les Augustes. Nem preciso dizer que sou frequentadora (mas não tão assídua quanto gostaria). Como se não bastassem os livros, ainda há uma ótima programação que vai de música, passando por debates e minipalestras, a leitura de contos e sessões de conversação em língua estrangeira. Também estão à disposição alguns jogos de tabuleiro (infelizmente bastante velhos e faltando peças). Acho delicioso o aspecto peculiar desses lugares; os sofás desbotados, a mobília antiga e as paredes envelhecidas não são atraentes aos olhos de todo mundo. Os frequentadores geralmente são gente mais alternativa, porém é interessante notar que lá é possível achar pessoas de todos os tipos e de todas as idades.

Enfim, sair para ler é algo legal, muito longe de ser um programa para solitários e tristes. Mas quando bate aquela preguiça de tirar o pijama, não há melhor alternativa que fazer você mesmo seu café-leitura. Aquele livro que você está lendo, mais algumas revistas de assuntos diversos e o que mais você quiser (vale até folheto de supermercado... ok, não é para tanto!). Um lugar aconchegante, sem esquecer as bebidas quentes e gostosas – ou até um vinho –, e alguns biscoitos. Ficou inspirado? Eu fiquei, e muito!

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

16 COMENTÁRIOS

  1. Eu partilho desse mesmo gosto por leitura e café! Adoro, especialmente aquela poltrona no cantinho estratégico... e um café para dar asas à imaginação.

    ResponderExcluir
  2. Adorei a dica do café-leitura, Aline. Que delícia! Beijocas

    ResponderExcluir
  3. Fiquei muito muito inspiradaa!!!
    Queria um destes perto de casa!!

    Mas como não tem acho q vou seguir sua dica e fazer um cafézinho em casa mesmo pra acompanhar minha leitura, que no momento é Questões do Coração.

    Adorei o blog e estou seguindo!
    Espero sua visitinha em
    http://my-literarylife.blogspot.com/

    bjão e muito café leitura pra vc!! =)

    ResponderExcluir
  4. Ler é bom. Não importa em que lugar seja!

    Tem post novo no meu blog (: Visita *-*

    Bjonas!

    Fique com Deus <3

    ResponderExcluir
  5. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  6. Antigamente a gente adorava um sofazinho de livraria, né? Hahaha. Sofá da Siciliano, para ficar folheando livro de signos, horóscopos ultrapassados, sexo entre signos... hahaha. Bons tempos.
    Quanto a ler em cafés, eu prefiro mais tomar café e escrever do que vejo no entorno. Eu sempre serei um grande observador da sociedade e da urbe. Não consigo me concentrar em leitura inserido em ambiente tão atrativo como esse para espiar...

    ResponderExcluir
  7. Aqui onde moro, no subúrbio do Rio, café é uma coisa rara. Aliás, nunca vi nenhum. Isso é coisa de Zona Sul mesmo. Um dia pretendo ir lá pra esses lados e ver como é sentar num café, pedir uma bebida quente (quando estiver mais pro meio do ano, porque agora NÃO DÁ) e ler um livro :) Programa cult, hehe.

    Te linkei aqui! http://migre.me/7ETQQ

    ResponderExcluir
  8. @Pedro Paulo Bastos
    Hahaha pois é, eu continuo adorando os sofazinhos, mas já faz tanto tempo que num sento p/ olhar os livros do jeito que a gente fazia. Nossa, pois é, eu vou principalmente p/ ler, mas quando preciso escrever algo, eu faço o mesmo ritual, mas só faço apontamentos, tópicos mesmo, e o texto de verdade nasce depois.
    Ahhh, precisamos ir na livraria!! Heheh. Livros de signos são legais =P

    ResponderExcluir
  9. Ah que delícia! haha Por aqui acho difícil ter isso, viu? Sair pra ler na praça também, deve ser ótimo! Eu quero muito comprar um pufe, pra colocar no meu quarto, botar uma música de fundo e ficar lendo tomando um café, dando uma olhada nos folhetos de supermercados... Humm! SAHUSAH Adorei o post! Beijos,


    @minha_estante - Minha Estante

    ResponderExcluir
  10. Nossa, se houvesse um café-leitura na minha cidade eu não ia mais sair de lá asuhuhauhsuha



    BiahB - Garota Pai D'égua
    www.garotapaidegua.com

    ResponderExcluir
  11. Que delícia, Aline!
    Deu vontade de dar um pulinho na França (e aprender francês rs) só pra isso!
    Beijos!

    ResponderExcluir
  12. Livros, café e chá são coisas que combinam perfeitamente, pelo menos para mim! :D

    Um beijão,
    Pronome Interrogativo.
    http://www.pronomeinterrogativo.com

    ResponderExcluir
  13. Aline, eu moro em São Carlos (no interior de São Paulo) e já vi por aqui e por outros lugares, como Curitiba, um lugar que chama Bookafé. Não foi bem o que eu esperava, acontece que os únicos livros que tem disponível ali são de uma certa religião que eu não consegui entender qual é, e ela não é muito favorável a nós, mulheres. Mas já foi uma iniciativa.
    Sempre pensei muito nesses cafés onde você pode pegar qualquer livro pra ler, com uma música ambiente gostosa, um lugar aconchegante... Mas não sei se por aqui daria certo. Acho, de verdade, que muitos livros seriam levados dos lugares, infelizmente. E, além disso, não sei se iria pra frente porque o povo brasileiro não é muito chegado nos livros (infelizmente, também).
    Mas quem sabe um dia de certo por aqui, não?

    adorei a matéria :)
    beijo, Gaby.

    ResponderExcluir
  14. @Gaby
    Infelizmente tenho a mesma sensação de que no Brasil algumas pessoas provavelmente levariam embora os livros. Talvez se houvesse algum sistema de controle semelhante às bibliotecas, mas aí acredito que a espontaneidade do ambiente se perderia. =S

    ResponderExcluir
  15. Aline, gosto de muito de fazer isso - ou pelo menos já tentei bastante - mas normalmente acontece de eu sair para fazer alguma coisa e aproveitar o momento para isso, por que na correria do dia a dia fica tão difícil ter essa acessibilidade. Aqui, por exemplo, fica um pouco longe de qualquer livraria e acaba dando aquela preguiça... Mas acho super bacana quem o faz e esse local citado por você é uma graça; muito boa iniciativa! :) Abraços.

    De Frente com os Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que meu gosto por frequentar cafés seja principalmente devido ao meu gosto pela leitura fora de casa hahaha. Não faço isso com frequência, mas aos fins de semana, sempre que possível, troco um almoço por um lanche ou bebidinha quente num café, só para me jogar na poltrona com um bom livro enquanto beberico algo. Beijo!

      Excluir

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros