Dublinenses [James Joyce] | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Resenha: Sopa de Lágrimas, de Gilbert Hernandez  3 hábitos musicais de hoje e da minha adolescência  My Little Pony – O Filme: 4 motivos para assistir
Leituras de abril

Dublinenses [James Joyce]

Civilização Brasileira 26 de julho de 2011 Aline T.K.M. 5 COMENTÁRIOS

Primeira obra que leio de James Joyce. Inclusive li que Dublinenses é uma boa pedida para quem quer conhecer um pouco do autor e começar a se aventurar em suas obras. É um livro de leitura mais fácil, ao contrário de Ulisses e Finnegans Wake – tidos como bastante complexos.

Dublinenses foi publicado originalmente em 1914 e consiste em 15 contos que retratam a vida e os habitantes de Dublin, sua cidade natal. Segundo o próprio autor, os contos formam uma espécie de história moral da Irlanda, e são narrados ao leitor através de uma abordagem realista.

Os contos mostram determinados momentos da vida, por exemplo, a juventude e a maturidade, além de proporcionarem um retrato da vida em sociedade, uma crítica de seus costumes. Há forte presença de características morais e comportamentais da Irlanda de então, sendo elas o alcoolismo (isso eu pude ver com meus próprios olhos, é fato: o irlandês gosta de encher a caneca, sim! =P ), o aspecto violento na vida familiar e a rigidez no catolicismo. O nacionalismo é notadamente presente, assim como o ressentimento em relação à Inglaterra. É interessante pontuar que os contos são narrados de maneira a permitir que observemos o que se passa, mas sem “pensar” ou “sentir” por nós, há certa neutralidade.

A leitura é bastante agradável e flui com facilidade. Os personagens são muito humanos, e a narrativa nos leva a embarcar no interior mais íntimo de cada um deles, aspecto que muito me agradou. Situações conflituosas mostram-se presentes em quase todos os contos e é interessante ver como os personagens lutam – ou não – para mudar determinada condição.

Os contos tratam de aspectos do cotidiano, como se observássemos a vida dos personagens durante certo período de tempo. E assim como começam, eles terminam, muitas vezes sem um “desfecho” propriamente dito. Um espelho da própria vida, que continua seguindo seu curso mesmo que nossa observação tenha sido interrompida.

Cada conto me agradou de maneira peculiar. Mas tenho dois deles como meus favoritos: Um caso doloroso e Os mortos (o mais famoso dentre todos do livro).
Divido com vocês um trechinho que chamou minha atenção no conto Um caso doloroso:
Concordaram em romper relações. Todo vínculo, disse ele, é um vínculo para o sofrimento.

Curiosidade: o conto Os mortos teve uma adaptação para o cinema. Trata-se do filme Os Vivos e os Mortos (título original: The Dead), dirigido pelo norte-americano John Huston em 1987. Este foi o último filme do diretor e pai da atriz Anjelica Huston, que nele interpreta o papel de Gretta Conroy.

Gostei muito da leitura de Dublinenses e recomendo-a fortemente a quem tiver interesse em conhecer um pouco da obra de James Joyce.

Título: Dublinenses
Título original: Dubliners
Autor(a): James Joyce
Editora: Civilização Brasileira (selo da Editora Record)
Edição: 2006 (11ª)
Ano da obra: 1914

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

5 COMENTÁRIOS

  1. Não sei se quero ler esse livro, principalmente por ser de contos e eu não tenho uma boa experiência com contos :s

    Beijos, Bianca
    epilogosefinais.co.cc

    ResponderExcluir
  2. Também não sou muito fã de livros de contos, até gosto de ler, mas não me anima ter de comprar. O tema, no entanto, parece mesmo bem interessante.

    Beijos
    Conjunto da Obra

    ResponderExcluir
  3. boa dica... achei esse livro na versão original (de graça!) no Google Books: http://ow.ly/5P4TN

    Vou ler os contos que vc recomendou!

    ResponderExcluir
  4. Não sou muito fã de livro de contos, sou meio preconceituosa, rs, o único que gostei foi 'Contos de Amor Rasgados' da Colasanti.

    _________

    Estou seguindo aqui, segue lá? http://amorporclassico.blogspot.com

    [Na verdade, é um blog literário destinado às pessoas da minha cidade, mas agora no início, preciso dessa mãozinha, obrigada!]

    ResponderExcluir
  5. Oi Aline!
    Adoro esses livros que revelam essa questão da identidade cultural de um lugar, ainda mais por se tratar da Irlanda, que é um pais que eu tenho vontade de conhecer.
    Adorei a dica!
    Beijos!

    ResponderExcluir

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros