Resenha: As Brumas de Avalon - O Gamo-Rei (Livro 3), de Marion Zimmer Bradley | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Filme: Um Tio Quase Perfeito  Livros recebidos em abril  Resenha + Sorteio: Quer que eu desenhe? (vol.2)
Leituras de abril

Resenha: As Brumas de Avalon - O Gamo-Rei (Livro 3), de Marion Zimmer Bradley

As Brumas de Avalon 5 de abril de 2010 Aline T.K.M. 8 COMENTÁRIOS

As Brumas de Avalon - O Gamo-Rei (livro 3), de Marion Zimmer Bradley

Continuando a saga, As Brumas de Avalon – O Gamo-Rei parece ter o objetivo de preparar as coisas para o desfecho final, que ocorrerá com o quarto e último livro (O Prisioneiro da Árvore). Acontecimentos importantes nos são apresentados aqui, porém suas consequências ainda estão por vir.

Os tempos são de paz. Tendo conseguido a vitória na luta contra os saxões, Artur revela-se cada vez mais um rei cristão, sofrendo enorme influência de Gwenhwyfar. Seu distanciamento de Avalon provoca o descontentamento de Morgana e Viviane, já que o Grande Rei deve honrar o juramento que fez e ser digno de continuar levando na bainha a poderosa Excalibur.

Gwydion, filho de Morgana, é criado no reino de Lot e, posteriormente, é educado em Avalon. O livro, então, nos apresenta uma importante questão: o que acontecerá ao Gamo-Rei quando o jovem gamo estiver adulto? E Morgana, por sua vez, questiona em seus pensamentos: “Se Galahad (filho de Lancelote e Elaine) vai ser rei, é meu filho então o Merlim, o sucessor escolhido em vida?”

A morte de Viviane, a consolidação da rivalidade entre Morgana e Gwenhwyfar, e o posto de Senhora do Lago ocupado por Niniane (filha de Taliesin), são alguns dos acontecimentos importantes deste terceiro livro. A situação de Avalon não é das melhores, pois se perde cada vez mais entre as brumas, afastando-se da terra dos homens e temendo tornar-se tão distante dos ciclos solares e lunares quanto o reino das fadas.

A meu ver, o ápice do livro está no renascimento da sacerdotisa em Morgana. A Deusa volta a manifestar-se nela, que retoma etapa por etapa até estar novamente preparada para seu regresso a Avalon. Finalmente, Morgana compreende os planos que Viviane tinha para si, planos que antes era muito jovem e tola para entender. Ainda que à custa de muito sofrimento, Viviane lhe dera algo valioso que ela, Morgana, simplesmente jogara fora. Seria, então, tempo de retomar os planos de Viviane.

Apesar de eu ter dito no início que este é um livro que “prepara o terreno” para os acontecimentos finais, devo fazer aqui um complemento: a leitura continuou instigante e quase não fui capaz de largar o livro até tê-lo terminado. Justamente o contrário do que em geral ocorre em determinado ponto de uma saga, quanto é tomada pela característica de preparação/transição, fazendo com que o leitor sinta-se entediado e não tenha paciência para chegar ao final. No caso de As Brumas de Avalon, não me foi necessária a paciência, pois tenho lido com crescente empolgação cada parágrafo desta grandiosa obra.



Onde comprar: Cia. dos Livros

Título: As Brumas de Avalon – O Gamo-Rei (Livro 3)
Título original: The Mists of Avalon (volume único)
Autor(a): Marion Zimmer Bradley
Tradução: Waltensir Dutra
Editora: Imago
Edição: 2008
Ano da obra: 1982
Páginas: 212

LEIA TAMBÉM

As Brumas de Avalon – A Senhora da Magia (Livro 1)
As Brumas de Avalon – A Grande Rainha (Livro 2)
As Brumas de Avalon – O Prisioneiro da Árvore (Livro 4)

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

8 COMENTÁRIOS

  1. Ei Aline,

    Eu gosto muitooo desta série, na verdade estou pensando em ler tudo de novo para postar no blog já que li a anos atrás. E ganhei a série todinha a ainda não li a minha rs

    bjoo

    ResponderExcluir
  2. oi obrigado por participar do meu blog amei o seu

    ResponderExcluir
  3. Na minha opinião o melhor da saga de Brumas. É como você disse aqui Morgana assume de vez seu destino. Parabéns! Seu blog é maravilhoso!

    ResponderExcluir
  4. Oi Aline!! tudo bemm??
    nossa.. valeu pelo comment no meu blog!! tem hora que desanimo um poko.. ashsahuas
    Ameii o seu blog menina!! Qnta as Brumas de Avalon.. nossa, sempre quis ler mas nao tenho oportunidade.. :( + ainda vo ler essa saga.. parece muito boa!! ;D
    bjaoo

    ResponderExcluir
  5. Aline, o volume 3 ao meu ver é o melhor da saga. Nele nós vemos realmente a importância da magia e Morgana reassume seu papel, ainda assim encontrando pela primeira vez felicidade fora de Avalon.

    P.S: Te linkei lá no blog, e vira e mexe venho aqui olhar suas "loucuras".

    ResponderExcluir
  6. Gostei muito do Livro 3, mas juro, não sei dizer qual o meu preferido, cada um tem suas particularidades.
    Com certeza concordo que o "renascer" da Morgana foi fantástico!

    ResponderExcluir
  7. Aline, eu sugiro o esforço de ler a saga inteira.... não sei se já te contaram, mas As Brumas é final de uma história bem maior que começa em A Queda de Atlântida, onde por magia libertam um deus acorrentado (que resulta na queda) e os personagens envolvidos, são intrincados em um ciclo de karma e reencarnações... até as Brumas... o melhor é que nem sempre as reencarnações são claras, então acabamos tendo que garimpar pistas que a autora deixou...

    ResponderExcluir
  8. @Fabio Lima Da Silva
    Oi Fabio, sim, na realidade, quando comecei a ler As Brumas eu não sabia, mas depois fui atrás de informações sobre a bibliografia da autora e descobri que a história começa bem antes. Infelizmente não tenho e não li A Queda de Atlântida, mas com certeza ainda lerei. Bjs.

    ResponderExcluir

Segue @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros