‘A Sombra do Pai’: diretora de O Animal Cordial traz horror e drama em filme repleto de deslocamentos sobre a relação entre uma menina e seu pai | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Resenha: O Fazedor de Velhos  Resenha: HQ Intrusos  Série | Juacas 2ª temporada: 5 motivos para assistir
Semana do Consumidor Amazon | Livros

‘A Sombra do Pai’: diretora de O Animal Cordial traz horror e drama em filme repleto de deslocamentos sobre a relação entre uma menina e seu pai

Cinema brasileiro 29 de abril de 2019 Aline T.K.M. Nenhum comentário

A Sombra do Pai: diretora de O Animal Cordial traz horror e drama em filme repleto de deslocamentos sobre a relação entre uma menina e seu pai | Cinema

Com direção de Gabriela Amaral Almeida (O Animal Cordial), A Sombra do Pai chega aos cinemas esta semana, trazendo uma pegada de horror mesclada a um drama psicológico sobre uma menina órfã de mãe que se vê diante da responsabilidade de cuidar de si mesma e de um pai cada vez mais distante.

O filme faz parte do projeto Caixa de Pandora, fruto de uma parceria entre a Pandora Filmes e a rede Cinépolis – saiba mais aqui.

A Sombra do Pai: diretora de O Animal Cordial traz horror e drama em filme repleto de deslocamentos sobre a relação entre uma menina e seu pai | Cinema

Dalva (Nina Medeiros) é apenas uma criança. Sua mãe está morta, a tia está saindo de casa para se casar, e a relação com o pai é quase inexistente. Quando esse pai fica doente, Dalva de repente é o “adulto” da casa, e esse é um fardo pesado quando se tem só nove anos.

Com um roteiro que vinha sendo trabalhado há anos, A Sombra do Pai seria o primeiro filme de Gabriela Amaral Almeida e foi um trabalho que acompanhou sua trajetória como escritora e diretora.

A Sombra do Pai: diretora de O Animal Cordial traz horror e drama em filme repleto de deslocamentos sobre a relação entre uma menina e seu pai | Cinema

Se apenas o drama envolvendo a relação pai-filha vem repleto de nuances e interpretações, a adição do horror e do fantástico contribuem para fazer transbordar o mundo interior e as angústias da pequena Dalva, transformando-os em possibilidades das mais macabras na vida real.

A Sombra do Pai: diretora de O Animal Cordial traz horror e drama em filme repleto de deslocamentos sobre a relação entre uma menina e seu pai | Cinema

Habituada a ver a tia às voltas com simpatias e pequenos “feitiços” caseiros, a menina tem aí todo um universo que, além de já entranhado em si, inspira as criações de sua mente infantil. E isso representa também um caminho – o único possível – para que ela realize seus desejos mais íntimos e impetuosos, desconhecendo a gravidade e mesmo a impossibilidade deles.

A menina que não se abala com filmes de terror guarda uns poucos pertences da mãe e anseia para que ela retorne da terra, dos mortos, e acredita poder fazer com que isso aconteça. O pai, isolado em seu mundo, sofre um baque com o acidente de um amigo, e passa a se fechar ainda mais, abafando uma possível ebulição interna.

A Sombra do Pai: diretora de O Animal Cordial traz horror e drama em filme repleto de deslocamentos sobre a relação entre uma menina e seu pai | Cinema

Filme de silêncios, de poucos sorrisos (e poucas lágrimas também), de portas entreabertas e olhares furtivos, de tristezas e frustrações, de um pai que não se sente e nem que se sentir pai, de uma criança que sequer sabe bem como ser criança; tudo aqui são deslocamentos: da realidade, desses seres humanos e de seu papel na diminuta família.

Com resultado bastante intimista, reforçado também pelos planos fechados ao longo de todo o filme, A Sombra do Pai traz tensão e melancolia, desilusão e escapismo, andando lado a lado. E prova com louvor que o medo maior está naquilo que não é de todo visto nem revelado.

TRAILER E INFOS



A Sombra do Pai – 92 min.
Brasil | 2018
Direção: Gabriela Amaral Almeida
Roteiro: Gabriela Amaral Almeida
Elenco: Júlio Machado, Nina Medeiros, Luciana Paes, Rafael Raposo, Clara Moura, Eduardo Gomes, Dinho Lima Flor

Estreia: 2 de maio

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 9 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

Nenhum comentário

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Editoras Parceiras