Quero ter um blog: como e por que resolvi falar de livros na internet | SoSeLit #9 | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Resenha: Geek Love  Resenha | Contumélia, um romance de época com aventura e mistério  Resenha | Justin, HQ de Gauthier, aborda o que é ser transgênero
Semana do Consumidor Amazon | Livros

Quero ter um blog: como e por que resolvi falar de livros na internet | SoSeLit #9

Blá 20 de setembro de 2018 Aline T.K.M. 8 comentários

Quero ter um blog: como e por que resolvi falar criar um blog literário

Que delícia é o tema do SoSeLit deste mês! Afinal, que blogueiro não gosta de falar sobre as motivações que o levaram a começar – e a continuar – a produzir conteúdo na internet?! Acho que foram poucas as vezes que falei sobre os primórdios do Livro Lab, os comos e os porquês.

A ideia começou lá no finzinho de 2009...

INTERNET, SUA LINDA

Antes, porém, preciso contextualizar um pouco as coisas. Desde 1999 mais ou menos eu já me aventurava pela internet. Eu tinha uns doze anos e um dos meus maiores hobbies era manter sites sobre atrizes de novelas mexicanas. Pois é rsrsrs. Era superfã da Thalía, da Belinda e da Daniela Luján – meu site dela era um dos primeiros e maiores do Brasil na época. Ou seja, eu já simpatizava com esse negócio de dar minha opinião na web.

Quando tinha uns dezesseis anos eu tive um blog pessoal, mas era uma coisa muitooo bobinha. Em 2009, criei um outro blog para escrever coisas aleatórias, mas durou apenas uns três posts e desisti. Também tentei um blog sobre dança, mas desisti logo. Não era bem aquilo que eu estava buscando...

LEIO, LOGO EXISTO

Foi então que, no fim de 2009 e sendo apaixonada por literatura, me deu um clique e pensei que seria muito legal ter um lugar onde eu pudesse comentar minhas leituras, conversar sobre livros e conhecer gente que também gosta de ler. Um lugar onde eu pudesse me expressar.

Além disso, o blog também seria uma espécie de “diário de leitura”, onde eu registraria detalhes e impressões sobre cada livro lido com o objetivo de... não esquecer mesmo! Ai, confesso que minha memória não é tão maravilhosa como eu gostaria que fosse, e registrar as minhas leituras seria uma forma de sempre ter como me lembrar de detalhes de todos os livros que li.

Ao mesmo tempo, sempre gostei e tive o hábito de escrever, e tinha planos de escrever mais contos e mesmo um romance. Ter um blog em paralelo a esse projeto me ajudaria bastante.

Quero ter um blog: como e por que resolvi falar criar um blog literário

Assim, em fevereiro de 2010 nasceu o antigo Escrevendo Loucamente, que posteriormente virou o Livro Lab. Gostei tanto desse negócio de blogar sobre um tema que me fascina que, mais adiante, o blog se desdobrou no canal, na fanpage, no twitter, no insta.

Só que o que aconteceu foi que, apesar de ter publicado alguns contos, o projeto do romance ainda continua um projeto – mas estou avançando um pouquinho na estrutura desse plano.

Por outro lado, o blog e o canal foram crescendo, comecei a inserir outros temas também, e dei espaço para uma outra paixão minha – o cinema. Hoje, livros e filmes são os temas centrais do blog e do canal, e falar sobre essas minhas paixões me trouxe coisas muito lindas. Por meio do blog e do canal pude conhecer pessoas incríveis e que se tornaram boas amigas, comecei a frequentar clubes do livro e eventos literários.

Quero ter um blog: como e por que resolvi falar criar um blog literário

Estou focando mais nos livros neste post, mas claro que falar sobre cinema também me levou a ter contato com muitos filmes transformadores e a conhecer pessoas muito especiais.

Produzir conteúdo na internet também me ajudou no aspecto profissional, já que desde 2013 eu venho atuando como freelancer editorial com revisão e preparação de originais, e, de um jeito ou de outro, o blog tem sido uma boa maneira de ampliar os meus contatos.

UMA LEITORA MAIS ÁVIDA

Aquela minha motivação inicial, a vontade de falar sobre livros, continua impulsionando cada vez mais o blog e o canal nesses quase nove anos de trajetória na blogosfera. E, ao longo dos anos, notei como fui amadurecendo como leitora.

É verdade que gosto de ler desde criança, mas, sendo muito sincera, eu não tinha muita paciência para ler vários dos livros obrigatórios da escola e, até entrar na faculdade, eu era uma leitora meio preguiçosa.

Hoje percebo como isso foi mudando. Ter o blog não só alimenta cada vez mais a paixão pela leitura, como também me possibilitou e me incentivou a ler cada vez mais, a passear por gêneros e autores que eu não conhecia, e a me apaixonar pelo novo.

E foi assim que o Livro Lab nasceu e continua vivo até hoje! E espero que continue por muito tempo mais!

E você, que também é blogueiro e booktuber, por que resolveu compartilhar suas impressões literárias na internet?!

O QUE É SOSELIT?
A Sociedade Secreta Literária é um projeto para compartilhar experiências e discutir assuntos que tenham relação com a blogosfera literária. Todo mês rola blogagem coletiva de um tema diferente!
Blogs participantes: Eu Insisto | La Oliphant | My Dear Library | Barda Literária | Um Metro e Meio de Livros | Coleções Literárias | Pétalas de Liberdade | Livro Lab

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 8 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

8 comentários

  1. É sempre maravilhoso ver como nasceu algo, seja uma ideia e depois vê-la crescer, criando alicerces, ganhando corpo e alma! A leitura, os livros, aproximam as pessoas e fazem com que, os desconhecidos passem a conhecidos e possíveis amigos :) Nós somos exemplos disso que, nos conhecemos por termos blogs que falam de literatura e começamos a fazer participações especiais, tanto no Livro Lab como no Entre Linhas ;)

    Continua o excelente trabalho Aline e um beijinho grande de Portugal <3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindo ver seu comentário por aqui! Com certeza a leitura aproxima as pessoas, conheci gente tão legal por causa do blog, e certamente você foi uma dessas pessoas, ainda que só nos conheçamos online. Obrigada pelo carinho! <3 Um beijão!

      Excluir
  2. na minha adolescência no começo dos anos 2000 eu tive alguns blogs, mas mais sobre coisas bobas da vida, e sobre uma das minha paixões: rock. Cinema que era, e ainda é, outra paixão, eu nunca me "atrevi" a publicar algo, o máximo era ter um caderno para anotar os filmes que assistia. Só "depois de velho, depois da faculdade peguei gosto por ler livros, e ter contato com vários blogs literários como o seu, e fazer conta no skoob, me estimulou a ler cada vez mais. Mas, acabei nunca fazendo um blog literário, pois não tenho disciplina para tanto. O máximo que faço são alguns posts no instagram sobre minhas leituras, e anos atrás colocava quotes dos livros no meu facebook.

    Muito legal conhecer um pouco sua história, Aline. Vida longa ao seu blog e boa sorte com o romance.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sabe que eu também tinha um pouco de medo de falar de cinema e até de livros mesmo - especialmente os clássicos -, sei lá, por talvez não ter bagagem suficiente para tanto, etc, mas depois percebi que é bobagem, que eu falo a minha impressão de leitora/cinéfila. Obrigada por sempre acompanhar, pelas nossas conversas, dicas de livro e de descontos rolando rsrs. Ah sim, quem sabe num tiro de vez do papel esse projeto de escrever algo mais longo. Tenho mania de só planejar e nunca fazer acontecer kkk.

      Excluir
  3. Minhas motivações foram parecidas, um lugar para expressar minha opinião e ao mesmo tempo indicar livros para amigos que na escola sempre me perguntavam que livro pegar e tal. Na época eu lia muito revista (Super, Mundo Estranho, Galileu, etc) então eu tinha uma "pegada" diferente da que escrevo hoje, talvez algo mais imparcial e quase jornalístico hahahaha, hoje me expresso bem "pessoal" e claro, quando é bom faço de tudo para que alcance o maior número de pessoas.

    Comecei em 2010 sabendo nada de internet ainda e aos poucos fui expandindo horizontes. Realmente esse hobby nos dá muitas opções de leitura, outras perspectivas que o "leitor comum" quem não consome esse tipo de informação, passa batido. São muitas recomendações de amigos blogueiros e sinceramente adoro pois confio na opinião e sei que é garantia de que irei gostar.

    Abs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nossa, eu me identifico muito com isso que você disse, que antes você escrevia de um jeito mais impessoal, eu também era muito assim, lá no primeiro, talvez até no segundo ano do blog. Tinha uma preocupação de "escrever bonito" também rsrs. Hoje eu falo de um jeito mais pessoal, não hesito em usar primeira pessoa, e gosto de dividir visões bem pessoais sobre um livro/filme, etc.
      E sim, super concordo que esse hobby propicia perspectivas diferentes, não só pela quantidade de livros que a gente acaba lendo, mas porque nos forçamos a ler de forma crítica, a pensar e destrinchar os temas. E tb confio mt na opinião dos blogs com os quais me identifico, acho que é um termômetro bem garantido na hora de saber se vale a pena ir atrás de um livro ou não. =)

      Excluir
  4. Olá,
    Eu acho que passei por isso de também conhecer mais coisas sobre outros gêneros de livros, se eu pensar bem antes do blog minhas leituras eram um tanto quanto limitadas. E também gosto dessa coisa de abranger mais. Adorei conhecer sua história com o blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oie! Obrigada! Pois é, eu até gostava às vezes de sair um pouco da zona de conforto antes do blog, mas não era tanto assim, eu dificilmente fazia questão de ler algo de um gênero do qual não simpatizasse.

      Excluir

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Editoras Parceiras