5 motivos para ver Demônio de Neon | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Resenha e sorteio: Ajuste de Contas, de Wallery Giscar Desten  Filme: Um Tio Quase Perfeito  Livros recebidos em abril
Leituras de abril

5 motivos para ver Demônio de Neon

Elle Fanning 28 de setembro de 2016 Aline T.K.M. Nenhum comentário

Filme Demônio de Neon

Uma jovem aspirante a modelo se muda para L.A. e fica frente a frente com a inveja, a obsessão e o narcisismo, retratados na pele de um grupo de mulheres que usarão de todos os meios necessários para conseguir o que a novata tem. Este é o enredo de Demônio de Neon, thriller com punhados de terror do dinamarquês Nicolas Winding Refn, que estreia amanhã nos cinemas.

Com Elle Fanning – perfeita – no papel principal e uma fotografia indiscutivelmente bela, com direito a jogo de texturas, cores, glitter e brilho em contraste com vazios e com um forte aspecto clean, o filme coloca em evidência o mundo das aparências e a obsessão pela beleza. Ali, não sabemos verdadeiramente quem são as pessoas, seu passado, sua história; nada disso parece importar, uma vez que alguém só passa a existir depois que entra nessa dinâmica cruel que faz parte do universo “glamuroso” da moda.

O que enxergamos é um mundo que compete desenfreadamente pela beleza, numa obsessão que sabemos que ultrapassa – e muito – as fronteiras do mundo fashion e que percebemos instalada no cotidiano, nas redes sociais e na vida de maneira geral.

Capaz de gerar opiniões bem divergentes, Demônio de Neon me prendeu – e me surpreendeu – do início ao fim. Mas já aviso que é um filme pesadinho, não tão simples de digerir. Em dúvida sobre ir ou não conferir? Então se liga nestes 5 motivos que vão fazer bater vontade de ir no cinema hoje mesmo!

1. ELLE FANNING

Filme Demônio de Neon
Quando um filme traz a Elle Fanning no elenco, já presto atenção, é quase como ouvir sinos e uma voz do além que diz “Assiste que vai ser incrível, garota!”. Fazem parte de sua filmografia: Virgínia, Um Lugar Qualquer, Ginger & Rosa, Trumbo: Lista Negra e Meu Nome é Ray, só para citar alguns exemplos.

Em Demônio de Neon, a irmã caçula de Dakota Fanning está maravilhosa na pele da angelical e misteriosa Jesse, uma garota recém-chegada do interior e que ainda carrega a inocência do sweet sixteen, mas diz que não é tão indefesa quanto aparenta. Modelo novata, ela porta uma beleza única e natural – sua fortuna e ruína – e um passado que desconhecemos. Aqui, Elle arrasa mais uma vez sendo essa atriz versátil que transmite 8947583 coisas em um único olhar ou apenas com um leve movimentar de lábios.

2. “A” TRILHA SONORA

Filme Demônio de Neon
Composta por Cliff Martinez – que anteriormente compôs as trilhas para os filmes Drive e Só Deus Perdoa, também do Nicolas Winding Refn – a trilha sonora de Demônio de Neon traz aquela atmosfera de tensão e perigo à espreita, conseguida a partir do uso de sintetizadores – adoooro! Para vocês terem uma ideia, muitos momentos sonoros lembram a trilha incrível de Corrente do Mal e também a abertura perfeita de Stranger Things, que me conquistou e me fez virar fã da série logo nos primeiros minutos do capítulo inicial.

A trilha sonora ainda inclui "Waving Goodbye", da Sia, e "The Demon Dance", do Julian Winding. Dica: fiquem para ver os créditos – as imagens são lindas e a música envolve. Vai ser difícil tirar esse filme da cabeça.

3. IT’S FASHION, BABE!

Filme Demônio de Neon
O figurino é digno de atenção! Alta-costura, brilho e o vestido preto maravilhoso que a personagem de Elle Fanning usa em um desfile – momento crucial e muito plástico do filme.

4. METÁFORAS E SÍMBOLOS

Filme Demônio de Neon
Demônio de Neon coloca os holofotes sobre a supervalorização da imagem, a obsessão pela beleza e o verdadeiro vale-tudo a fim de obtê-la – seja por meio de cirurgias estéticas ou até mesmo devorando quem possa representar uma ameaça. O assunto é bastante atual e Refn não precisa ser tão didático assim para passar sua mensagem. Pelo contrário, já que muitas vezes recorre aos símbolos e metáforas como uma maneira de mostrar o submundo fashion e as mudanças que se operam em Jesse à medida em que é engolida por esse meio.

Espelhos, roupas, cores, formas geométricas e violência física e um tanto sanguinolenta – lembrando que o filme é classificado como terror –, tudo ali tem algo a nos dizer e é bem possível passar horas interpretando e discutindo seus significados. Eu, particularmente, adoro e piro demais nesse tipo de coisa – gosto quando o filme demora a sair de mim e eu demoro a sair do filme!

5. JENA MALONE NO PAPEL DA MAQUIADORA RUBY

Filme Demônio de Neon
Jena Malone também está incrível como Ruby, a maquiadora que está sempre perto de Jesse. Essa personagem é um grande enigma, alguém que – literalmente – vive da aparência. Em um momento, faz makes incríveis em modelos e trabalha com profissionais de renome no mundo da moda. No outro, maquia defuntos, trabalho cujo objetivo é o de trazer uma vaga lembrança, uma sombra, do que aqueles corpos eram em vida. Por trás do aparente glamour existe a não vida, a deterioração. A ausência de calor e de alma faz com que Ruby se entregue desesperadamente a desejos carnais, meio que como uma busca por um sopro de vida, algo que possa tirá-la da inércia em que parece viver. Personagem complexa e que, em minha opinião, merecia um destaque maior no longa.

TRAILER E SINOPSE


Jesse (Elle Fannng) é uma jovem que acaba de chegar a Los Angeles. Dona de uma beleza natural impressionante, ela tenta a sorte como modelo profissional e, após tirar algumas fotos mórbidas para um jovem fotógrafo, é contratada por uma conceituada agência de modelos. Bastante ingênua, ela passa a lidar com o ego sempre inflado das demais modelos e também com a maquiadora Ruby (Jena Malone), que possui intenções ocultas com a jovem.

Demônio de Neon (The Neon Demon) – 118 min.
EUA, Dinamarca, França – 2016
Direção: Nicolas Winding Refn
Roteiro: Nicolas Winding Refn, Mary Laws e Polly Stenham
Elenco: Elle Fanning, Karl Glusman, Jena Malone, Abbey Lee, Bella Heathcote, Christina Hendricks, Keanu Reeves, Desmond Harrington

Estreia: 29 de setembro

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

Nenhum comentário

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros