3 motivos para ver “Boyhood – Da Infância à Juventude” | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Resenha: Sopa de Lágrimas, de Gilbert Hernandez  3 hábitos musicais de hoje e da minha adolescência  My Little Pony – O Filme: 4 motivos para assistir
Leituras de abril

3 motivos para ver “Boyhood – Da Infância à Juventude”

3 motivos para ver 16 de janeiro de 2015 Aline T.K.M. 8 COMENTÁRIOS


Ovacionado e fruto de um projeto ambicioso, com certeza vocês já ouviram falar no filme Boyhood, em cartaz no Brasil desde o fim de outubro. Rodado durante doze anos (de 2002 a 2013), o longa dirigido por Richard Linklater acompanha a vida e o crescimento do garoto Mason, interpretado por Ellar Coltrane – ele tinha 7 anos quando começaram as filmagens e 18 quando finalizaram. Para isso, o elenco se encontrava uma vez ao ano e filmava por cerca de dois a quatro dias. Ao todo, foram 45 dias de filmagens, resultando em quase três horas de filme.

Além de Ellar Coltrane, o elenco conta com o ótimo Ethan Hawke, Patricia Arquette (Globo de Ouro na categoria de melhor atriz coadjuvante) e Lorelei Linklater, que é filha do diretor.

Tardiamente, confesso, fui conferir Boyhood e AMEI. Entenda o porquê com 3 motivos que certamente vão te fazer querer ver o filme o quanto antes!

1. A passagem do tempo sempre causa um impacto, por mais conscientes que estejamos dela. A verdade é que há um certo fascínio na constatação de que o tempo passa, as crianças crescem e os adultos envelhecem, os sonhos mudam, a vida flui. Não tem nada de supermirabolante em Boyhood; o que é bonito é justamente a simplicidade, situações comuns vividas por gente comum.

Em Boyhood, a passagem do tempo também é marcada por inúmeras referências à cultura pop dos anos 2000, que vão desde as músicas mais tocadas até jogos de videogame, filmes e – emoção! – o lançamento do penúltimo livro do Harry Potter. Somos surpreendidos por um sentimento ali entre a nostalgia e a lembrança de algo ainda recente, vívido na memória. Evocar a própria infância e adolescência acaba sendo inevitável em muitos momentos! Adorei quando, ainda pequenos, a espoleta Samantha acorda o irmão com uma performance de "Oops!... I did it again", da Britney Spears – tão anos 2000...

2. Os diálogos são simplesmente incríveis, cada um deles. Inteligentes e bem pensados, mesmo quando abordam trivialidades, e profundos ao falar de amor e amadurecimento. Essa genialidade dos diálogos já era de certa forma esperada, já que o diretor, Richard Linklater, é o mesmo da trilogia Antes do Amanhecer (Antes do Amanhecer, Antes do Pôr-do-Sol e Antes da Meia-Noite), que também aborda a passagem do tempo e é marcada por diálogos geniais.

3. Além de ter sido um dos 11 filmes de todos os tempos a receber um Metascore de 100 – a pontuação máxima no site americano Metacritic, concedida por críticos de cinema profissionais –, Boyhood foi premiado no Festival de Berlim de 2014 por melhor direção, ganhou o Globo de Ouro na categoria de melhor drama, e teve seis indicações ao Oscar (incluindo a de melhor filme).



TRAILER E SINOPSE

SINOPSE: O filme narra a juventude do garoto Mason, filho de pais separados e que vive com a mãe e a irmã mais velha. Acompanhamos a trajetória do menino durante doze anos, da infância à juventude: os momentos felizes e também os conflituosos, a ausência do pai, as relações amorosas da mãe, a mudança de cidade, os estudos, o amor... enfim, a vida.
Boyhood – Da Infância à Juventude (Boyhood, de Richard Linklater, EUA, 2014)

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

8 COMENTÁRIOS

  1. Oii, amei o filme! Estou até ansiosa para assistir hahaha
    Fiquei curiosa!
    Beijos
    estantedorefugio.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É muito, muito, muito bom!!! E bonito, e nostálgico, e tudo. Veja sim!

      Excluir
  2. Oi Aline!
    Ahhhhhh agora eu estou louca para assistir o filme! Já tinha ouvido falar dele antes, mas nunca tive muito curiosidade a ponto de sentar para assistir.
    Adorei!
    Ótimo post, super bem escrito :)

    Bjs,

    http://blogimaginacaoliteraria.blogspot.com/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Fê! Obrigada! Esse filme é incrível, tanto o filme em si como o próprio projeto dele, a forma como foi concebido, que fez toda a diferença. Vale a pena conferir no cinema. =) Bj.

      Excluir
  3. Gostei da marcação de tempos, com músicas (tipo Coldplay no começo dos anos 2000) e eventos como lançamentos de livros (Harry Potter gente <3). Muito legal, né? Achei o filme legal, mas sinceramente nada demais. Tem diálogos bem bacanas, próprios da sua época (como aquele do celular/facebook/conectividade), mas sei lá, hehehe.

    BEijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Raquel, a proposta do filme (a trama) é bem simples, e isso foi o que achei mais genial. Eu realmente amei esse filme hehe, me fez voltar um pouco no tempo, pensar em coisas que eu talvez poderia ter feito diferente. Filmes assim sempre me deixam meio nostálgica, porque atrás da simplicidade existe uma mensagem forte que quase sempre me impacta. Hehehe aquela parte do HP é bem legal, achei o máximo eles terem incluído. Beijo!

      Excluir
  4. Oi Aline!
    Fiquei sabendo do filme bem no comecinho da promoção do mesmo e fiquei muuuuito interessado para ver um filme rodado em 12 anos imagina só! Seria perfeito ou seria uma perfeita bom kkkk, mas o filme se mostrou maravilhoso e encantador acompanhar o crescimento e desenvolvimento da família de Mason foi fantástico! Boyhood é um dos meus escolhido a levar o Oscar de melhor filme!!

    Xo
    Alisson
    Re.View

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sem dúvida que foi um projeto bem ousado, um verdadeiro "tiro no escuro", por assim dizer, uma vez que ninguém tinha como saber se o garoto seria de fato um protagonista interessante ao longo dos anos. Enfim, o resultado merece ser aplaudido de pé. Também torço para que leve o Oscar de melhor filme, mas sabe, também gosto muito de O Grande Hotel Budapeste. =) Beijos.

      Excluir

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros