Quote da quinzena #14 | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Resenha: Sopa de Lágrimas, de Gilbert Hernandez  3 hábitos musicais de hoje e da minha adolescência  My Little Pony – O Filme: 4 motivos para assistir
Leituras de abril

Quote da quinzena #14

Carlos Ruiz Zafón 4 de setembro de 2014 Aline T.K.M. 2 COMENTÁRIOS


Os quotes desta primeira quinzena de setembro são de um livro pelo qual MUITA GENTE é apaixonada. Também... como não amar Marina, do Zafón?!

[...] Afinal de contas, que tipo de ciência é essa, capaz de colocar um homem na lua, mas incapaz de colocar um pedaço de pão na mesa de cada ser humano?

– De nada adianta toda a geografia, trigonometria e aritmética do mundo se você não souber pensar por si mesmo – argumentava Marina. – E nenhum colégio ensina isso. Não está no programa.

Sempre pensei que as velhas estações de trem são um dos poucos lugares mágicos que ainda restam no mundo. Nelas misturam-se os fantasmas de lembranças e despedidas com o início de centenas de viagens para destinos distantes, sem retorno. “Se algum dia me perder, podem me procurar numa estação de trem”, pensei.

A ambição tem nome de idiota.

[...] A juventude é uma namorada caprichosa, que a gente não entende nem valoriza até o dia em que ela vai embora com outro, para nunca mais voltar...

Quando ele entrou no Bairro Gótico, fui atrás. Não demorou para que sua silhueta se perdesse entre pontes estendidas entre palácios. Arcos impossíveis projetavam sombras dançantes sobre as paredes. Tínhamos chegado à Barcelona encantada, ao labirinto dos espíritos, onde as ruas tinham nomes de lenda e os duendes do tempo caminhavam às nossas costas.

Marina, de Carlos Ruiz Zafón


Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

2 COMENTÁRIOS

  1. Oiee, tudo bom? Espero que sim.
    E menina, como não amar Záfon, me diz?! Sou uma pessoa medrosa até na leitura, mas não tem como não lê-lo. Li Marina e achei assustador rsrsrs
    Gostei dos quotes selecionados, o primeiro que citou ficou bem marcado na minha memória.
    Beliscões da Máh♥
    Blog | Instagram

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, Marina é lindo demais! Gosto de encontrar essas passagens mais macabras, mas sabe que dificilmente me assusto de verdade hehehe. Daí sempre fico querendo encontrar algo mais que possa me meter medo. Enfim, esse livro me fez ter fome de ler mais do Zafón; só falta comprar, né hehe;

      Excluir

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros