Os Relógios [Agatha Christie] | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
3 motivos para ver Descendentes 2, o novo filme do Disney Channel  Resenha: Civilizações – A Fonte: dois mundos, uma jornada, de Wallace Horta  Making of O Reino Gelado – Fogo e Gelo: com Larissa Manoela, João Guilherme, João Côrtes e Lipe Volpato
Leituras de abril

Os Relógios [Agatha Christie]

Agatha Christie 25 de abril de 2010 Aline T.K.M. 8 COMENTÁRIOS

Um homem morto é encontrado na sala de visitas de uma senhora cega, Miss Pebmarsh, e aparecem quatro misteriosos relógios – que não pertencem à dona da casa – marcando quatro horas e treze minutos. Sheila Webb, funcionária do Escritório Cavendish de Secretariado e Datilografia, é chamada para um trabalho externo, justamente na casa de Miss Pebmarsh, e encontra o cadáver. Mas, Miss Pebmarsh afirma não ter solicitado nenhum serviço do Escritório Cavendish...

Um livro que prende do início até a última página! Bem característico de Agatha Christie, Os Relógios revela uma história de mistério extremamente engenhosa. À medida que se desenrolam os fatos, o leitor é envolvido de tal forma que se vê, ele mesmo, analisando as pistas e tentando desvendar o crime. E sinto informar que dificilmente terá êxito, uma vez que a trama não deixa escapar as respostas antes do final. Os acontecimentos são muito bem arquitetados, há um motivo e uma explicação por trás de todo o ocorrido, e cada um dos personagens é dotado de personalidade singular. Para resolver o mistério de Os Relógios temos o Detetive-Inspetor Hardcastle, Colin Lamb e, claro, a presença ilustre de Hercule Poirot – capaz de encontrar a solução “sem sair de sua poltrona”.

Um aspecto que merece comentário positivo é o fato do livro não se limitar apenas ao crime e investigação. Claro que estes dois pontos são o propósito do livro, mas há também uma pequena parcela de aspecto humano envolvido, algo do tipo “segredos pessoais do passado que agora vêm à tona”. Em algum momento, até podemos pensar que toda essa parte poderia ser mais bem desenvolvida na história; no entanto, é preciso considerar que, se assim fosse, o foco no crime seria em parte perdido, e a trama seria conduzida a um lado talvez mais emocional do que devesse ser. Enfim, com essa breve reflexão concluo que a trama é dosada de forma ideal em cada um dos seus aspectos. Apesar das pitadinhas de emoção, a história é bastante racional e, neste caso, é isso que a faz ser devorada avidamente pelo leitor (que busca respostas racionais e coerentes aos fatos ali apresentados).

Não sei se deveria fazer o comentário a seguir, já que o achei demasiado pessoal, mas resolvi fazê-lo mesmo assim. Acho que acabei tão envolvida com a história que, não sei explicar o porquê, o final não superou minhas expectativas – apenas atendeu-as. Mas adianto: acredito que o problema foi totalmente comigo. Sinceramente, se me perguntarem, não sei explicar por quê, ou mesmo o que eu mudaria no final. Simplesmente não sei. Criei expectativas imensas (mesmo!) no decorrer da história, talvez tenha sido esse o motivo. O livro é muito bom e o final foi coerente e revelador. Apenas, ao terminar a leitura, não me vi boquiaberta e pensando no final durante um bom tempo, como achei que ficaria.

Colocando todos os comentários e reflexões na balança, finalizo dizendo que Os Relógios é um ótimo livro e recomendo-o fortemente. Até hoje, nunca li nada da Agatha Christie que não valesse a pena ter lido, e este livro não foge à regra!

Título: Os Relógios
Autor(a): Agatha Christie
Ano da obra: 1963

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

8 COMENTÁRIOS

  1. hun... Agatha realmente é mara!! ;D Quando eu tiver mais tempo, e com mais verba para sustentar meus desejos literarios, eu irei comprar alguns livros da Agatha..,
    Bjon

    ResponderExcluir
  2. Os livros da Agatha são realmente fantásticos.
    Faz uns 2 anos que não leio nada dela, já estou começando a ficar com saudades.

    Isso que você falou de os acontecimentos estarem muito bem arquitetados, e uma explicação por trás de tudo, é o que mais me encanta nos livros dela. Ela faz isso com maestria.

    Beijoss

    --
    Thiago
    Romances Policiais

    ResponderExcluir
  3. Não tenho esse livro, mas fiquei com vontade ler. Comprei esse livro para a promoção beleza cultural. Possuo alguns livros de Agatha, toda vez que pego um pra ler eu compro um de outro estilo e ele sempre fica pro final da fila... vou dar mais atenção à ela. =)

    ResponderExcluir
  4. Só li um livro da Agatha Christie, que é A Hora das Bruxas. Pretendo ler mais :D
    :*

    ResponderExcluir
  5. a Agatha é muuuuuuuuito diva :D
    beijos

    ResponderExcluir
  6. Adoro os livros da Agatha, estou fazendo o projeto agatha christie tenho que voltar ainda estou no terceiro rs

    bjoo

    ResponderExcluir
  7. Agatha é apaixonante, vicia após o segundo livro, ou até mesmo no primeiro.

    O fato é que o primeiro a gente nunca esquece. Meu primeiro foi O Inimigo Secreto.

    Os relógios ainda não li, mas está na listinha (irônico) de leitura.

    Ah... Aline, improvisei um banner para seu blog e o coloquei na página de parceiros do meu, para retribuir o link!

    Abração

    Ademar Júnior
    http://coolturalblog.wordpress.com

    ResponderExcluir
  8. Eu adoro os livros da Agatha Christie! Quero muito ler esse ;) Adorei a resenha viu =D

    beijos

    Mandy - http://mylittleworldofbooks.blogspot.com/

    ResponderExcluir

Siga @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros