Resenha: Eu Estou Aqui, de Clélie Avit | Livro Lab
Últimos vídeos    |  Se inscreva no canal
Filme: Um Tio Quase Perfeito  Livros recebidos em abril  Resenha + Sorteio: Quer que eu desenhe? (vol.2)
Leituras de abril

Resenha: Eu Estou Aqui, de Clélie Avit

Clélie Avit 21 de novembro de 2016 Aline T.K.M. 4 COMENTÁRIOS

Eu Estou Aqui, de Clélie Avit

Sabe aquele livro que dá vontade de guardar num potinho? Se faz muito tempo que você leu um livro que te deu essa sensação, então você precisa ler Eu Estou Aqui – tipo, para ontem!

O primeiro romance da francesa Clélie Avit traz uma história de amor um pouquinho inusitada e, por isso mesmo, encantadora. Imagina se apaixonar por alguém de quem você nunca ouviu a voz, alguém que nunca nem olhou para você? Alguém que está em coma?

Elsa está em coma no hospital há cinco meses por conta de um acidente ao praticar montanhismo nas geleiras. Suas chances de recuperação são baixas e tantos os médicos como seus próprios familiares estão perdendo as esperanças. Um dia, sem querer, Thibault erra de porta e acaba entrando no quarto de Elsa, encontrando-a em seu sono profundo. Decide, então, ficar conversando com a moça – uma conversa um tanto solitária.

Thibault frequenta o hospital porque seu irmão está se recuperando de um acidente de automóvel. No entanto, sua relação com ele não vai nada bem – Thibault não consegue perdoar o irmão por ter dirigido alcoolizado e ter causado a morte de duas adolescentes.

Ao “conhecer” Elsa, Thibault resolve passar a visitá-la com frequência. O que ninguém sabe é que Elsa é capaz de ouvir tudo o que se passa a seu redor; ela ouve os relatos da vida amorosa da irmã mais nova quando vem de visitá-la, ouve os comentários dos médicos, ouve o rádio da moça da limpeza, ouve Thibault. E, por algum motivo, Thibault tem certeza de que Elsa pode ouvi-lo.

Narrado a duas vozes, Eu Estou Aqui leva a gente para bem pertinho dos protagonistas. Acompanhamos esse sentimento que vai crescendo no peito de Thibault a cada vez que ele vê e fala com Elsa, enquanto entendemos sua última grande decepção amorosa e achamos muito fofa sua relação com a afilhada, Clara, que ainda é uma bebezinha.

Da mesma forma, nos capítulos narrados por Elsa, damos um mergulho em sua mente e compartilhamos de sua dor diante da impotência e frustração de não conseguir fazer seu corpo reagir, sentir um simples toque na pele ou mostrar a Thibault que consegue ouvi-lo. O fato é que Elsa também vai, aos poucos, se envolvendo com a presença dele. Ela conta os dias, a seu modo, para a próxima visita de Thibault e um sentimento também começa a nascer em seu interior.

Mix imenso de sentimentos! Fiquei apaixonada por Thibault e Elsa, torci muito por eles e achei tão meiga a maneira como os dois foram reconhecendo o amor que nascia e crescia em seus encontros. Também confesso que senti raiva dos médicos e da família de Elsa, até porque as coisas ficam mais sérias com relação à vida dela em dado momento do livro.

Todos esses sentimentos e sensações que me percorreram durante a leitura foram muito intensos; estava tão envolvida que chegou uma hora que eu já não conseguia parar de ler até chegar ao fim. A escrita simples, os personagens tão humanos e a maneira delicada com que a autora conduziu a trama – e o próprio tema do livro – foram os grandes responsáveis por eu ter me sentido tão conectada a essa história.

Bem mais que uma simples história de amor, Eu Estou Aqui é um livro à flor da pele, que faz enxergar pequenos detalhes e maneiras diferentes de encarar as coisas. Uma doce súplica pela chance de poder viver um grande amor e, ao mesmo tempo, um grito desesperado pela vida.

LEIA PORQUE

Com personagens apaixonantes, o livro mostra que o amor é capaz de nascer onde, quando e em circunstâncias em que menos se espera.

DA EXPERIÊNCIA

Confesso que li naquela avidez de quem não consegue se aguentar e precisa saber logo o desfecho, mas também saboreei cada momentinho, cada trecho fofo da evolução dos sentimentos dos protagonistas. Leitura deliciosa!

FEZ PENSAR

Lembrei do livro (fofíssimo) A Caderneta Vermelha, que tem toda essa questão de se apaixonar por um desconhecido, com uma ou outra pincelada de Fale Com Ela, o filme do Almodóvar em que um enfermeiro nutre uma paixão por uma paciente em coma.


Eu Estou Aqui - capa livro

Onde comprar: Livraria da Folha

Título: Eu Estou Aqui
Título original: Je suis là
Autor(a): Clélie Avit
Tradução: Marcos Marcionilo
Editora: Fábrica231 – Coleção <3 Curti
Edição: 2016
Ano da obra: 2015
Páginas: 288

Aline T.K.M.
Criou o Livro Lab há 7 anos e blogar é uma das coisas que mais ama fazer, além do teatro, da dança e dos mais variados tipos de expressões artísticas. Tem paixão por viajar e conhecer outras culturas. Ah, e ama ler em francês!

 

Você também vai  

4 COMENTÁRIOS

  1. Ai que show essa resenha, já vou botar na minha lista de livros que quero ler, adoro livros assim.
    Beijos
    ritinhaangel.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ah, esse livro é uma fofura só, lindo, vale a pena ler sim! Beijos! :-)

      Excluir
  2. Respostas
    1. Vale a pena, viu! Livro muito bonito e personagens cativantes. Bj!

      Excluir

Segue @aline_tkm lá no Instagram!

Parceiros